sábado, 17 de dezembro de 2016

OUVIU FALAR


OUVIU FALAR

Marcos 2: 1 a 12 /  Lucas 5: 17 a 26 / Mateus 9: 1 a 8
Habacuque 3: 1 a 19
Êxodo 15: 26; Salmo 103: 3 e Isaías 53: 4 e 5


Marcos 2: 1 - "Poucos dias depois, tendo Jesus entrado novamente em Cafarnaum, o povo ouviu falar que ele estava em casa." 

Toda a história dos homens revela: as conquistas, as expansões dos reinos e as suas quedas; o desenvolvimento tecnológico, artístico, científico; as migrações, os cultivos, as edificações, as cidades e depois as ruínas. É nesse nível que tratam os livros, de contar e explicar como chegamos aqui. É muito efêmero este relato, pois os que o lerão, geralmente o farão ainda que num futuro próximo, para observar os vestígios do que se foi... O que isso revela? O homem, em si, é frágil, passageiro, forasteiro... mesmo os grandes conquistadores passam tão rápido, que suas conquistas, construções e impérios são a testemunha de sua fraqueza e miséria... É claro que contamos outra história! Dizemos que nos tornamos imortais com o que escrevemos, com o que edificamos, com a história que narrará nossos feitos... Mentira! Passamos. 

O homem criado para ser eterno, para reinar neste mundo natural, como a manifestação visível do Deus Criador do Universo, tornou-se tão frágil e volátil, como a neblina de uma manhã, que desaparece com o Sol.

O homem por causa do pecado, se vê consumido por dores, por enfermidades, por degeneração de seus tecidos, capacidades, destreza, sentidos... O homem desde que nasce, tem uma curtíssima ascensão que cada vez se dá mais cedo, e então tende à queda... O ápice da ascensão desde os dias de Noé, deveria se dar entre os 60 e 80 anos, mas, vemos hoje, este pico da virilidade e força estar por volta dos 30 anos... e ainda, como cicatrizes, doenças, vírus...

Por causa do pecado.
Os médicos tratam as enfermidades, atam os ferimentos, realizam cirurgias, estão rapidamente avançando no campo genético, única coisa que parece mais arrojado do que as vacinas que resistem aos inúmeros inimigos invisíveis (aos olhos nus). 
Os avanços na recriação de tecidos, e órgãos, os transplantes (tecnologia mais antiga), se esforçam ao máximo para prolongar e dar mais vigor aos seres humanos, mas, não conseguem fazer romper o limite de 120 anos, estabelecido por Deus... Eles não estão focados na causa, mas, nos efeitos...

O homem criado por Deus, para jamais conhecer a Morte, passou a degenerar-se cada geração mais rapidamente, e mesmo nos séculos XX e agora XXI, os avanços todos não tem permitido que o homem rompa com o limite estabelecido por Deus. Sua expectativa de vida, de 35 anos em alguns lugares muito pobres, chega a 85 anos em lugares bem ricos e desenvolvidos... Em alguns países nas últimas décadas, a expectativa cresceu em mais de dez anos... O ETERNO, vendo isso, deve entristecer-se e muito, pois o que são dez anos mesmo?

O Salário do Pecado é a Morte. Uma coisa está atrelada à outra!

As enfermidades, os vírus, as bactérias, os ferimentos sem cura, os traumas, as deformidades, as anomalias, são consequências, de termos deixado Deus, por causa de nossa rebeldia...

As dores, as enfermidades, a perspectiva da morte, nos faz correr (todos nós seres humanos fazemos isso), de um lado para outro, buscando solução, buscando mais tempo, menos dores, alívio, uma aparente normalidade, para uma frágil prosperidade, por um lapso de tempo, que consideramos como eterno, mas, que são anos, meses, semanas, dias, as horas que separam uma dose da outra do antiinflamatório...

Nos dias de Jesus, o ser humano era o que somos nós hoje... Quando ouviram do Leproso curado, (sem falar na sogra de Pedro e em outros tantos enfermos que Yeshua havia curado), sabendo que estava em Kfar Nahum, cidade onde passou a morar, vieram às centenas. Imaginem como a pequena casa com paredes de pedra e teto de madeira, coberto de folhas de tamareiras (algo semelhante ao Sapê tão comum no nordeste brasileiro), ficou cercada com uma multidão de enfermos sem penicilina, insulina, tomografia e mapeamento genético. Lá dentro estavam alguns rabinos da seita dos fariseus, e Yeshua, rabino também, certamente lhes falava sobre O Reino de Deus de uma maneira que jamais alguém havia ouvido, coisa que tornou-se comum, desde sua volta para a Galiléia depois do Batismo no Jordão. 

A multidão cheia de dores, ávida para mais uma cessão de terapia, daquelas que Yeshua empunha as mãos e pessoas enfermas ficavam boas, sãs. As palavras e o ensino, aparentemente pouco importavam, para os que estavam fora, cheios de enfermidades... Os que estavam dentro, talvez: jovens, alguns abastados, alguns mais velhos, embora aparentemente saudáveis, queriam no entanto explicações, compreender que doutrina nova era esta de Yeshua. Ainda ninguém compreendia como Ele havia expulsado um demônio, poucos dias atrás, dentro da Sinagoga da cidade...

Todos morrendo. Todos enfermos. Todos presos pelo pecado.

Um grupo de amigos (e que amigos!), sabendo que Yeshua estava na casa, tiveram tanta determinação e fé, por conta de um rapaz paralítico, que fizeram um buraco no teto da casa (que prejuízo hein?!), e baixaram por cordas o paralítico para perto de Yeshua...

Não era apenas um caso de enfermidade;
Não era apenas um caso de doença congênita (na verdade não sabemos). Pensamos: Por que tanto amor e esforço daqueles homens? Seria o paralítico um parente, um irmão deles? Teria ele ficado desta maneira por algo que fez? Se ele fosse assim desde criança ou desde o seu nascimento, teria motivado a que tais homens fizessem tamanho esforço? Será que eles não se sentiam de alguma forma culpados pelo que aquele rapaz sofria e por isso, fizeram tamanho esforço, crendo que ele poderia ser curado?

Não sabemos!

Porém, Yeshua ao vê-lo, o anima e lhe perdoa os pecados dizendo: "Tende bom ânimo filho; os seus pecados estão perdoados."

O seu desânimo seria por culpa? Não sabemos! Pense você mesmo acerca da tua vida. Se muitas vezes, não nos falta coragem de lutar e romper, porque nos sentimos culpados pelo que fizemos ou passamos, colhendo agora o fruto de nossas ações ou abstenções?

Jesus trata a causa!

Os religiosos que estavam bem ali naquela hora, não se contiveram: "Este HOMEM está blasfemando!" e "quem pode perdoar pecados a não ser DEUS?"

ENTÃO...

Yeshua, não responde este tipo de questionamento estúpido! Todas as vezes que perguntam a ele coisas naturais O Mestre sempre responde de forma espiritual:

"O que é mais fácil dizer: "perdoados estão os teus pecados"; ou  a um paralítico: "levanta toma a tua cama e anda"?

Yeshua ainda lhes diz: "Para que saibam que O Filho do homem tem na Terra autoridade para perdoar pecados" e então Yeshua se dirige ao paralítico e lhe declara: "Levanta! Toma a tua cama e anda!" e aquele homem levantou-se e passou a andar e se foi, e todos ficaram maravilhados, cheios de temor e passaram a GLORIFICAR A DEUS!!!!!! (que dera tal autoridade aos homens).

Da Cruz do Calvário não saiu apenas poder para perdoar os pecados, que DAYENU! Para nós já teria sido o bastante!

Da Cruz do Calvário saiu Poder para que toda a Maldição, consequência dos pecados e de nossa rebeldia contra Deus, fossem quebradas!

Da Cruz do Calvário saiu Poder para curar todas as nossas enfermidades!

Da Cruz do Calvário saiu Poder para a Vida, a Vida de Deus em nós.

Quando o povo cruzou o Mar Vermelho e depois de três dias andando no deserto sem água, chegaram em MARAH (Amargura), e acharam as águas amargas, blasfemaram contra Deus, e chegaram a querer matar Moisés. O Eterno ordena que Moisés lance uma árvore nas águas que tornaram-se boas para beber e lá diz a Palavra Deus lhes deu ordenanças, e ensinamentos. Naquele dia disse O Eterno a seu povo: "Se ouvires atento a voz do Eterno, teu Deus, e fizeres o que é reto diante dos seus olhos, e deres ouvido aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma enfermidade virá sobre ti, das que enviei sobre os egípcios; pois eu sou O ETERNO, que te sara." - Êxodo: 15:26 

FUTURO.
Deus falou ao povo livre, ao povo que acabara de demonstrar falta de fé, mesmo ante tamanho livramento através do Mar Vermelho e de todos os juízos que caíram sobre os egípcios, que no futuro deles as enfermidades que caíram sobre o povo do Faraó, não os tocaria. Porque Ele, O ETERNO, é quem os sara (falava daquele Momento, deste Momento, do Momento em que algum mal puder se manifestar - isso é uma expressão do SEMPRE, do ETERNO, do   יהוה "SEREI O QUE SEREI".

Se o povo der ouvidos a Deus e à Sua Palavra e a seus Mandamentos, então as doenças, as enfermidades não virão? Mas, e se o povo pecar? E se der as costas para Deus?

"Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades;" - Salmo 103: 3

PRESENTE.
Novamente uma expressão do SEMPRE, do ETERNO, do יהוה "SEREI O QUE SEREI" – Tal expressão está no tempo presente, Ele PERDOA E SARA (AGORA), quando? Neste momento! Quando O invocarem; quando perceberem que a enfermidade manifestou a calamidade do pecado.

Quando se consumou isso?

PASSADO.
Não foi no passado que isso se consumou, foi na ETERNIDADE, no SEMPRE, isso veio do ETERNO, do יהוה "SEREI O QUE SEREI" e sim, isso já se manifestou em nosso passado, agora que estamos no Século XXI.

"Certamente Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas, Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele, e pelas suas feridas fomos sarados." - Isaías 53: 4 e 5

Há quase dois mil anos atrás, Yeshua foi pendurado num Madeiro, e se fez Maldito, sendo que jamais descumpriu um sequer dos Mandamento. Ele foi tão ferido, que verdadeiramente pôde ser chamado de "homens de dores que sabe o que é padecer", mas, assim como A Morte é o Salário do Pecado; as Maldições e Enfermidades são consequências malefícios decorrentes da Rebeldia contra Deus, e Yeshua, que jamais pecou, tomou sobre si, nossas transgressões, iniquidades, e suas consequentes maldições e enfermidades. A Injustiça pratica contra Ele, tornou-se Justiça de Deus, para todos os que o tomarem como SACRIFÍFIO PERFEITO, como HOLOCAUSTO por nossos pecados. E se nossos pecados foram Nele condenados; Nossa Redenção está Nele estabelecida...

A fonte é a mesma: Sua entrega na Cruz do Calvário!

De lá saiu o perdão! Mas, pense: Ninguém vê uma fumacinha saindo de alguém, quando tal pessoa é perdoada. O perdão dos pecados se dá em nosso espírito, faz parte do Sobrenatural... 

Assim como as Maldições que são quebradas. Ninguém ouve o ruído de cadeias quebrando, ou coisas semelhantes a estas, mas, observando a vida de uma pessoa que está no MASHIACH, se notará que algo incrivelmente mudou, pois uma sucessão em gerações de determinado mal, como um padrão, deixa de estar presente na vida desta pessoa que experimentou a Deus através do seu MASHIACH.

Porém, as enfermidades não são do mundo sobrenatural, senão deste mundo natural mesmo... Sentimos dor e percebemos um alívio quando esta nos deixa. Percebemos uma deformação e nos extasiamos quando vemos um cego ver, um aleijado andar novamente, um enfermo diagnosticado com determinada moléstia, ter um novo diagnóstico absolutamente saudável... Cura, um Milagre... Sentimos, vemos, percebemos...

O que é mais fácil de dizer? Pense!

Um charlatão facilmente diria para alguém: "Perdoado estão os teus pecados", já que ninguém vê os pecados sumindo... Mas, alguém dizer para um ALEIJADO, "Levanta tome a tua cama e ande"? Ah alguém assim tem autoridade!!!!!

Para que todos saibam que Yeshua tem autoridade de perdoar pecados Ele mostra autoridade sobre toda a sorte de enfermidades, já que ELE É A FONTE do Perdão, da Cura e da Bênção.

Quando se deu isso? No passado? Não na ETERNIDADE!!!!

"Ora, se invocais como Pai Aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação, sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas, pelo PRECIOSO SANGUE, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, O SANGUE DO MASHIACH, conhecido, com efeito, ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós." - I Pedro 1: 17 a 20

Antes da fundação do Mundo Ele se entregou por nós, por isso: 

Antes da Cruz, antes mesmo de ter vindo a este mundo em carne, como com Naamã, com Ezequias, com os milhares picados pelas serpentes no deserto...

Durante o seu ministério, com a sogra de Pedro; com este aleijado em sua casa; com incontáveis outros casos narrados nos Evangelhos...

Agora... e no Futuro...

Ele Perdoa Pecados, Ele quebra maldições, Ele sara enfermidades.

O SEMPRE, O ETERNO, O יהוה, O "EU SEREI O QUE SEREI". 

YESHUA. Ele está SEMPRE pronto a te dizer: "Se anime! seus pecados estão perdoados! Levante e ande!"

A multidão que contemplou todos estes fatos, saíram dizendo: "Hoje vimos coisas extraordinárias"... Pois, você pode hoje, ver e viver a coisa mais extraordinária do Universo. Hoje você pode ser SALVO, hoje você pode experimentar os BENEFÍCIOS da Salvação no MASHIACH YESHUA... Está perto de você... Está na tua boca e em teu coração... Esta é a Palavra da Fé que pregamos...

"Se em teu coração você crer, que Deus ressuscitou Yeshua dentre os mortos, e com a tua boca você confessá-lo como Senhor da Tua Vida, será salvo!"

Temos ouvido falar da Sua Fama! Temos ouvido falar dos seus milagres e do Seu Poder. Olhamos para tudo em volta de nós, e parece que percebemos todo o mal e que ninguém mais, nem sequer Deus, está vendo tudo o que tem ocorrido... Na verdade nós precisamos mudar a nossa maneira de ver... Precisamos observar que O Eterno está no controle de tudo! Que ainda que não vejamos com os nossos olhos, cremos com o coração e por isso, rompemos pela Fé, "pois o meu justo, da sua fé viverá" e assim andamos sabendo que "O Conhecimento da Glória do Eterno encherá esta Terra como as águas cobrem o mar", e nesta convicção, nos Alegramos naquele que nos disse: "Perdoados estão os teus pecados!" 


AH MARAVILHOSA GRAÇA!!!!!

Vamos! Levante e ande!


KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião virá a Lei e a
Palavra do Eterno de Jerusalém!)

LEIA TAMBÉM O COMENTÁRIO DA PARASHAT HASHAVUA (A Porção da semana): VAISHLACH (CLICK AQUI)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

Nenhum comentário:

Postar um comentário