sexta-feira, 29 de abril de 2016

ACHAREI MOT - APÓS A MORTE



(COHANIM - Sacerdotes todos de branco - cobertos por seus Talits, fazendo a Birkat Cohanim - A Benção Sacerdotal e invocando O Nome do Eterno sobre todo o povo)


ACHAREI MOT - APÓS A MORTE

Levítico: 16: 1 a 18: 30
Ezequiel: 22: 1 a 19 
Hebreus: 9: 11 a 28

Lev. 16: 1 - "E falou O Eterno a Moisés depois da morte dos dois filhos de Arão, quando se aproximaram da Face do Eterno e morreram:..." 


Deus colocou um querubim e uma espada flamejante, impedindo que o Homem pudesse voltar para O Éden, por conta do pecado. Desde a queda do homem, geração após geração, O Nosso Pai Eterno tem chamado o homem para perto de Si. Cada vez mais e mais o ser humano desfruta de um tipo de relacionamento absolutamente mais profundo do que até então qualquer um tinha vivido. Mas, Deus continua Santo e o homem continua preso ao Pecado e por isso Impuro, diante do Deus Vivo.



Quando O Eterno enfim manda que um Santuário fosse edificado e chama pessoas para oficiarem Diante de Sua Face, Deus manda que se construísse uma Arca de Madeira que revestida de ouro e cuja tampa fosse inteiramente de ouro puro, seria O Local onde Deus se encontraria novamente. Quando o homem estava no Éden, todos os dias quando ia escurecer, Deus chegava, para que seu filho, o ser humano jamais vivesse em trevas...



O Salário do Pecado é a Morte, e sem Sangue, não há remissão de pecados. Por isso, o fato de Deus ter aberto um caminho para o relacionamento, isso não quer dizer que este Caminho pode ser trilhado de qualquer maneira. "O Temor do Eterno é Fonte de Vida!"



Uma vez ao ano no YOM KIPUR, O Sumo Sacerdote, tirava suas Vestes Gloriosas, e punha Vestes de Santidade. O mesmo tipo de roupa que todos os Sacerdotes usavam... Inteiramente branco de linho. Desde a roupa de baixo até a Mitra (O Turbante), que lhe cobria a cabeça... Tudo de Linho, tudo puro, tudo santo...



O Sacerdote não podia entrar sem primeiro encher o Lugar Santo de fumaça de Incenso. Ele não podia entrar sem O Sangue de um Novilho e de um bode, embora fossem dois bodes destinados a este ritual. O Novilho e um dos bodes eram sacrificados e o sangue de ambos levados em bacias para dentro do Lugar Santo e depois para o Santo dos santos, onde O Sacerdote, primeiro aspergiria o sangue para cobrir os seus pecados diante de Deus e depois para que O Eterno pudesse cobrir os pecados de toda a nação de Israel.



À semelhaça de todos estes ritos descritos nesta Parashá, Yeshua não entrou num Tabernáculos feito por mãos humanas, e nem precisou do sangue de toros e de bodes, para ser aceito pelo ABA, no Monte Sião Eterno. Ele derramou o seu próprio Sangue por amor de nós e não precisou fazer expiação por si mesmo, pois foi Puro e Irrepreensível por todos os dias de sua vida terrena.



Em Hebreus capítulo primeiro, este Reencontro é narrado. "Assenta-se ao meu lado até que Eu ponha todos os teus inimigos por estrado de teus pés" e ainda lhe disse: "Pede-me e dar-te-ei as nações por herança e as extremidades da Terra por tua possessão".



O Ser que Deus criou para governar, para estabelecer O Seu Reino neste mundo natural, rejeitou o que sempre O Eterno quis lhe conceder: Poder, Domínio, Autoridade, Governo, Superabundância,  tudo... 



O Sumo Sacerdote entrava no Santo dos Santos e depois de aspergir O Sangue pelos pecados do povo, tendo enchido todo o lugar de fumaça de Adoração, até que a sua própria carne sumisse Diante da Presença do Eterno, então O Sumo Sacerdote gritava O Nome do Eterno, assim como está escrito: "e todo aquele que Invocar O Meu Nome será salvo!"



O Sangue permitia isso, as Vestes de Santidade apontavam para isso, A Fumaça da Adoração preparavam este Encontro e então O Nome Pronunciado e O Perdão liberado!!!



Como deve ter sido Glorioso para toda a nação de Israel, quando pela primeira vez, Moisés e Arão entraram juntos na Presença de Deus, na Santidade das Santidades, do MISHKAN, edificado para Deus. A Glória de Deus se ascendeu sobre toda a nação. O Gozo daquele momento foi celebrado e contemplado por todos, até que Nadabe e Abiú, que por serem filhos de Arão tinha acesso, deixaram O Temor de Deus de lado. E MORRERAM!



Deus demonstra que O Gan Éden está onde sempre esteve, mas, ao homem é impossível voltar para lá, pois "MORRENDO MORREREIS". 



Yeshua entregou-se na Cruz, de onde ainda forte bradou: "PAI ESTÁ CONSUMADO, A TI ENTREGO O MEU ESPÍRITO!" - Ninguém o matou, ou poderia fazê-lo! Antes Ele mesmo, Yeshua mesmo, se entregou por nós, como O Sacrifício através do qual O Homem novamente teria acesso à Presença de Deus.


E então novamente subiu até À Presença do Pai, nas Maiores Alturas, entregando o seu Sangue Puro, Inocente, Precioso...


Ele que como "o bode emissário" - Levou os nossos pecados para longe de nós, ele como as novilha vermelha cujas cinzas podiam Purificar as pessoas; Ele O SACRIFÍCIO PERFEITO DE DEUS. O Livro de Vaykrá fala de uma só pessoa, bem como a Torah e toda a Bíblia: YESHUA HAMASHIACH, Jesus Cristo de Nazaré!



O homem poderia ter se mantido puro e irrepreensível.

Adão poderia nunca ter comido do fruto proibido;
Caim poderia nunca ter matado a Abel;
Os irmãos poderiam não ter vendido a José;
Nadabe e Abiú poderiam nunca ter afrontado a Deus com fogo estranho;
Ananias e Safira poderiam jamais ter mentido ao Espírito Santo;
Saul poderia jamais ter permitido a morte de Estevam;

YESHUA PODERIA JAMAIS TER SE ENTREGUE POR AMOR DE NÓS...


Mas, ACHAREI MOT - Depois da Morte... 


A Maldade do homem é evidenciada e a necessidade de Deus reconhecida; o justo derramou seu sangue, que era o salário pelos pecados do injusto; parece haver prazer na morte dos justos Abel e Estevam, como em se vender o Resgatador José. Sem saber aqueles que merecem a morte, conscientemente vendem e matam, os que lhes apontavam O Caminho...

Por fim como disse Caifás, pelo Espírito Santo, sem saber que profetizava, porque era O Sumo Sacerdote em seus dias: 

Jo. 11: 49 a 51 - "Caifás, porém um dentre eles, sumo sacerdote naquele ano, advertiu-os, dizendo: Vós nada sabeis, nem considerais que vos convém que morra um só homem pelo povo e que não venha a perecer toda a nação. Ora, ele não disse isto de si mesmo; mas, sendo sumo sacerdote naquele ano, profetizou que jesus estava para morrer pela nação."

A morte de Nadabe e Abiú; de toda a descendência de Caim (no dilúvio); de Ananias e Safira, evidenciaram a contaminação e a destruição que o pecado pode causar, cauterizando as mentes, trazendo destruição e o juízo de Deus, mesmo diante da Glória de Deus, da Aprovação de Deus e da Graça de Deus.

Um Reino de Sacerdotes, todos vestidos de branco, não como um uniforme, mas, tendo suas vestes sido purificadas no Sangue do Justo Jesus. Todos com livre acesso diante do Pai, todos!


Yeshua nos alerta que é melhor chegar numa casa enlutada, do que numa casa aonde há festa, porque ACHAREI MOT... Depois da morte...

O Temor necessário para levar um homem a acessar A Santidade das Santidades, é o combustível que vai mantê-lo vivo. A expectativa que toda a nação de Israel ficava ao ver no Yom Kipur, O COHEN GADOL, entrar até o KODASH HAKODASHIM, e depois de oferecer o sangue dos sacrifícios a Deus e de lhe invocar O Nome (Bendito seja Eternamente seu Nome), por vê-lo sair, é sem dúvidas uma sombra da expectativa que há em nossos corações, pela volta do Nosso Glorioso MASHIACH.

Se lá no passado, depois de sair da Presença de Deus os Cohanim e o Cohen Gadol invocavam O Nome do Eterno sobre Israel, sonhem com O Dia em que O Nosso COHEN GADOL YESHUA HAMASHIACH, sairá da Presença do Pai, para nos tomar para si, e para dizer: Vem Amada minha!

Heb.: 9: 27 e 28 - "E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação."


YEVARECHECHA ADONAI VEISHMERECHA
YAER ADONAI PANAV ELECHA VEICHUNEKA
YSSA ADONAI PANAV ELECHA VEISSEM LECHÁ
SHALOM! 

(BIRKAT COHANIM - Que O Eterno te abençoe e te guarde; que O Eterno levante O Seu Rosto sobre ti e tenha de ti Misericordia; que sobre ti O Eterno levante O Seu Rosto e te dê Shalom!)

TEMA O NOSSO DEUS E SONHE COM AQUELE GLORIOSO DIA... 

O ESPÍRITO E A NOIVA DIZEM: VEM!

KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

Nenhum comentário:

Postar um comentário