sábado, 20 de agosto de 2016

VAETCHANAN - IMPLOREI GRAÇA




VAETCHANAN - IMPLOREI GRAÇA
Deuteronômio: 3: 23 a 7: 11 
Isaías 40: 1 a 26
Marcos 12: 28 a 34

Deuteronômio 3: 23 - "E implorei graça ao Eterno, neste tempo, dizendo:..." 

Moisés sabendo que não passaria o Jordão para ver Israel possuir a Terra Prometida, depois de adorar a Deus e reconhecer que não há ninguém semelhante ao Eterno, IMPLORA A GRAÇA de Deus, para que pudesse passar para a "Boa Terra" que estava ao Ocidente do Jordão.

Deus lhe respondeu: BASTA!

Lembro-me de Nicodemus, questionando Jesus sobre como ser possível um homem já sendo velho, nascer de novo, pois enquanto Deus fala a Moisés de coisas espirituais, como Jesus a Nicodemus, Moshe Rabeinu, queria ver e entrar na "Boa Terra".

Deus fala pra ele subir ao Cume ao "ROSH PISGAT" à cabeça, ao topo, ao lugar mais alto, do Cume. O topo do topo. Sabemos que este lugar é a Cordilheira de Avarim (palavra para passados ou lembranças), e no Lugar mais elevado, conhecido como Nebo, palavra oriunda de Navi (profeta, visão), Deus quer mostrar para Moisés algo que humanamente ele não consegue perceber. 

Deus manda Moshe olhar para o Norte, Ocidente e Sul, mas, porque para o Oriente? O Oriente do Jordão era aonde ele estava, ele certamente ainda teve de dar as costas para tudo o que estava a Ocidente do Jordão, lugar em que ele tanto desejou entrar, para olhar também para O Oriente.

Deus sempre vai fazer mais do que podemos pedir ou pensar... O Que Deus tinha pra Moshe e para Israel, não estava no futuro daquela nação que atravessaria para tomar posse da Terra, mas, que um dia cairia novamente pelos pecados e seria levada cativa e mesmo depois de voltar para a Terra, mais uma vez seria expulsa e espalhada por todo o Mundo retornando quase dois mil anos.
O que Deus tinha para o seu povo não estava em algum fato do passado, talvez alguma lembrança do deserto que agora ficava para trás, mas, o que DEUS tinha para Moisés e para o seu povo Israel está na Eternidade é O PRÓPRIO DEUS ETERNO!

Em toda a Biblia as Palavras de Moisés para a nação ditas e escritas neste trecho da TORAH, são sem dúvida alguma  uma das principais porções.

Moisés passa a advertí-los a guardar e cumprir toda a Lei que O Eterno lhes deu, coisa que seria o diferencial entre o povo de Israel e os demais povos. Todos veriam na Justiça, e na Santidade expressas na Lei, a diferença entre Israel e qualquer outra nação, observando que Deus é O Único entre todos. O Zelo na obediência é enfático quanto ao povo de Israel jamais tomar qualquer outro deus, não se permitir enganar com qualquer tipo de imagem, ou adoração à qualquer tipo de coisa criada pelo próprio Deus para todos os homens, em suma não cair na idolatria, trocando O Criador dos Céus e da Terra, por qualquer de suas criações, coisa que além de ser uma Abominação diante do Eterno, seria a causa da destruição do povo que foi tirado do Egito para ser seu povo de propriedade particular. 

Fica bastante claro ali, naquele lugar onde Deus chama Moisés não para observar apenas o que o povo entraria para possuir, mas, para ver A ETERNIDADE, O ETERNO, que as aflições que passaram, situações como a prostituição de Bete-Peor, e outras que no futuro viriam, levando o povo ao cativeiro e ao exílio, onde acabariam servindo "o pau e a pedra" por terem dado as costas ao Deus Vivo e Verdadeiro, de quem podemos dizer: Quem é como O Nosso Deus, entre os deuses?

A cada dia percebemos que as heresias todas que existem em nossos dias, tantos ensinos de demônios, tanta idolatria e culto a homens, líderes carismáticos, visões, estruturas, denominações, etc. Que a profunda decadência da Igreja, da Kehilat Mashiach, bem como de Congregação de Israel com o seu misticismo, com o desconhecimento da Tanach e  o envolvimento com o espiritismo e a reencarnação, e outras tantas práticas abomináveis, não são ou podem apenas ser reduzidas para o fato dos judeus não reconhecerem Yeshua como Mashiach, nem tão pouco ser um Álibe para não judeus idólatras que dizem crer em Jesus, mas, é a EXPRESSÃO da Rebeldia do homem para com Deus, e o fato de mesmo sendo amados e alcançados pela Misericórdia do Pai da Eternidade, buscando para si os seus próprios interesses, desviaram-se de Deus e muitíssimos tornaram-se cegos, surdos e insensíveis, com aparência de que vivem, mas, estão mortos.... POR ISSO:


SHEMÁ ISRAEL!!!!

Muitos anos atrás, saindo do meu escritório me deparei com  um judeu religioso que saía de uma Casa de artigos de Umbanda, com velas pretas e vermelhas nas mãos. Eu me senti tão indignado com aquilo, que gritei da janela de um carro onde estava: SHEMÁ ISRAEL!!!!

Alguém me disse um dia que aquela prática era comum para alguns, pois aquele seria um judeu cabalista e que precisava daquilo para isso ou aquilo outro... E este tipo de explicação me enoja, e me dá vontade de ser mau educado e gritar de novo: SHEMÁ ISRAEL!!!

A quer Vontade gritar alguma coisa, para toda a corrupção que se vê no meio dos cristãos, que foram alcançados entre as nações com O Evangelho. Muitíssimos talvez como os judeus, nunca tiveram uma experiência com Deus, mesmo os que se nomeiam cristão e que são frequentadores de igrejas nos seus trabalhos e agendas. Porque nascer judeu, ir nas sinagogas nas Festas e praticar alguns atos religiosos que tornaram-se hábitos não faz de alguém um servo de Deus, assim como ir no culto de domingo, entregar dízimos e cantar algumas músicas, tão pouco o pode fazer...

Não existe mais de um Deus. SÓ EXISTE UM!

O Shemá Israel não é apenas para os filhos de Abraão gerados através de Isaque, mas, para os filhos de Abraão gerados através de Ismael e para os filhos de Abraão gerados através de YESHUA.

Não é o meu campo de atuação falar sobre os árabes e sobre o muçulmanos, mas, a Fonte na qual Agar deixou o seu filho no deserto, de onde Deus ouviu O CHORO DO MENINO, esta mesma Fonte que os árabes levam para todas as casas, e cidades e praças do mundo onde vão morar, estas fontes, lembram que A Fonte onde Ismael foi achado é uma pessoa: YESHUA, A FONTE DE ÁGUA DA VIDA.

Toda a tradição muçulmana de Mohamed, desviou e tem desviado milhões e milhões de pessoas da VERDADE que DEUS É UM. Levando tal multidão à perdição de seguir um Falso Profeta que chama de Deus Único, quem não é Deus. Eles que dizem respeitar a Torah e os profetas do "povo do livro", deturparam, misturaram e mudaram A Verdade de Deus, e se esqueceram do Conselho de Moshe Rabeinu de que ninguém acrescentasse nada ou retirasse qualquer coisa da Torah. Este conselho tem sido esquecido, e portanto não nos assusta ver tamanha rejeição a Yeshua, ou tão profundo desvio da obra que Ele realizou com sua Vida, consumando-a na Cruz, toda a rejeição a YESHUA é na verdade a maior expressão da Rejeição ao ETERNO.

 שׁמע ישׂראל יהוה אלהינו יהוה אחד׃
ואהבת את יהוה אלהיך בכל־לבבך ובכל־נפשׁך ובכל־מאדך׃

SHEMA ISRAEL ADONAI ELOHEINU ADONAI ECHAD.
VEACHAVTÁ ET ADONAI ELOCHECHÁ, VECOL LEVAVECHÁ, UVECOL NAFSHECHÁ UVECOL MEODECHÁ

OUVE ISRAEL O ETERNO NOSSO DEUS O ETERNO É UM.
E AMARÁS O ETERNO TEU DEUS DE TODO O TEU CORAÇÃO, E DE TODA A TUA ALMA E DE TODA A TUA FORÇA.

Como é pobre qualquer comentário que eu possa escrever sobre A VERDADE DA PALAVRA DE DEUS. Muito mais importante que ler meus comentários, é ler A TORAH, é permitir que O Espírito Santo revele, traga à existência dentro de nós, a materialização desta Palavra que é uma pessoa: YESHUA.

Me lembro que a primeira vez que fui convidado a pregar, estava numa busca intensa sobre o que deveria falar, e me chamou muito a atenção, quando o meu pastor numa reunião de oração, leu o trecho que fala do momento em que Yeshua depois de 40 dias e 40 noites jejuando foi tentando por Satanás e então por três vezes disse: ESTÁ ESCRITO!

Naquele momento me questionei: Onde estão escritas estas três frases: "Nem só de pão viverá o homem, mas, de toda a  Palavra que procede da Boca de Deus", "Não tentarás O Senhor teu Deus" e ainda: "Só Ao Eterno teu Deus Adorarás e só a Ele prestarás culto (ou servirás)". Bem fui pesquisar e a minha primeira pregação, sem ter idéia do que SHEMÁ ISRAEL queria dizer, foi sobre esta PARASHÁ (esta porção), em que depois de lembrar das 10 Palavras que O Eterno deu a Moshe e a todos nós no Monte Horebe, ele nos incita a falar desta Palavra ao acordar e ao levantar, andando pelo caminho, que deveríamos amarrar entre os nossos olhos e em nosso braço e que deveríamos colocar nos batentes de nossas portas... Para lembrar o que? QUE DEVEMOS AMAR O NOSSO DEUS, DE TODO O NOSSO CORAÇÃO, DE TODA A NOSSA ALMA E COM TODA A NOSSA FORÇA.

Jesus questionado algumas vezes sobre qual de todos os mandamentos seria o mais importante, respondeu: "Amar ao Eterno teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com toda a tua força" e "amar o teu próximo como a ti mesmo", destes dois mandamentos provém toda A Lei. 

Qual é O Nosso problema então? Parece tão simples. Resumido assim parece tão fácil de entender e tão mais fácil de cumprir... É só amar a Deus e amar as pessoas... MAS, O DIFÍCIL É FAZER ISSO!

Não está em nós a capacidade, a força, a disposição para fazê-lo. É por isso que há tanta prisão nas Religiões, porque o ser humano acha que é fácil fazer isso, acha que está no alcance de suas mãos... Nossa tendência egoísta, a facilidade com a qual dizemos que pecamos por isso, por aquilo, por causa desta ou daquela pessoa ou situação... A facilidade com que nos escondemos de Deus depois de termos cedido à tentação do pecado; a dificuldade de irmos até Ele, até que Ele nos pergunte: Aonde está você?

O Amor aos nossos próprios interesses, ao que nos é particular, que nos trás benefícios. Frases comuns como: "se você não cuidar do que é seu ninguém vai fazê-lo", ou ainda "você precisa de um pouco mais de amor próprio", "você precisa se amar primeiro, porque se não ninguém vai gostar de você" e também "você precisa se valorizar mais", todas elas de procedência diabólica, enfatizam a tendência do homem de dar as costas para Deus, porque o homem, em sua natureza corrompida pelo pecado, não precisa que ninguém diga a ele para fazer tais coisas, porque o homem, querendo ser igual a Deus, querendo conhecer "o bem e o mal", deu as costas para O Eterno e está absolutamente imerso neste oceano de iniquidade e do amor ao seu ego, deixando O Único Deus, fora de seu coração.

Moshe implorou a Graça de Deus para que pudesse passar para  possuir a Terra Prometida, mas, quando Deus lhe responde: BASTA! Moshe se resigna à viver a Vontade de Deus, e a dar a Israel o que de mais precioso ele pudera ver e conhecer de Deus. Seu grito: SHEMA ISRAEL! É o grito de Amor ao Povo, o seu povo, eles eram os próximos de Moisés, a quem ele amou tanto, não guardando nada de tudo o que Deus lhe mostrara e lhe dissera. 
Moisés mostra o seu Amor por Deus, se calando e indo fazer o que lhe fora ordenado, MOSHE RABEINU, não apenas escreve a ordem de AMAR O ETERNO DE TODO O CORAÇÃO, ALMA E CORPO, como uma ordem ou um sentimento intangível, mas, ele demonstra Amar a Deus desta maneira, revelando ao povo que não há outro como O Nosso Deus e ainda, que a Vontade Dele prevaleça e que a nossa se submeta à Dele.

Para amar a Deus, nós precisamos de Yeshua. Para amar a Deus, nós precisamos que algo sobrenatural se manifeste em nós. Para amarmos a Deus, precisamos que O Espírito que gerou Yeshua no ventre de Miriam, venha sobre nós, e gere O MASHIACH dentro de nós. 

Precisamos para amar o nosso próximo, A Presença de Deus em nossa vida. Moisés queria apenas entrar naquela BOA TERRA. É assim que nos achegamos a Deus, para pedir as coisas mesquinhas da nossa compreensão, como dinheiro, bens, saúde, relacionamentos, poder, etc...

O Basta de Deus para Moisés, é o BASTA de Deus para nós.  Deus quer que vejamos o que Ele reservou para nós. Deus quer que possamos contemplar algo acima das lembranças de nosso passado, além os fatos que poderemos observar em nosso futuro... Deus quer revelar-se a nós. Ele quer que vejamos O ETERNO, que nossa perspectiva esteja muito acima do que nós consideramos bom, e nisso experimentar Ele, O QUE VERDADEIRAMENTE É AMAR. 

Deus nos dá O MASHIACH dentro dos nossos corações, para que tenhamos dimensão do que É O TEU AMOR. Deus falamos de amor para nossas esposas, filhos, para amigos, para irmãos, mas, não sabemos amar! Dizemos que amamos com nossas limitações, com nosso egoísmo, orgulho, vaidade, pecados, interesses... Deus eu quero amar minha esposa, quero amar meus filhos, quero amar os irmãos, quero amar, mas, eu não sei Amar! 

Deus, a religião nos deu frases bonitas que de tão repetidas parecem verdade, pois a sabemos "de cor". Pai, nós queremos DE CORAÇÃO, te receber dentro de nós. Queremos através do Teu Espirito Santo, experimentar a transformação do MASHIACH do Deus Vivo no nosso ser dentro do Nosso Coração.

Pai, nós trocamos a "boa terra", pela chance de ver o que O Senhor quer nos mostrar. Nós queremos ver não apenas o que nos interessa, mas, o que O Senhor sonhou para nós. Deus nos dá YESHUA! 

Nos dá A Tua Eternidade dentro de nós. Nos dá a tua vida. Eu quero te amar com O Teu Amor. Eu quero amar minha esposa com O Teu Amor; eu quero amar os meus filhos com O Teu Amor... Eu quero amar e O Amor é uma pessoa!!!! YESHUA.

Quando MOSHE RABEINU encontrou-se com O MASHIACH e com ELIAHU HANAVI, em Eretz Israel, no local da transfiguração de Yeshua, ele deve ter pensado: "Meu Deus é MUITO MAIS DO QUE EU PODIA PEDIR OU PENSAR!!!"

Que cada um de nós possa ouvir o "BASTA" de Deus, em tudo o que temos feito na nossa religião, achando pelo nosso ponto de vista que seria aquilo o melhor para nós, para que possamos viver A ETERNIDADE que Deus tem para cada um de nós...


KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)



Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

Um comentário:

  1. Lido e agora refletir em toda a extensão dessa palavra para minha vida. Grato a Deus por essa palavra. É tempo de sair do tradicional e entrar em outra dimensão das coisas de Deus.

    ResponderExcluir