sexta-feira, 29 de julho de 2016

PINCHAS - PINCHAS



PINCHAS - PINCHAS

Números: 25: 10 A 30: 1
I Samuel: 2: 12 a 36 e 4: 1 a 22 e Ezequiel 44: 15 a 31
Atos 4: 32 a 5:11

Núm. 25: 10 a 13 - ׳׳Então falou O ETERNO a Moisés dizendo: PINCHAS, filho de Eleazar, filho de Arão, O Sacerdote, desviou a minha ira de sobre os filhos de Israel, pois estava zeloso com o meu zelo, de sorte que, no meu zelo não consumi os filhos de Israel. Portanto dize: Eis que lhe dou a minha Aliança de Paz. E ele e a sua descendência depois dele terão a Aliança do Sacerdócio perpétuo; porquanto teve zelo pelo seu Deus e fez expiação pelos filhos de Israel."

Um dia recebi um pregador bastante conhecido em nossa igreja para ministrar e ele pregou sobre a vida de um personagem bíblico que ele dizia admirar muito. Curiosamente era o nome que ele deu a seu filho. Isso me abriu os olhos para entender algumas coisas e uma delas é que mais do que um bonito nome, um pai precisa educar seu filho para que ele possa responder ao Chamado de Deus para sua, vida evidenciado em seu nome.


Cada pai, assim como Adão recebeu de Deus o poder de dar nome a toda a criação, que é como ter o poder de marcar o destino de seus filhos através dos nomes pelos quais serão chamados. Nos parece que esta é a principal função de um nome (ser a expressão do Chamado de Deus na vida de alguém). Talvez seja por isso que várias vezes na Bíblia pessoas tiveram seus nomes mudados para que O Propósito de Deus em tais vidas se evidenciasse.


Esta Parashá, recebe o nome de PINCHAS (Finéias em português), que também é chamado pelo nome de seu pai e de seu avô, O Sumo Sacerdote Arão. Discute-se que este nome é de origem egípcia e significaria "de pele escura" ou "negro"; mas, em hebraico pode ter o sentido de "eloquente" ou "boca de cobre ou bronze" que teria o sentido de ser uma voz que chama ao arrependimento, que confronta os erros, uma voz profética.


Pinchas (lê-se em português: Pinrás), é um personagem muito pouco conhecido no meu cristão, mas, bastante notório no meio judaico. Ele é apontado como um dos espias que são enviados por Josué para Jericó, pouco tempo antes do início da Conquista da Terra Prometida. Também é Pinchas o enviado para confrontar as duas tribos e meia que tomaram posse de terras do outro lado do Jordão, logo depois que as terras todas foram dividias, já que estes construíram um altar, coisa que parecia ser um pecado contra Deus. 

No entanto o que realmente este Sacerdote que chegou a assumir a função de seu pai, Eleazar e de seu avô Arão, fez de mais notável foi atravessar um homem da tribo de Simeão que estava mantendo relações sexuais, com uma das prostitutas cultuais de Moab, que através da sugestão de Bilam a Balac, seduziram os filhos de Israel a se prostituírem com seus ídolos, logo depois de terem se prostituído com elas.

Na ocasião do Bezerro de Ouro, quando Israel adorou aquela imagem detestável e se entregou a todo tipo de orgia, Moisés estava recebendo de Deus as tábuas da Torah, e a tribo de Levi foi a única que se absteve de tal prática, mas, agora um homem levita, sacerdote, sentindo ZELO por Deus, (ao ver que tal afronta a Deus, diante dos olhos de Moisés, sendo que 24 mil homens tinham morrido da praga pelo pecado de tal prostituição), toma uma lança e atravessa o príncipe da tribo de Simeão e a filha de um dos príncipes de Moab, fazendo cessar a praga de sobre Israel.


As coisas que Deus ordena a Moisés a respeito deste homem, PINCHAS, são tão sérias, porque Deus fala de coisas perpétuas, Aliança Perpétua... Quando O Deus Infinito e Eterno fala de coisas perpétuas, temos que entender LITERALMENTE e nos alegrar na Sua Fidelidade.


Pois, O Eterno deu a Pinchas BRITI SHALOM - A Minha Aliança de Paz e BRIT KEHUNOT OLAM - Aliança de Sacerdócio Eterno.


Não é curioso, Deus ter dado a Ele a Sua Aliança de Paz, para alguém que aparentemente foi tão sanguinolento? Ele atravessou com uma lança os que estavam aparentemente "se amando?", veja quanta leituras esta cena pode trazer: A dúvida sobre o relacionamento entre o israelita e a moabita poder ser um amor verdadeiro; o Pinchas aparentemente ser movido por ciúmes ou algo assim vingando-se da mulher que o traiu ou ainda poderia ser acusado de violência contra a mulher, sendo ela dona de seu próprio corpo...

Cada um pode falar ou pensar a bobagem que quiser, mas, DEUS, disse a Moisés que o que PINCHAS fez, o fez com Zelo de Deus e por Zelo de Deus. 

A motivação destas mortes foi extirpar de Israel alguém que preferiu o pecado a Deus, seja lá com que desculpa for... 24 MIL homens morreram em decorrência deste pecado, PINCHAS, não os matou sabendo que a praga ia parar, ele o fez por Amor a Deus e por não suportar o desrespeito À Deus e a tudo o que estava acontecendo.

Não é para ser politicamente correto. É para ser de Deus!!!


Porque a Bíblia fala tão pouco, de quem recebeu coisas tão grandes? Porque conhecemos tão pouco? Bem talvez o tempo nos ensinará, ou a Manifestação do Reino trará à tona a fidelidade do Nosso Deus, pois onde estão os descendentes de PINCHAS hoje? Se é Eterno é Eterno, para sempre! 


Quando vemos a genealogia da Casa de Levi e da Casa de Arão e mais ainda da Casa de Eleazar e da Casa de Pinchas... Quando lemos sobre a Restauração do Templo e da distinção entre os levitas que acabaram se contaminando com a idolatria das nações e os descendentes de TZADOK, vemos A Profundidade da Fidelidade da Palavra do Nosso Deus e muito mais profundamente o que é uma Aliança.


Eleazar, o príncipe dos príncipes de Israel, responsável por tudo o que era santíssimo no MISHKAN, tinha seu irmão Itamar que era responsável pela administração do Mishkan. A maior distinção na vida de Eleazar não é apenas ele ter sido escolhido para suceder a Arão, isso poderia se dar até por ser ele o mais velho dos filhos de Arão que permaneceu vivo. Mas, as atitudes de seu filho PINCHAS, evidenciam a PATERNIDADE DE ELEAZAR. 


Porque PINCHAS foi tão zeloso por Deus? Talvez porque o seu pai, viu os seus irmãos mais velhos morrerem fulminados por não terem temor de Deus. Talvez Eleazar vendo Moisés ordenando que não levantassem a voz e não desgrenhassem os cabelos, diante daquela fatalidade, tenha gerado em Eleazar o temor necessário para fazer de seu filho um homem de Deus, zeloso pelas coisas do Eterno.



O Ministério de um pai, só é um sucesso se manifesto no sucesso de seus filhos.

Eleazar e Itamar e seus filhos morreram. Pinchas, filho de Eleazar, recebeu de Deus uma aliança de sacerdócio eterno. Séculos depois, um dos descendentes de Itamar tornou-se Sumo-Sacerdote seu nome Eli, e este quis honrar a memória de PINCHAS, filho de Eleazar e usou este nome marcando um de seus filhos, sendo o outro Hofni. 

Muito diferente da maneira que Eleazar criara seu filho, Eli quando ficou sabendo que os seus dois filhos se prostituíam com as mulheres que iam entregar oferendas a Deus, no Tabernáculo em Shiló e ainda, que eles retiravam carnes das panelas antes mesmo delas serem consagradas a Deus, ele não os repreendeu com severidade, foi fraco e neste dia perdeu seus filhos!
Eli não foi duro com seus filhos, mas, complacente, permitiu que tais pecados continuassem, pelo que Deus ao levantar Samuel como profeta ainda menino, disse: "o seu olho direito e a sua mão direita lhe serão cortados", (Quando a benção sacerdotal é pronunciada, O Sacerdote ergue a mão direita até que o seu olho direito não possa ver as pessoas), ou seja Deus estava cortando da casa de Eli, o direito ao sacerdócio.

Hofni e Pinchas, filhos de Eli, levam a Arca da Aliança para a guerra contra os filisteus, como um amuleto de guerra. Não havia naqueles homens temor algum ou zelo nenhum por Deus. Para Eli, bastou chamar o seu filho de um nome de um homem de Deus, ou com um significado de alguém que teria um aspecto profético em sua vida, mas, como ele não agiu como PAI PARA EDUCAR SEU FILHO SEGUNDO A VONTADE DE DEUS, seu filho morreu e a Glória de Israel se foi.


Qual o resultado terrível de tudo isso? Hofni e Pinchas são mortos no campo de batalha, a Arca de Deus é levada pelos filisteus, Eli quando fica sabendo da morte de seus filhos e que a Arca de Deus fora levada cativa, caiu de sua cadeira e quebrou o pescoço, e a mulher de Pinchas, sabendo de toda esta desgraça ao dar à luz ao filho de Pinchas, filho de Eli deu o nome a seu filho de IKAVOD (Inglório, Sem Glória, Se foi a Glória). 


Não havia mais pai para marcar o filho, não havia mais sacerdócio, não havia mais nada, não havia mais Glória...


"O pai que retém a vara, odeia o seu filho, mas, o que o ama, cedo, o disciplina"- Provérbios 13:24

Que tipo de pai você quer ser? O Legalzão, o que vai deixar sua mulher dar nome a seus filhos (pois A Glória se foi)? Ou você vai amar seus filhos e sua família, amando a Deus sobre todas as coisas e ensinando aos seus O Temor do Eterno?


Mais uma vez um salto de décadas e um dos descendentes de Eli, descendente de Itamar, chamado Abiatar, divide o sacerdócio em Israel com Tzadok, descendente de PINCHAS, filho de Eleazar. Este trai a David e apoia Adonias como rei no lugar de David, enquanto Tzadok mantem-se sempre fiel ao rei David e a Deus, em todas as situações, desde a rebelião de Absalão até este momento, ungindo Salomão rei de Israel, no lugar de David. Pois, é deste TZADOK que O Nosso Deus fala, através do Profeta Ezequiel, cujos filhos estarão servindo Novamente no Templo quando a Casa de Deus for restaurada e O Rei dos reis reinar desde Jerusalém, sobre todas as nações da Terra.

O poeira dos anos; o cativeiro; a dispersão; as perseguições, as mortes, as calamidades, jamais vão impedir que a Palavra se cumpra... Depois dos 70 anos do cativeiro Babilônico, muitos séculos depois EZRA (Esdras - SOCORRO), sacerdote, descendente de TZADOK, descendente de PINCHAS, filho de ELEAZAR, filho de AHARON, chama toda nação a voltar-se para Deus e desafia o povo do Eterno a mandar embora todas as mulheres de outros povos com quem os filhos de Israel casaram, gerando filhos e filhas. 


O que parece uma aberração para muitos, poderia ser comparado à atitude de PINCHAS, filho de Eleazar quando atravessou aqueles que não temeram a Deus, pecando diante dos olhos de Moisés. Deus ainda tem os seus e sempre os terá... Não é para os outros verem, não se busca nisso fama... É O ZELO POR DEUS! Se faz depois se pensa, se teme e isso é um VALOR INEGOCIÁVEL... Se ensina o que se vive, se marca geração após geração de pessoas estranhas ao mundo, pessoas com sua maneira própria de viver e de reagir, pessoas que nasceram para marcar sua geração não como ícones de um mundo que caminha para a ruína, mas, para os que arvoram bandeiras ao Nosso Deus e vão contra o fluxo de pessoas que descem aos infernos, focando os Céus, tendo como prêmio maior de sua vocação o estarem prostrados um dia, Diante do Trono de Deus e do Cordeiro. 


A Bíblia nos mostra muitas vezes pessoas que querem fama, notoriedade, importância aos olhos humanos, se esquecendo ou desconhecendo que Deus disse a Abraão, que Ele mesmo faria de Abraão um Nome. Ele, O Próprio Deus faria do Pai Abraão alguém muito famoso... A fama, vem de Deus, assim como a Graça, os dons, os talentos, os recursos, as portas abertas, os relacionamentos certos, acrescente a isso o que você quiser... Alguns lutam por conseguir tais coisas; outros as possuindo, lutam para mantêm-las, como se tivessem feito algo para lhes ter obtido... Alguns neste mundo corrompido e perverso, usam de artifícios, mentiras, enganos, chantagens, violência, etc, para conseguir tais coisas como dinheiro, fama, poder... O fim destes é a morte, é o desaparecer nas trevas...


Houve um homem chamado YOSEF, José, o chamavam Barnabé, (filho da exortação, do profético, da consolação), que tinha recebido uma herança em Chipre e que vendera tal propriedade, depositando todo o recurso desta venda aos pés dos apóstolos. Naqueles dias os judeus crentes em Yeshua viviam os primeiros momentos do derramar do Espírito Santo, logo depois que O Mestre voltou aos Céus. Esta atitude, de não considerar o que lhe pertencia algo de precioso, já que todos os que ouviam os testemunhos dos apóstolos do Cordeiro, ou que tiveram a honra de terem conhecido a Yeshua e passaram a segui-lo, esperavam ansiosamente o seu retorno. Eles esperavam sua volta para aqueles dias, consideravam que nada mais tinha valor ante tal promessa.


Barnabé, não pensou em tornar-se famoso, não pensou que seu nome milhares de anos depois seria falado, estudado, seria usado para inspirar e ensinar pessoas sobre adoração e temor de Deus... Simplesmente ele deu tudo o que tinha...


Pois Barnabé, com o dom que O Espírito lhe tinha concedido, foi enviado a Antioquia tempos depois, pelos Apóstolos de Jerusalém que ficaram sabendo que até "não judeus" começaram a se converter através dos testemunhos de muitos judeus que fugiram de Jerusalém por causa da perseguição que se iniciou depois da morte de Estevam. Quando chegaram à região de Antioquia imediatamente começaram a testemunhar sobre Yeshua. 

Quando Barnabé chegou percebeu a necessidade de alguém que conhecesse profundamente as escrituras para ensinar aos não judeus como viver para Deus? Yosef busca Saulo de Tarso, em sua cidade natal, e por um ano com Saulo neste lugar, O Poder de Deus se manifesta de tal forma, que pela primeira vez os discípulos de Yeshua, foram chamados cristãos, (messiânicos), pois se via neles as mesmas características do Mashiach: no poder de Deus que operava neles, na autoridade com que manifestavam O Reino de Deus, na busca pela Santidade de Yeshua e na sua entrega a Deus...
As pessoas que Saulo e Barnabé discipularam cresceram tanto, que presbíteros levantados entre eles impuseram as mãos sobre ambos enviando-os como Apóstolos para a obra que O Mashiach através do Espírito Santo tinha para eles... TUDO LINDO!!! Barnabé que entregara tudo aos pés dos Apóstolos agora fora chamado para ser também um Apóstolo.

Vendo estas coisas um casal chamado Ananias e Safira, vendo a fama, o testemunho tremendo de Barbabé desde que reconheceu que Yeshua era O Mashiach Glorioso de  Israel, tramaram algo: Vender determinada propriedade e também dizer aos apóstolos que o valor total da venda estava ali entregue como fizera Barnabé, porém tendo eles guardado parte do valor da venda escondido em algum lugar, foram com o intuito de alcançar fama e não honrar a Deus...


Para que fizeram isso? Se tivessem dado 50% do valor da venda de um terreno, já não seria muito louvável? QUE TREMENDO?! Mas, não! Eles almejaram a fama, não se importaram ou temeram a Deus, eles queriam ser notados por suas boas obras, achando que Deus que vê o coração aparentemente não falaria nada... Isso evidencia que realmente eles não tinham se convertido e que de fato não conheciam a Deus.


Pois Pedro discerne o que fizeram e que mentiram ao Espírito Santo, e ambos caíram mortos, quando confrontados por tal mentira... ICAVOD (INGLÓRIOS - SEM GLÓRIA, A GLÓRIA SE FOI...) O que eles queriam mesmo?


A diferença de Eleazar e Barnabé, para Eli e Ananias é que pais de verdade vão ensinar O TEMOR DO SENHOR a seus filhos, enquanto outros vão trazer morte e destruição à sua descendência, porque: 



IRAET ADONAI MIKOR CHAIIM 
(O Temor do Eterno é Fonte de Vida - Pv. 14:27)


SÓ GERA UM PINCHAS 
QUEM FOR UM ELEAZAR


KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei 

e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sexta-feira, 22 de julho de 2016

BALAC - BALAC



BALAC - BALAC

Números: 22: 2 A 25: 9
Miquéias: 5: 6 a 6: 8
Romanos: 11 : 1 a 36 

Núm. 22: 2 - ׳׳viu, pois, Balac, filho de Tzipor, tudo o que Israel fizera aos Amorreus"

A nossa tendência humana é querer saber quem foi Bilam (Balaão), este profeta, que se vendia por dinheiro, mas, que conhecia a Deus numa intimidade tão grande. Lembramos de Yitró (Jetro), sogro de Moisés que era sacerdote de Midian. 
Midian um dos filhos de Abraão com Quetura, sua segunda esposa, tinha a circuncisão e a tradição do Patriarca, e talvez Beor quanto seu filho Bilam, tinham conhecimento do Deus de seus pais, embora lhes faltasse temor, pelo que O Conheciam, mas, mesmo assim Bilam se vendia por dinheiro.

Por incrível que pareça ainda em nossos dias há profetas que conhecem a Deus, que conhecem a Voz de Deus, mas, que se vendem por dinheiro e que ensinam e que estão prontos a amaldiçoar quem Deus não amaldiçoou se lhe pagarem um bom preço e são aqueles que acabam por ensinar como fazer laços para que o povo de Deus caia... O Lago de Fogo é o destino destes, mas, Bilam e quem lhe imita hoje não merece mais do que um parágrafo...

Na verdade, esta história, parece mais um parênteses pois ela fala tão intrinsicamente a Israel. Quem é Israel!

Quem é Israel? O povo que depois de séculos de escravidão, se beneficiava e se alegrava com as cheias do Nilo, de onde vinha a prosperidade do Egito?
O povo que se levantou contra Moisés, quando a palha foi tirada, do trabalho árduo de fazer tijolos?
O povo que murmurou ao se ver fechado entre O Mar Vermelho e os exércitos de Faraó?
O povo que depois de três dias caminhando no deserto, murmurou contra Moisés a ponto de querer mata-lo por causa das águas amargas de Mara?
O povo que murmurou pedindo carne; chamou O Manah de Pão vil; murmurou por sede; murmurou por sentir falta dos pepinos, tomates e cebolas do Egito? 
O povo que chorou com o relato dos espias querendo levantar um capitão que os levasse de volta ao Egito?
O povo que tentou entrar na Terra Prometida, mesmo ante a advertência de Deus que não o fizessem, já que o destino daquela geração "morrer no deserto" já tinha sido traçada?
O povo que gerou Korach? O povo em que 250 homens se levantaram contra Moisés e Arão?
O povo que adorou o Bezerro de Ouro nos pés do Monte Sinai?

Muitos hoje veladamente ainda se perguntam: Que povo é esse?

Alguns dizem que é o povo que matou Jesus;
Alguns dizem que é o povo que quer levar vantagem em tudo e que engana todo mundo;
Alguns dizem que querem ser judeus hoje e que são descendentes dos judeus expulsos de Portugal e Espanha, e até gostariam de ter o reconhecimento disto, para obterem os passaportes europeus, mas, qual judeu realmente cujos antepassados foram mortos e perseguidos nas fogueiras da inquisição, gostariam de voltar para aqueles lugares?
Alguns amam os objetos de culto, compram talits, shofares, kipás quando vão a Israel; tiram muitas fotos, trazem pedras nas bagagens, produtos do Mar Morto, mas, voltam falando mal dos religiosos; falam mal da segurança para entrar e sair do país; falam mal dos altos preços cobrados em cidades como Jerusalém. Muitos acham ruim quando as mulheres são convidadas a cobrirem os ombros, ou são impedidas pelas roupas curtas e sensuais de irem a alguns lugares sagrados. Muitos zombam por ter de cobrir as cabeças quando entram em lugares de oração.

Em Israel hoje a maioria esmagadora das pessoas não são religiosas, ou seja, não tem uma vida devotada a Deus. Os jovens depois do Exército viajam para alguns países do mundo e acabam muitas vezes envolvendo-se com prostituição e drogas, coisas que não era comuns em Israel; muitos jovens passam a viver juntos e só apenas depois de alguns anos de convivência casam-se, para checar se o relacionamento vai dar certo. 
Em Israel mais de 1.500.000 de abortos foram praticados (número de crianças que foram mortas pelos nazistas). Em Israel pessoas do mesmo sexo podem casar-se e adotarem crianças; em Israel há Marcha Gay. Muitos ex-primeiros ministros de Israel e grandes autoridades governamentais já foram processados e até perderam seus cargos por corrupção; recentemente se aprovou os jogos de futebol aos Shabat's;... e tantas outras coisas...

A Palavra de Deus em Provérbios 26:2 diz que: "a maldição sem causa, não prospera." O que permite que uma maldição prospere, se cumpra? O PECADO!

Havia pecado em Israel? Há pecados hoje no povo judeu?

Será que o maior problema dos judeus é mesmo não crer que YESHUA é O MASHIACH? Ou será que isso é apenas a ponta do Iceberg, de algo muito maior que é ter dado as costas para Deus como nação? Será que a luta para que O Nome de Deus aparecesse na Declaração de Independência, através da expressão: TZUR ISRAEL, não é apenas uma demonstração que O Povo que foi feito por Deus há muito tem deixado A Deus? 

Quem porém, há de amaldiçoá-los? Quem é reto diante de Deus, qual a nação que vive para Deus e pode declarar-se Feliz, pois O Seu Deus é O ETERNO para atirar a primeira pedra??? 

Os Estados Unidos da América? O Reino Unido? O Brasil? Quem? 

QUEM PODE AMALDIÇOAR A QUEM DEUS ABENÇOOU?

Deus não escolheu os judeus. Ele fez o povo judeu pra Ele. Deus tomou um homem e fez dele um pai, O Pai Abraão, de quem O Eterno sacou Israel, seu escolhido!

Quem é como o povo judeu? Quem viu tantos sinais e milagres feitos pelo próprio Deus por amor do seu povo? Que povo tem a Torah? Quem tem uma história de 5.000 anos? Quem foi espalhado por todas as nações da Terra e voltou a ser reunido? Quem tinha uma língua morta e que voltou a ser falada? Quem tem o maior número de prêmios Nobels de entre todas as nações da Terra? Quem em todas as gerações gerou o maior números de cientistas, artistas, empreendedores, intelectuais, que não Israel? Por que? Como?

Porque Deus!

Porque Deus abençoou a Israel;
Porque Deus se colocou entre o feiticeiro Bilam e O Seu povo;
Porque nada escapa aos olhos de Deus! Porque no deserto junto com uma geração inteira de pessoas que pecaram contra Deus, havia pessoas como Josué, Calebe, Moisés, Aarão, Miriam, Eleazar e outros...
Porque nos dias de Elias, quando o profeta achou que só ele sobrara, O Eterno lhe disse que havia ainda 7.000 que não dobraram seus joelhos diante de Baal.
Porque sempre haverá um remanescente fiel!

Quem pode lançar a primeira pedra? Os evangélicos? Os Batistas, Assembleianos, Apostólicos, Presbiterianos, Católicos, Mórmons? Quem? 

E os pactos com a Maçonaria, e com a idolatria; e com o orgulho e com o culto ao homem e à personalidade dos líderes, e com doutrinas de demônios e a prostituição com o humanismo e com a prosperidade de Mamóm? Quem pode lançar a primeira pedra? 

Da mesma sorte, não acreditamos nas estatísticas que dizem que 25, 30 40% da nossa população tornou-se cristã, porque o próprio Império Romano 100% tornou-se cristão, por um decreto, mas, jamais conheceram de fato ao Deus vivo. Bem como hoje por um modismo, por oportunidades, por mídias e técnicas mercadológicas, muitos podem declarar-se cristãos, e logo em seguida sua prática de vida os revelará como: NÃO PRATICANTES!

Porém há e sempre haverá um remanescente fiel!

Nossa fé é que as coisas vão mudar... FÉ NO QUE? EM QUEM? NELE! POR ELE E PARA ELE!

Deus disse que todo Israel será salvo. O Todo pode ser visto como o Remanescente? Sim. Talvez. O que me cabe? É não parar de orar, não parar de amar, não parar de crer jamais, não parar de viver para que isso se cumpra, porque nisso glorificamos o nosso ministério!

Que ministério? O DE NÃO SER JUDEU E MESMO ASSIM SER AMADO!

Ahhh A SALVAÇÃO ME ALCANÇOU!!!! Eu aqui no fim do mundo! Enquanto os Arianos e os Judeus lutam por uma raça pura, um vira-latas como eu, uma mistura de todos os povos e raças e tribos e línguas e nações também foi amado! E o que Deus fez na vida dos Patriarcas e de David e dos Santos Apóstolos e Profetas alcançou minha família... YESHUA revelou-se a mim, ao meu coração...

Logo eu? Tão cheio de defeitos, tão pecador, tão pecador, tão pecador... Como pode ser?

Se Bilam amaldiçoasse a Israel, a maldição poderia provocar uma grande destruição para o povo de Deus, mas, ele não pôde, porque O POVO ERA E É DE DEUS! !!!

Porque Deus me amou tanto assim? Porque se eu nem sequer sou um judeu? Porque Ele amou o mundo e tem misericórdia de quem Ele quer ter misericórdia... ELE É DEUS! ELE É SOBERANO... e eu... absolutamente rendido e cheio de amor e gratidão por seu Amor... Isso não fez de mim alguém perfeito, mas, tem mudado minha maneira de ser, de pensar, de viver a cada dia... O SEU AMOR ARREBATOU O MEU CORAÇÃO...

O que será que os judeus sentem ao lerem a Parashá BALAC? Meu Deus, pela boca de um agoureiro, Deus faz as maiores declarações de Amor por seu povo... Porque eram bonzinhos? Não! Aquela geração pereceu no deserto, mas, o remanescente entrou e tomou a Terra Prometida. 
Apenas uma vez isso ocorreu com Israel? Não, a cada geração uns decidem pela morte e maldição, enquanto outros decidem pela Vida e Bênçãos. 

Não podendo amaldiçoar O Povo Bendito de Deus, Bilam sugere a Balac colocar armadilhas para que o povo de Israel peque mais uma vez... A prostituição na carne, é um sinal da prostituição no coração. Os filhos de Israel se prostituem com as filhas de Moab, que se apresentaram como prostitutas e logo, por incrível que pareça, os israelitas estavam prostrados diante dos seus deuses abomináveis. 

É a História de Israel? Não, também é a nossa história! 

Se houvesse uma votação os batistas não poupariam os assembleianos;
Se houvesse uma votação os assembleianos não poupariam os presbiterianos; 
Se houvesse uma votação os presbiterianos não poupariam os apostólicos;
Se houvesse uma votação os evangélicos não poupariam os católicos; 
Se houvesse uma votação os cristãos não poupariam os judeus;

Cada um sempre se vê melhor do que os outros... porque é muito fácil ver os erros e defeitos dos outros, deixando de olhar para O Mashiach e a Sua Santidade. Se olhássemos para Ele veríamos todos o quanto estamos distantes do que Deus espera de nós.

Deus tenha misericórdia de nós!!!!

Ele teve e tem!

Ele teve misericórdia de nós; 
Esta misericórdia que faz com que os judeus se sintam tão enciumados, já que somos misturados e nossos antepassados serviram a ídolos e a demônios.
Quando percebem esta misericórdia logo se levantam para nos condenar, nos mostrando a nossa ignorância quanto a Torah e quanto às alianças e ficam com raiva porque tratamos a Abraão com intimidade e conhecemos os profetas e os salmos muitas vezes melhor do que eles... A desculpa é sempre a mesma: que nossas traduções estão erradas, e logo apelam para o hebraico, e para a Tradição, quando não há mais argumentos e nem respostas... Nos chamam "goi" não por sermos naturalmente não judeus, alcançados pelo Amor de Deus entre as nações, mas, para nos desprezar, e por que isso? Porque o ciúmes está ardendo em seus corações...

O que fazem então? Vão pegar a Torah e vão checar o que falamos em hebraico e ao menor sinal de erro literal do tradutor já possuem uma convincente desculpa para nossa ignorância, já que não somos judeus...

Nos chamam de Ben Noach (filhos de Noé), e nos dizem para cumprirmos os mandamentos de Noach, já que como não judeus, não precisamos cumprir as 613 Mitzvot... O que não sabem é que sim a nós foi ordenado por YACOV, irmão de YESHUA, que não fossemos molestados, mas, que apenas nos abstivéssemos de carnes de animais sufocados, de comer sangue, de relações sexuais ilícitas e é óbvio da idolatria e culto a falsos deuses... Nós já sabíamos disso! Não nos é necessário avisar novamente, mas, NÃO SOMOS APENAS BEN NOACH, como também são os próprios judeus e todo ser humano deste mundo, mas, também somos BEN AVRAHAM, também somos filhos da Promessa... Somos como as estrelas do céu que não podem ser contadas... 

Ao nos verem assim, passarão cada vez mais enciumados a serem SHOMER TORAH, cada vez mais terão zelo pela Halacha e se tornarão de fato casher, casher... Nesta busca, nesta reaproximação, nesta TESHUVAH, vão reconhecer a quem traspassaram... Não! Os judeus não apenas crucificaram a YESHUA, os nossos pecados juntamente com os deles fizeram isso... Eles deram as costas para Deus, tantas vezes, como fazemos hoje, mesmo tendo sido alcançados pela profundidade desta Misericórdia que nos alcançou mesmo não sendo nós judeus...

Todos por fim serão mergulhados, inseridos, recebidos, nesta MISERICÓRDIA, e todos serão salvos... TODOS!

Quem? O remanescente! Deles e nosso...

É muito mais do que repetir uma oração ditada por alguém...
É muito do que usar kipá e saber a brachá do Talit...
É muito mais do que cantar os hinos na igreja...
É muito mais do que saber o Kadish...
É muito mais do que entrar num tanque de água e sair um pecador molhado...
É muito mais do que deixar de comer por 25 horas no Yom Kipur...
É muito mais...

Talvez alguém seja bastante critico comigo mesmo dizendo: Ele fala coisas pesadas demais, e há em suas palavras peso e tristeza... Sim. Cada um inclusive eu veem as coisas de uma forma... Mas, como Deus vê? Como Ele os vê? Como Ele nos vê?

Quais são as Suas palavras sobre o seu povo?

O que Ele diz sobre Israel me comove...

Me faz amar os judeus, não por serem perfeitos, mas, por serem amáveis... Deus os ama, então os amamos também.
Não por nos tratarem bem, mas, porque foram os que transportaram a Glória de Deus que hoje está também sobre os nossos ombros...
Me faz abençoar vendo que O Meu Deus, O Meu Criador, os ama, os chama de filhos, os trata como filhos, os corrige com severidade, mas, não desiste de restaurá-los... 

Não eu não espero que Deus me trate da mesma forma, já que eu não sou judeu. Eu sou filho também, e reconheço nos judeus os meus irmãos mais velhos, meus exemplos... Realmente alguns exemplos não foram tão bons, mas, tendo nós a chance de fazer o certo erramos também, e isso me faz amar mais A Deus, nosso Pai e a meus irmãos...

Quem é muito amado é seguro! Fomos muito amados, tendo sido alcançados nos confins da Terra com O Amor de Deus. Eu tenho amor e me inspiro em meus irmãos judeus. Choro em não vê-los no Centro da Vontade de Deus, e não deixo de orar, não deixo de crer, não deixo de servi-los cada vez que posso, que me dão oportunidade de demonstrar amor de uma forma prática. Ajudando, servindo, amando, abençoando...

Os amo mais do que as pedras de Jerusalém, e me condoio por eles mais do que pelo pó da cidade do Grande Rei... Eu amo mesmo os de roupas pretas, os que nos olham feio, os que não falam conosco, os que nos empurram às vezes...
Quem explica amor? Eu amo! Eu amo os jovens... são tão lindos, capazes... ver aquelas moças e moços com suas metralhadoras, dançando de braços dados no Kotel com seus amiguinhos, tão sérios e tão crianças, os BNEI ELOHIM, os BNEI ISRAEL...

Balac os viu e os temeu. Ficou sabendo das proezas que viveram e os odiou... Na verdade odiou a Deus que realizou neles tão maravilhosos feitos... 

Olhe para eles e os ame... Sabendo das proezas que vivem, os ame... Na verdade ame a Deus que tem realizado neles tão maravilhosos feitos... "PORQUE DEUS, De maneira nenhuma rejeitou O SEU POVO!"

Qual é a prova? PAULO, O apóstolo dos não judeus é a prova! Ele diz isso! "Eu sou israelita da descendência de Abraão, da Tribo de Benjamim." O que Paulo está dizendo? Se ele foi além de ser eleito como Judeu, também o foi pela Graça, porque é impossível hoje que outros judeus venham a crer em Yeshua, e reconhece-lo como MASHIACH? 

Pois é possível! É possível, e temos visto isso com os nossos olhos... Ah! Os olhos!!! Alguns espias se viram como gafanhotos diante dos povos da Terra e dois disseram: "Eia, subamos e possuamos a Terra!" - Alguém como eu vai dizer: Meu Deus que lindo, as profecias estão se cumprindo diante dos nossos olhos e a Videira e a Figueira estão juntas dando seus frutos... Outros vão olhar para os números e para os recursos e não vão dar importância alguma para isso, como se uma vida, um judeu, um não judeu que de fato abre o coração para Deus e é iluminado fosse tão desprezível como aquelas duas moedinhas que a viúva lançou no Gazofilácio, e ante o olhar e o destaque do Mestre, nenhum dos apóstolos sequer teceu qualquer comentário... É assim muitas vezes... O QUE IMPORTA É COMO DEUS VÊ!!!!!

"Como posso amaldiçoar a quem Deus não amaldiçoou? Como posso denunciar a quem O Eterno não denunciou? Pois do cume das penhas vejo Israel e dos outeiros o contemplo: eis que é povo que habita só e não será reputado entre as nações. Quem contou o pó de Jacó ou enumerou a quarta parte de Israel? Que eu morra a morte dos justos, e o meu fim seja como o dele...
Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo Ele prometido, não o fará? Ou, tendo falado, não cumprirá?... Ele abençoou não o posso revogar. Não viu iniqüidade em Jacó, nem contemplou desventura em Israel; O Eterno seu Deus, está com ele, no meio dele se ouvem aclamações ao seu Rei. 
Deus o tirou do Egito; as forças deles são como as do boi selvagem, pois contra Jacó não vale encantamento, nem adivinhação contra Israel; agora, se poderá dizer de Jacó e de Israel? Que coisas tem feito Deus!
Eis que o povo se levanta como leoa e se ergue como leão; não se deita até que devora a presa e beba o sangue dos que forem mortos... 

Quem já não se emocionou ouvindo ou cantando                          MA TOVU...

Que boas são as tuas tendas, oh Jacó! E as tuas moradas, oh Israel! Como vales que se estende, como jardins à beira dos rios, como árvores de sândalo que O ETERNO plantou, como cedros junto às águas. Águas manarão de seus baldes, e as suas sementeiras terão águas abundantes; o seu rei se levantará mais do que Aguague, e o seu reino será Exaltado.
Deus tirou do Egito a Israel; cujas forças são como as do boi selvagem; consumirá as nações, seus inimigos, e quebrará seus ossos, e com as suas setas, os atravessará. Este abaixou-se, deitou-se como leão e como leoa/ quem o despertará? Benditos so que te abençoarem, e malditos os que te amaldiçoarem.  (palavras que O Eterno colocou na boca de Bilam para abençoar a Israel)


Mesmo com tantos erros, defeitos, imperfeições, Deus olha para Israel e diz: SÃO MEUS! SÃO MEUS FILHINHOS!!!



"MA TOVU OHALEICHA YACOV MISKENOTEICHA ISRAEL"

        


(Neste final de semana que coincide com o 17o dia do 4o mês - chamado de 17 de Tammuz, data em que Moshe quebrou as tábuas da Lei, por que o povo pecou contra Deus adorando aquele detestável bezerro de ouro, e também data em que os muros de Jerusalém foram rompidos, e logo em seguida O Templo foi destruído... Neste final de semana haverá uma festa pagã em Jerusalém, para que se abram portais espirituais e há muitas pessoas orando para que este intento maligno não tenha sucesso... Mas, ainda assim, quero lembrar... que Deus tem um Remanescente Fiel e TODO ISRAEL SERÁ SALVO! Deus olha para tudo isso e vê os problemas de seu povo Israel, como vê as mazelas na Igreja, mas, Cheio de Amor Eterno, O Nosso Deus diz a respeito de seu povo diante do Acusador dos nossos irmãos:                            "Quão belas são as tuas tendas oh Jacó e as tuas moradas oh Israel")


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

quinta-feira, 21 de julho de 2016

DESAFIO URGENTE DE ORAÇÃO POR JERUSALÉM!!!



Este pedido de oração acerca de um evento que ocorrerá neste sábado, 23 de Julho em Jerusalém, me chegou nesta madrugada e quero mobilizar todos os que amam O Nosso Deus, todos os que oram por Jerusalém, todos os que amam o povo judeu e que são contados entre os que Deus tem em nossa geração, sido colocados sobre os Muros de Jerusalém, até que a Cidade do Grande Rei, torne-se um objeto de Louvor ao Eterno no meio desta Terra.

"Se eu me esquecer de ti, Oh Jerusalém, que se resseque a minha mão direita. Apegue-se a minha língua ao céu da boca, se eu não me lembrar de ti, se não preferir Jerusalém à minha maior alegria". - Sl. 137: 5 e 6



O 17 de Tamuz é um feriado judaico observado anualmente para lembrar, entre outros desastres o dia em que Moisés quebrou as tábuas da Torah, pelo pecado com a adoração ao Bezerro de ouro e o rompimento dos muros de Jerusalém pelos romanos em 70 dC., que levou dias depois a destruição do Templo. 

Um evento está sendo realizado durante este feriado, neste ano, que tem o potencial para ser um outro rompimento desastroso dos muros (espirituais) de Jerusalém.

"Tomorrowland é um festival de música eletrônica que vai além de qualquer coisa que eu já ouvi, em termos de comunicação aberta e aliança com os principais principados demoníacos. O festival tem crescido para mais de 400.000 participantes na Bélgica, onde ela se originou em 2005."

Aqui está um exemplo da natureza abertamente demoníaca deste festival, como descrito por um intercessor confiável (tudo isso pode ser facilmente confirmado em uma rápida pesquisa na Internet):

"No palco central de Tomorrowland há uma enorme réplica do CERN - Portal de Colisor de Hádrons que vai girando de forma desacelerada. Você acha que existe alguma possibilidade de hipnose ou controle da mente acontecendo? Também no palco há um espelho gigante na qual a face digital criada da deusa Kali aparece e fala às multidões. Estas mensagens foram sedutoramente usadas falando com as massas de participantes ansiosos, assim como helicópteros sobrevoaram, e com faróis de luzes coloridas que atravessaram o céu noturno com uma poderosa voz profunda e masculina dizendo: Pessoas do Amanhã, como um novo capítulo se desenrola, você vai aprender sobre um homem, que conhecia os mistérios do universo a partir de dentro, por causa da sua visão uma grande obra foi concluída (CERN) com sua chave sagrada, a máquina pode forjar experiências únicas continuamente. A humanidade pode renascer. A pulsação deste dispositivo pode ser sentida por todos vocês. (Isto foi sendo falado com a imagem da CERN girando na frente das multidões).

 Com o espelho iluminado de cima, o rosto de Kali apareceu, uma voz doce, sedutora, fascinante, do sexo feminino disse: Há tanta coisa que pode acontecer de mal com as pessoas. Isso pode ser curado pela expressão de unidade pura. Segurem as suas pulseiras para que possamos testemunhar esta iluminação em conjunto (lembre-se que isso era dito de forma sedutora com o rosto da deusa hindu Kali mostrada num espelho gigante). KALI deusa Hindu de morte e destruição. Kali é a esposa de Shiva, o deus cósmico, senhor dos animais, senhor da dança cósmica, o Destruidor. Uma estátua de Shiva está fora da sede do CERN. "
 Aqui está uma citação direta do site da Tomorrowland da sua visão de unir sete cidades de passagem-chave do mundo para suas cerimônias no dia 23 de julho:

"No sábado, 23 de julho, o segundo dia de Tomorrowland, 7 países se unirão com o Povo do Amanhã na Bélgica. Será estabelecida uma conexão de vídeo ao vivo entre Tomorrowland (Bélgica) e México, Índia, Japão, Colômbia, Alemanha, África do Sul e Israel. Construindo pontes entre a Bélgica e o resto do mundo com uma conexão ao vivo do Tomorrowland, ao vivo DJs no palco UNITE local original da mágica atmosfera do Tomorrowland: isso é UNITE, o espelho para Tomorrowland. Pessoas do Amanhã, prepare-se para Unite ... 

NOTA: Eu fortemente os encorajo a orar para a cobertura do sangue do Cordeiro sobre você e sua família antes de ver qualquer um de seus fotos ou vídeos do site.


Algumas maneiras CHAVE PARA ORAR:

DIVISÃO - Apesar de Satanás, obviamente, usar esta arma contra os cristãos e crentes judeus messiânicos, Yeshua (Jesus) ensinou-o claramente como algo que devemos usar contra os poderes demoníacos e os controlados por eles:

"Então Jesus chamou-os para ele e começou a falar-lhes em parábolas:" Como pode Satanás expulsar Satanás? Se um reino se dividir contra si mesmo, tal reino não pode subsistir. Se uma casa está dividida contra si mesma, tal casa não pode subsistir. E se Satanás se opõe a si mesmo e está dividido, não pode subsistir; Seu fim chegou" - Marcos 3: 23-26


Depois de declarar a proteção do sangue do Senhor Jesus Cristo sobre nós mesmos e sobre nossas famílias, vamos declarar divisão sobre este esforço para "unir" as cidades dos portais e sua juventude em pactos demoníacos. Que possa haver divisão em seus relacionamentos, comunicações e tentativas técnicas de "unir". 

INTERRUPÇÃO - Em 2006, eu fazia parte de um grupo de pastores Jerusalém e líderes de ministério, que foram levados a proclamar na unidade que as portas para a nossa cidade seria fechada para um grande evento mundial gay, que era trazer mais de 100.000 gays juntos para dias de "folia" em Jerusalém. Isso também era para ser em torno do dia 17 de Tamuz. Mas o Hezbollah começou a disparar mísseis no norte de Israel, e o exército anunciou que, por razões de segurança, todos os grandes eventos foram cancelados, como eles não têm a mão de obra extra para fornecer segurança para eventos. Vamos concordar que haverá grandes rupturas deste evento, tanto em Jerusalém, e nas outras seis cidades e nações, onde ele está programado: Que o Senhor dos exércitos do Céus possa lançar seu poderoso arsenal de armas criativas para interromper e parar este evento de alcançar seus objetivos.

ATRASO - Há momentos em que somos chamados a atrasar os planos do inimigo quando ele tenta acelerar eventos antes do tempo do Senhor. Em Apocalipse 10:6 um anjo declara, antes de um derramamento de julgamento, que "Não haverá mais demora !" Isto implica que não houve tempos de atrasos na misericórdia de Deus. Há momentos em que nós, como intercessores precisamos proclamar: "Haja um momento de demora". Isto é como bater o "botão de pausa" sobre o que o inimigo pode mais tarde ser autorizado a fazer. Creio que este é um desses momentos, quando uma geração de jovens em Israel e em todo o mundo está maduro para um movimento poderoso do Espírito Santo. Oremos por este atraso, que esta geração não será inconscientemente varrida por  esta música de adoração profana usada para fazer pactos com os espíritos da morte, mas que esta geração será libertada do poder dos sons demoníacos para ouvir o som do Senhor, e para vir ao culto que dá vida, dado ao Único e Verdadeiro Deus Vivo. 

DECLARE seus louvores - É óbvio que os seres demoníacos  compreendem o poder da música para abrir os corações para os reinos espirituais. Como eles estão tentando enganar e capturar as almas dos jovens através da sua música demonica, precisamos libertar o poder muito maior da música de adoração ungida e  cantar "canções de libertação" sobre Jerusalém. Cerca de 25 anos atrás, recebemos uma designação do Senhor para combater um altar de 2.000 anos de idade a Baal localizado na propriedade da família real na Bélgica. Quando nos permitiram chegar a este lugar levados por um empregado que nos guiou para esse altar na floresta, encontramos uma pilha de pedras grandes, lisas. Nós sentimos que o Senhor nos guiou não para orar coisas alguma,  mas simplesmente adorar, e nós cantamos: "Pois tu, Senhor, está elevado acima de todos os deuses ... Nós exalamos a Ti". Quando outra equipe foi lá apenas seis meses mais tarde, o funcionário ficou chocado ao descobrir que a pilha de pedras de 2000 anos de idade tinha desintegrado em pequenas pedras espalhadas no chão!


DIVULGAÇÃO - Precisamos orar para que isso não fique ou permaneça em oculto, pelo contrário, será exposto e revelado, especialmente aos líderes espirituais / porteiros e intercessores das sete cidades / países-alvo. Além disso, precisamos orar para que os jovens, e especialmente a juventude de Israel, não se deixe levar pelas mentiras do inimigo e atraídas para suas armadilhas.

Oremos para que esta geração em Israel não seja enganada permitindo que "A Terra se case com Baal", mas que eles vão e possam receber e promulgar a revelação de Isaías 62: 4b, 5a: "... "que O Ele vai se casar com a Sua terra. Porque, como o jovem desposa uma virgem, os filhos de Israel vão se casar com a Terra. "


Isaías 49: 24-25 - "Pode ser tirada a pilhagem dos guerreiros? Acaso, os cativos podem fugir do tirano? Mas, assim diz O ETERNO: "Sim, os cativos serão tomados do guerreiros, e a pilhagem será recuperada do tirano, porque Eu vou lutar com os que contendem contigo, e Eu Salvarei os seus filhos."

Rick Ridings

Succat Hallel (24/7 adoração e oração com vista para o Monte do Templo em Jerusalém).

Eu pessoalmente estive adorando ao Nosso Deus com irmãos brasileiros e membros da SUCCAT HALLEL anos atrás olhando para os muros do Monte Sião. Nunca me esqueci daquela oportunidade e experiência que tivemos ali. Este é tempo de juntarmos nosso coração diante d'Aquele que pode nos ouvir e nos responder dos Céus, do Alto da Sua Glória.

Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem
CASA APOSTÓLICA

sexta-feira, 15 de julho de 2016

CHUKAT - ESTATUTOS




CHUKAT -  ESTATUTOS

Números: 19:1 A 22:1
Juízes: 11:1 a 33 
João: 3:10 a 21

Núm. 19: 1 e 2 - ׳׳e disse mais O Eterno a Moisés e a Arão dizendo: Estes são os estatutos da Torah que O ETERNO ordenou dizendo: Fala aos filhos de Israel que vos tragam uma NOVILHA VERMELHA, perfeita, sem mancha, que não tenha levado jugo sobre o pescoço."

Para todos os seres humanos, encerrados todos sob a pena de Morte pelo pecado, nascemos, crescemos, aprendemos, descobrimos, conquistamos, logramos êxito, casamos, geramos filhos mas, há momentos que invariavelmente vamos ter de lidar com a morte. Antes de encararmos este último inimigo a ser vencido como está escrito: 

I Cor. 15:28 - "O último inimigo a ser destruído é a morte."
Ap. 20:14 - "Então a Morte e o Inferno foram lançados para dentro do lago de fogo."
Ap. 21:14 - "... e a morte já não existirá, há não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram."

Há na vida de qualquer pessoa uma linha ascendente e outra descendente... Há um momento em que se percebe que a carne começa a se desapegar dos ossos; que a visão começa a desfocar; que surgem algumas dores que não estavam ali... Todos acabam lidando com isso na vida de pessoas amadas: avós, tios, pais... 
Alguns levam as crianças aos cemitérios logo cedo, como querendo (por bons motivos), que as crianças se acostumem e achem normal ter de se encarar com a morte quando em vez na vida. Há outros que procuram ao máximo preservar seus filhos desta fatalidade, fruto do pecado, como se isso não fosse normal, mas, fruto de uma luta encarnada, travada até o último dia de nossa vida em que pelo MASHIACH, não sucumbiremos derrotados, mas, dormiremos Nele, como o ladrão que pediu: "Mestre, lembra-te de mim, quando entrares no Paraíso", ao que YESHUA respondeu: "Ainda hoje estarás comigo no Paraíso!". Esta é a nossa Fé, a nossa Bendita Esperança... Mas, até aquele dia... Nossa luta é diária, contínua, sem tréguas...

Depois das revoltas de Korach; depois de Arão e Miriam levantarem-se contra Moisés, e principalmente depois de toda a nação ter pecado contra Deus, não crendo que O Eterno os conduziria para tomarem a Terra Prometida, fato que lhes garantiu a morte naquele deserto... A cada dia os problemas daquele deserto pareceram mais graves; o deserto pareceu mais quente; a vida mais difícil; os inimigos mais terríveis... 

Miriam morre;
Arão descobriu que O Eterno tem um jeito peculiar de lidar com os ungidos. Quando sua irmã e ele pecaram contra Moisés, ele, Arão, O Sumo Sacerdote, Ungido de Deus, diferente de sua irmã que ficara leprosa, aparentemente não sofreu nada, até que O ETERNO o chama sobre o Monte Hor, juntamente com o seu filho Eleazar, príncipe dos príncipes de Israel, e simplesmente a unção está tão misturada com a vida do Ungido, que não se tem como "des-ungir" um Ungido... Quando as vestes Sumo-Sacerdotais, símbolo de seu ministério são tiradas dele e postas em seu filho, Arão cai morto instantaneamente... Arão morreu.

O povo chora por 30 dias sua morte. O Luto parece constante entre os israelitas neste tempo. Época muito difícil na vida de qualquer pessoa, em que familiares começam a morrer... Durante décadas parece para alguns que isso nem existe, de repente morre um e outro e outro... 

Ainda nos últimos dias de Arão, o povo mais uma vez se insurge contra Deus, Moisés e Arão e declaram mais uma vez que queriam voltar ao Egito, e a se lembrar das coisas "BOAS DA ESCRAVIDÃO", e que estão num deserto, sem água, e que O MANAH é um PÃO VIL... 

Quanta amargura! Parece que a morte que alcançará a todos sai da própria boca de cada um deles...

Moisés chega a seu limite e tendo ouvido de Deus para falar à Rocha, para que Deus desse água àquele povo, o próprio Moisés contamina-se com a morte...

Moisés fica tão irritado, está tão indignado que ele mesmo alça a voz contra o povo... Não era necessário, toda aquela geração já estavam sentenciados à morte! Moisés não se levanta apenas contra a nação, mas, fere a Rocha por duas vezes, como se pudesse fazer mais dramático, ou mais vigoroso o que Deus estava por fazer... Pois, porque Moisés não SANTIFICOU O NOME DE DEUS, diante do povo, também ele não passaria para possuir a Terra que sob juramento O Eterno prometeu a seus pais...

Mais murmuração, mais mortes... Agora Deus envia serpentes abrasadoras para picarem e matarem os filhos de Israel...
Nações irmãs dos israelitas como os Edomitas, filhos de Esaú, mesmo ante promessas de paz e de que não tocariam em nada que lhes pertencesse, responderam com violência a Israel impedindo que passassem por aqueles lugares... Tudo parece mais difícil, a cada dia mais pessoas morreram... Parece que o luto torna-se constante...

Aquela geração estava em declínio. O Poder da Morte estava cada vez mais presente sobre suas famílias, e sobre suas vidas...

Houveram conquistas, mas, em meio a tantas dores, lutas, lutos, separações, rebeliões...

Mas, Deus permanece sendo Deus. O Seu Trono de Justiça e Equidade permanece para Sempre! ALELUIA!!!

Oramos diariamente: "Avinu Shebashamaim Yitkadash Shemechá" (Pai nosso que está nos Céus, Santificado seja O Teu Nome) - e a cada dia percebemos que é Deus em nós (Emanuel), e ainda O MASHIACH em nós, a nossa Esperança de Glória. Ele mesmo toma a iniciativa e opera a conclusão de todas as coisas; percebemos que não somos os principais artistas, mas, os coadjuvantes que vão dar lugar para que O ETERNO REINE!

Há ordenanças que Deus simplesmente exige que sejam cumpridas. Na Parashá de Berrucotai, vemos isso! Há estatutos que aparentemente não há explicações pelo que devem ser cumpridos, apenas ordenanças para que os cumpramos... pois é simples assim! Não fomos chamados para entender! Fomos chamados para obedecer! Há sábios segundo o mundo; democratas e filósofos que acham um absurdo isso! Como? Porque? "Penso, logo existo!" kkkkkkkkkkk

Deus deve rir muito da sabedoria dos homens... No pecado nossos limites foram estabelecidos quando a alma foi separada do nosso espírito e a nossa percepção e compreensão tornou-se tão, mais tão limitada... 

Há pessoas que se acham sábias aos próprios olhos e que consideram ignorantes todos os outros... "Encucaram-se por sábios, tornaram-se loucos!" - O Mal de ter 1% a mais de capacidade mental que todos os outros, é achar que isso é algo comparável a Deus... O povo de Israel murmurava porque achava que era melhor voltar para o Egito; que outros seriam líderes melhores; que se estivesse na posição de liderança agiriam diferente deste ou daquele; que com as suas características de LIDERANÇA, e com a sua PRÓ-ATIVIDADE, e sua ÉTICA e sua visão DEMOCRÁTICA e PARTICIPATIVA, lograriam êxito muito mais AUTO-SUSTENTÁVEIS...

Meu Deus! As serpentes abrasadoras já morderam tais pessoas!!!

O engano da suficiência humana, diante da verdade que somos absolutamente insuficientes diante de Deus, deveria nos pôr a todos sempre de joelhos Diante do Eterno, mas, não! Há pessoas que percebendo isso ainda possuem uma posição POLITICAMENTE CORRETA!

Todos conhecemos a história de Nicodemos, que foi até Yeshua à noite, quando ninguém o poderia ver, importante que era indo até O SENHOR! O orgulho nos cega!

Nicodemos passa a lisonjear a Yeshua, reconhecendo que ninguém poderia realizar os sinais que O Mestre fazia se Deus não fosse com  ele. COVARDE! Nicodemos via que YESHUA era O MASHIACH, mas, não tinha coragem de reconhecer publicamente!

Yeshua passa a ter uma conversa com aquele que era um homem muito importante dentro da religião daqueles dias, mas, esta parece uma conversa de louco, porque Nicodemos fala de coisas naturais e Yeshua só responde para ele coisas espirituais...

Yeshua diz que quem não nascer de novo, não Pode Ver O Reino dos Céus;
Yeshua diz que quem não nascer da Água e do Espírito, não podem entrar no Reino dos Céus... Pois bem, se alguém não pode ver, como entrar? Como achar a porta?

Yeshua disse: "Quem crer e for batizado será salvo". O Batismo é um mandamento? Sim claro que é! 

O Rito do batismo salva? Claro que não!

Se não está no Rito (no realizar), porque temos que fazer então? Porque Yeshua mandou? Claro! 

Deus mandou que o povo trouxesse uma novilha vermelha, perfeita, sem defeitos, para O Sumo Sacerdote Eleazar. Ele deveria sacrificar a Novilha Vermelha a PARAH ADUMAH, fora do arraial. 

Hoje os estudiosos em Israel reconhecem que o local onde se sacrificou a Novilha Vermelha na época do primeiro e segundo templo foi no Monte das Oliveiras de onde se entende Yeshua ter subido aos Céus. Tudo na PARAH ADUMAH era para ser queimado, couro, carne, até os escrementos... tudo! O Pau de cedro, o Hissopo e o estofo carmesim, geralmente usados nos ritos de purificação deveriam também ser lançados no fogo. Depois da Novilha Sacrificada, o Sumo Sacerdote tomava do Sangue da Novilha e aspergia sete vezes para frente do Santuário. Todas estas coisas foram ordens de Deus! Porque? Porque Ele mandou! Sim porque Sim!

Deus mandou que Moisés construísse uma serpente de Bronze e a colocasse em seu cajado. Todos os que tivessem sido picados pelas serpentes abrasadoras, quando olhassem para a Serpente de Bronze seriam curados. Porque? Porque Deus mandou! Sim porque Sim.

"Pois assim como a serpente foi levantada no deserto, importa que o Filho do Homem seja levantado" e "para que todo aquele que Nele crer, não pereça, mas, tenha a Vida Eterna!"

I Cor. 15: 56 a 58 - "Onde está, oh morte, a tua vitória? Onde está, oh morte, o teu aguilhão? O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado e'a lei. Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor YESHUA HAMASHIACH. Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão."

Se Deus mandou: faça! Se Ele disse: Creia! Se Ele te enviou: Vá! Se Ele te diz para ficar: Fique!

Há coisas que Ele nos explicará totalmente, pois somos filhos, somos da luz, para as pessoas Ele falava por parábolas e para os discípulos Ele explicava tudo claramente... Porém, Ele continua sendo Deus, e nós continuamos dependentes Dele totalmente! Confie! Obedeça! Bendiga! Santifique O Nome de Deus!

Para aquele povo no deserto não havia mais esperança! Eles jogaram tudo fora! Para nós há! Para Josué e Calebe havia esperança! Eles foram vendo morrer e sepultaram aquela geração toda, mas, confiaram nas promessas que lhes foram feitas por Deus.

Sim, muitos de nós ainda vamos enfrentar a morte, vamos enfrentar dores, vamos nos sentir sozinhos, vamos passar por momentos de dificuldades, mas, nós vamos nos purificar da Morte por meio de um só a saber JESUS CRISTO DE NAZARÉ - YESHUA HAMASHIACH! 

Zombe da morte, não porque você tem mais poder do que ela; mas, porque YESHUA a venceu! E porque um dia nós a veremos sendo lançada no Lago de Fogo! 

Olhe para Yeshua, Ele foi crucificado, se fez pecado e maldição, se enfermou para que fossemos perdoados, e sarados e para que as bênçãos advindas da Fé, por nosso Pai Abraão nos alcançasse. 

Hb.: 9: 11 a 15 - "Quando, porém, veio O MASHIACH, como Sumo Sacerdote (COHEN GADOL), dos bens já realizados, mediante O Mairo e mais perfeito Tabernáculo; não feito por mãos, quer dizer, não desta criação; não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas, pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido Eterna Redenção.
Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais O Sangue do MASHIACH, que, pelo Espírito Eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus Vivo! Por isso mesmo; Ele é O Mediador de Nova Aliança, a fim de que, intervindo a morte para a remissão das transgressões que havia sob a primeira aliança, recebam a promessa da Eterna Herança aqueles que têm sido chamados."


Não aguento! Vou cantar...


"Tu és, a minha porção;
Tu és, a minha herança; 
Tu és a minha porção e a minha herança..."


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem