sexta-feira, 15 de julho de 2016

CHUKAT - ESTATUTOS




CHUKAT -  ESTATUTOS

Números: 19:1 A 22:1
Juízes: 11:1 a 33 
João: 3:10 a 21

Núm. 19: 1 e 2 - ׳׳e disse mais O Eterno a Moisés e a Arão dizendo: Estes são os estatutos da Torah que O ETERNO ordenou dizendo: Fala aos filhos de Israel que vos tragam uma NOVILHA VERMELHA, perfeita, sem mancha, que não tenha levado jugo sobre o pescoço."

Para todos os seres humanos, encerrados todos sob a pena de Morte pelo pecado, nascemos, crescemos, aprendemos, descobrimos, conquistamos, logramos êxito, casamos, geramos filhos mas, há momentos que invariavelmente vamos ter de lidar com a morte. Antes de encararmos este último inimigo a ser vencido como está escrito: 

I Cor. 15:28 - "O último inimigo a ser destruído é a morte."
Ap. 20:14 - "Então a Morte e o Inferno foram lançados para dentro do lago de fogo."
Ap. 21:14 - "... e a morte já não existirá, há não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram."

Há na vida de qualquer pessoa uma linha ascendente e outra descendente... Há um momento em que se percebe que a carne começa a se desapegar dos ossos; que a visão começa a desfocar; que surgem algumas dores que não estavam ali... Todos acabam lidando com isso na vida de pessoas amadas: avós, tios, pais... 
Alguns levam as crianças aos cemitérios logo cedo, como querendo (por bons motivos), que as crianças se acostumem e achem normal ter de se encarar com a morte quando em vez na vida. Há outros que procuram ao máximo preservar seus filhos desta fatalidade, fruto do pecado, como se isso não fosse normal, mas, fruto de uma luta encarnada, travada até o último dia de nossa vida em que pelo MASHIACH, não sucumbiremos derrotados, mas, dormiremos Nele, como o ladrão que pediu: "Mestre, lembra-te de mim, quando entrares no Paraíso", ao que YESHUA respondeu: "Ainda hoje estarás comigo no Paraíso!". Esta é a nossa Fé, a nossa Bendita Esperança... Mas, até aquele dia... Nossa luta é diária, contínua, sem tréguas...

Depois das revoltas de Korach; depois de Arão e Miriam levantarem-se contra Moisés, e principalmente depois de toda a nação ter pecado contra Deus, não crendo que O Eterno os conduziria para tomarem a Terra Prometida, fato que lhes garantiu a morte naquele deserto... A cada dia os problemas daquele deserto pareceram mais graves; o deserto pareceu mais quente; a vida mais difícil; os inimigos mais terríveis... 

Miriam morre;
Arão descobriu que O Eterno tem um jeito peculiar de lidar com os ungidos. Quando sua irmã e ele pecaram contra Moisés, ele, Arão, O Sumo Sacerdote, Ungido de Deus, diferente de sua irmã que ficara leprosa, aparentemente não sofreu nada, até que O ETERNO o chama sobre o Monte Hor, juntamente com o seu filho Eleazar, príncipe dos príncipes de Israel, e simplesmente a unção está tão misturada com a vida do Ungido, que não se tem como "des-ungir" um Ungido... Quando as vestes Sumo-Sacerdotais, símbolo de seu ministério são tiradas dele e postas em seu filho, Arão cai morto instantaneamente... Arão morreu.

O povo chora por 30 dias sua morte. O Luto parece constante entre os israelitas neste tempo. Época muito difícil na vida de qualquer pessoa, em que familiares começam a morrer... Durante décadas parece para alguns que isso nem existe, de repente morre um e outro e outro... 

Ainda nos últimos dias de Arão, o povo mais uma vez se insurge contra Deus, Moisés e Arão e declaram mais uma vez que queriam voltar ao Egito, e a se lembrar das coisas "BOAS DA ESCRAVIDÃO", e que estão num deserto, sem água, e que O MANAH é um PÃO VIL... 

Quanta amargura! Parece que a morte que alcançará a todos sai da própria boca de cada um deles...

Moisés chega a seu limite e tendo ouvido de Deus para falar à Rocha, para que Deus desse água àquele povo, o próprio Moisés contamina-se com a morte...

Moisés fica tão irritado, está tão indignado que ele mesmo alça a voz contra o povo... Não era necessário, toda aquela geração já estavam sentenciados à morte! Moisés não se levanta apenas contra a nação, mas, fere a Rocha por duas vezes, como se pudesse fazer mais dramático, ou mais vigoroso o que Deus estava por fazer... Pois, porque Moisés não SANTIFICOU O NOME DE DEUS, diante do povo, também ele não passaria para possuir a Terra que sob juramento O Eterno prometeu a seus pais...

Mais murmuração, mais mortes... Agora Deus envia serpentes abrasadoras para picarem e matarem os filhos de Israel...
Nações irmãs dos israelitas como os Edomitas, filhos de Esaú, mesmo ante promessas de paz e de que não tocariam em nada que lhes pertencesse, responderam com violência a Israel impedindo que passassem por aqueles lugares... Tudo parece mais difícil, a cada dia mais pessoas morreram... Parece que o luto torna-se constante...

Aquela geração estava em declínio. O Poder da Morte estava cada vez mais presente sobre suas famílias, e sobre suas vidas...

Houveram conquistas, mas, em meio a tantas dores, lutas, lutos, separações, rebeliões...

Mas, Deus permanece sendo Deus. O Seu Trono de Justiça e Equidade permanece para Sempre! ALELUIA!!!

Oramos diariamente: "Avinu Shebashamaim Yitkadash Shemechá" (Pai nosso que está nos Céus, Santificado seja O Teu Nome) - e a cada dia percebemos que é Deus em nós (Emanuel), e ainda O MASHIACH em nós, a nossa Esperança de Glória. Ele mesmo toma a iniciativa e opera a conclusão de todas as coisas; percebemos que não somos os principais artistas, mas, os coadjuvantes que vão dar lugar para que O ETERNO REINE!

Há ordenanças que Deus simplesmente exige que sejam cumpridas. Na Parashá de Berrucotai, vemos isso! Há estatutos que aparentemente não há explicações pelo que devem ser cumpridos, apenas ordenanças para que os cumpramos... pois é simples assim! Não fomos chamados para entender! Fomos chamados para obedecer! Há sábios segundo o mundo; democratas e filósofos que acham um absurdo isso! Como? Porque? "Penso, logo existo!" kkkkkkkkkkk

Deus deve rir muito da sabedoria dos homens... No pecado nossos limites foram estabelecidos quando a alma foi separada do nosso espírito e a nossa percepção e compreensão tornou-se tão, mais tão limitada... 

Há pessoas que se acham sábias aos próprios olhos e que consideram ignorantes todos os outros... "Encucaram-se por sábios, tornaram-se loucos!" - O Mal de ter 1% a mais de capacidade mental que todos os outros, é achar que isso é algo comparável a Deus... O povo de Israel murmurava porque achava que era melhor voltar para o Egito; que outros seriam líderes melhores; que se estivesse na posição de liderança agiriam diferente deste ou daquele; que com as suas características de LIDERANÇA, e com a sua PRÓ-ATIVIDADE, e sua ÉTICA e sua visão DEMOCRÁTICA e PARTICIPATIVA, lograriam êxito muito mais AUTO-SUSTENTÁVEIS...

Meu Deus! As serpentes abrasadoras já morderam tais pessoas!!!

O engano da suficiência humana, diante da verdade que somos absolutamente insuficientes diante de Deus, deveria nos pôr a todos sempre de joelhos Diante do Eterno, mas, não! Há pessoas que percebendo isso ainda possuem uma posição POLITICAMENTE CORRETA!

Todos conhecemos a história de Nicodemos, que foi até Yeshua à noite, quando ninguém o poderia ver, importante que era indo até O SENHOR! O orgulho nos cega!

Nicodemos passa a lisonjear a Yeshua, reconhecendo que ninguém poderia realizar os sinais que O Mestre fazia se Deus não fosse com  ele. COVARDE! Nicodemos via que YESHUA era O MASHIACH, mas, não tinha coragem de reconhecer publicamente!

Yeshua passa a ter uma conversa com aquele que era um homem muito importante dentro da religião daqueles dias, mas, esta parece uma conversa de louco, porque Nicodemos fala de coisas naturais e Yeshua só responde para ele coisas espirituais...

Yeshua diz que quem não nascer de novo, não Pode Ver O Reino dos Céus;
Yeshua diz que quem não nascer da Água e do Espírito, não podem entrar no Reino dos Céus... Pois bem, se alguém não pode ver, como entrar? Como achar a porta?

Yeshua disse: "Quem crer e for batizado será salvo". O Batismo é um mandamento? Sim claro que é! 

O Rito do batismo salva? Claro que não!

Se não está no Rito (no realizar), porque temos que fazer então? Porque Yeshua mandou? Claro! 

Deus mandou que o povo trouxesse uma novilha vermelha, perfeita, sem defeitos, para O Sumo Sacerdote Eleazar. Ele deveria sacrificar a Novilha Vermelha a PARAH ADUMAH, fora do arraial. 

Hoje os estudiosos em Israel reconhecem que o local onde se sacrificou a Novilha Vermelha na época do primeiro e segundo templo foi no Monte das Oliveiras de onde se entende Yeshua ter subido aos Céus. Tudo na PARAH ADUMAH era para ser queimado, couro, carne, até os escrementos... tudo! O Pau de cedro, o Hissopo e o estofo carmesim, geralmente usados nos ritos de purificação deveriam também ser lançados no fogo. Depois da Novilha Sacrificada, o Sumo Sacerdote tomava do Sangue da Novilha e aspergia sete vezes para frente do Santuário. Todas estas coisas foram ordens de Deus! Porque? Porque Ele mandou! Sim porque Sim!

Deus mandou que Moisés construísse uma serpente de Bronze e a colocasse em seu cajado. Todos os que tivessem sido picados pelas serpentes abrasadoras, quando olhassem para a Serpente de Bronze seriam curados. Porque? Porque Deus mandou! Sim porque Sim.

"Pois assim como a serpente foi levantada no deserto, importa que o Filho do Homem seja levantado" e "para que todo aquele que Nele crer, não pereça, mas, tenha a Vida Eterna!"

I Cor. 15: 56 a 58 - "Onde está, oh morte, a tua vitória? Onde está, oh morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado e'a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor YESHUA HAMASHIACH. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão."

Se Deus mandou: faça! Se Ele disse: Creia! Se Ele te enviou: Vá! Se Ele te diz para ficar: Fique!

Há coisas que Ele nos explicará totalmente, pois somos filhos, somos da luz, para as pessoas Ele falava por parábolas e para os discípulos Ele explicava tudo claramente... Porém, Ele continua sendo Deus, e nós continuamos dependentes Dele totalmente! Confie! Obedeça! Bendiga! Santifique O Nome de Deus!

Para aquele povo no deserto não havia mais esperança! Eles jogaram tudo fora! Para nós há! Para Josué e Calebe havia esperança! Eles foram vendo morrer e sepultaram aquela geração toda, mas, confiaram nas promessas que lhes foram feitas por Deus.

Sim, muitos de nós ainda vamos enfrentar a morte, vamos enfrentar dores, vamos nos sentir sozinhos, vamos passar por momentos de dificuldades, mas, nós vamos nos purificar da Morte por meio de um só a saber JESUS CRISTO DE NAZARÉ - YESHUA HAMASHIACH! 

Zombe da morte, não porque você tem mais poder do que ela; mas, porque YESHUA a venceu! E porque um dia nós a veremos sendo lançada no Lago de Fogo! 

Olhe para Yeshua, Ele foi crucificado, se fez pecado e maldição, se enfermou para que fossemos perdoados, e sarados e para que as bênçãos advindas da Fé, por nosso Pai Abraão nos alcançasse. 

Hb.: 9: 11 a 15 - "Quando, porém, veio O MASHIACH, como Sumo Sacerdote (COHEN GADOL), dos bens já realizados, mediante O Mairo e mais perfeito Tabernáculo; não feito por mãos, quer dizer, não desta criação; não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas, pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido Eterna Redenção.
Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais O Sangue do MASHIACH, que, pelo Espírito Eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus Vivo! Por isso mesmo; Ele é O Mediador de Nova Aliança, a fim de que, intervindo a morte para a remissão das transgressões que havia sob a primeira aliança, recebam a promessa da Eterna Herança aqueles que têm sido chamados."


Não aguento! Vou cantar...


"Tu és, a minha porção;
Tu és, a minha herança; 
Tu és a minha porção e a minha herança..."


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

Nenhum comentário:

Postar um comentário