quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

SHEMOT - NOMES




SHEMOT - NOMES

Êxodo 1:1 a 6:1
Isaias 27: 6 a 28 a 28: 22 e 23
Atos 7: 17 a 37

Estes são os nomes dos filhos de Israel, que entraram em Mitzraim (no Egito)... (Exo 1:1)

Quem é o principal personagem de Êxodo?
Dos Nomes, "Shemot", qual se destaca? São alguns versículos na Torah, na história alguns séculos... SÉCULOS... Pensando na história do Brasil, quando estamos nos aproximando do BICENTENÁRIO de nossa Independência de Portugal, nos deparamos com a realidade de que sabemos tão pouco sobre como era o Brasil colonial, e como de fato se deram as coisas, para o Brasil ter sua própria história... Dobre este período de tempo, e tente imaginar que não há livros, televisão, faculdades, ou outros meios para se registrar as origens deste povo que está lá... no Egito.

Hoje no Brasil, há gente de olhos puxados e pela amarelada que se diz: Brasileiro; Outros são negros e outros são de pele escura, mas, tem olhos puxados e se dizem Brasileiros; Outros são tão brancos, que ficam rosados por causa do sangue que corre na pele quase transparente quando correm ou ficam nervosos e se dizem Brasileiros; Outros são peludos que as sombrancelhas se juntam e parece que se originaram dos ursos, e se dizem Brasileiros... Cada uma destas etinias veio para cá, há menos tempo, muito menos tempo do que os hebreus estiveram no Egito, e não se dizem asiáticos, europeus, africanos, se dizem Brasileiros. Torcem pelo Brasil, se casam entre si, há muita discriminação e ao mesmo tempo miscigenação, mas, há algo em comum, ninguém lembra quem eram seus tetra-avós... Ninguém sabe ao certo como antepassados vieram para o Brasil, e muito menos como viviam nas terras de onde viveram...

Uma das brincadeiras de criança de origem mais maligna que existe... SURPREENDAM-SE COM ISSO: É... "O TELEFONE SEM FIO"... Calma! Nada contra os celulares.... Mas, a brincadeira que todos nós já fizemos de juntar uma fila de pessoas e falar para uma delas uma palavra ou frase, para que esta passe a informação para a detrás, e assim por diante até que se verifica que no final da fila, o que se disse não parece com nada com a frase que foi dita no início. Porque isso é MALIGNO?

Porque se incuca na mente de nossas crianças que é impossível que informação seja passada por muitas pessoas e se mantenha fidedigna depois de algum tempo.

Tal brincadeira deveria ser realizada como um desafio à excelência e à bravura, de se fazer o que fosse possível para que a informação fosse preservada intacta desde que foi proferida até o seu destino final... Como estamos numa guerra de culturas, vai aí mais uma sugestão de mudança!!!!

Os nomes citados no início de Êxodo, tal qual era a tradição dos antepassados de se compartilhar as histórias antigas às gerações mais novas, Cantando, repetidamente frisando nomes e situações, preservou até à pena de MOSHE RABEINU, tudo o que ocorreu desde: "BERESHIT BARÁ ELOHIM...", até aqueles dias de sofrimento do povo, em que O Eterno ouvindo o seu clamor, levantou Moisés para libertá-los.

Os nomes dos Patriarcas, certamente tornaram-se lendários, e a longevidade que ainda era uma marca dos hebreus embora estivesse diminuindo, prendendo as pessoas todas no máximo de 120 anos, ainda permitiu que muito se perpetuasse...

Dentro das famílias dos filhos de Israel que foram para o Egito, tradicionalmente se diz que o Patriarca mais longevo foi Levi, que foi o último a morrer, tornando-se inquestionavelmente o responsável por manter toda a história e legado desde Adam até os seus dias para instruir e fazer lembrar seus filhos dos poderosos atos do Nosso Deus, O Criador dos Céus e da Terra.
Dos filhos de Levi, vieram Guershon, Kohat e Merari - sendo destes três o mais longevo Kohat (Coate), e este foi pai de Amram, que foi pai de Miriam, Aharon e Moshe.

O zelo para contar o que se fez desde os dias da Criação para nós aqui no século XXI, da Era Comum, foi Zelo de Deus, e sempre houve um ponto de ligação entre as gerações, com homens notáveis que pessoalmente ouviram o que O Eterno fez e tiveram zelo por compartilhar tais maravilhas com as gerações futuras assim, Matusalém foi contemporâneo de Adão, o homem que foi feito pelas mãos de Deus, e este conviveu com Shem (filho de Noé), que viveu tanto depois do dilúvio a ponto de ser chamado no livro de Hebreus de um homem "sem genealogia e nem princípio de dias" - Melquisedeque, pois tinha vivido um século antes do Dilúvio e viveu Cinco Séculos depois dele sendo contemporâneo de Abraão e Isaque e viveu até os dias de Jacó.

Jacó que foi para o Egito e gerou não só os Patriarcas mas também transportou para eles as riquezas gloriosas dos Patriarcas e de Noé, e do que O Eterno fez promovendo O Plano da Redenção, declarando que viria um para ESMAGAR A CABEÇA DA SERPENTE!

Temos uma pergunta ainda sem resposta: Qual é o Principal Nome de SHEMOT (dos Nomes)?

Por certo alguns dirão:  Moshe!

Outros se lembrarão que foi nestes dias e registrado neste Livro que O Eterno revela O SEU NOME!
BENDITO SEJA O SEU GLORIOSO NOME!!!!

Deus se apresenta para Moshe, como o Deus de seus pais, O Deus de Abraão de Isaque e de Jacó, mas, revela a Moisés O Nome que nem os Patriarcas conheceram... Foi Ele, O Eterno que tomou a iniciativa de chamar Moisés, para ir libertar O Seu Povo...

A história do Êxodo do Egito no entanto é uma figura, uma alusão, na coincidência das datas, dos símbolos e do livramento embora que físico e literal, do que O Eterno desejou e deseja fazer com cada pessoa que tendo saído da TERRA PROMETIDA (Pois todo ser humano que nasceu nestes 6 Milênios deveria ter nascido no GAN EDEN - No Jardim do Éden), e tem vivido neste mundo cheio de opressões e de Faraós (senhores), escravos a um sistema cruel que te oprime e que ao mesmo tempo te dá uma falsa impressão de que as coisas de épocas em épocas melhoram, como se dava com as Cheias do Egito que traziam a prosperidade para a Terra dos Faraós...

Para sacar um povo da Terra do Egito e levá-los à Terra Prometida, é necessário fazer primeiro com que as pessoas percebam que o Egito não é o seu lugar...

O ser humano é extrememente adaptável e esta característica que nos tem mantido vivos, também permite que nos adaptemos às piores situações e com o passar do tempo nos acostumemos a elas, e se não tivermos cuidado, as gerações vão achar que vida é isso, algo ruim, difícil, penoso, sofrido, sendo que isso está longe demais do que O Autor da Vida projetou.

Depois da morte de José e dos Patriarcas todos e daquela geração, as pessoas foram se esquecendo das histórias, das lembranças memoriais de uma Terra Prometida a Abraão, e foram vivendo no Egito, que depois que venceu a Fome nos dias de José, voltou com o passar do tempo a ser a maior potência mundial de seus dias, com a maior tecnologia e poder militar que havia...

Historicamente houve uma crise com um povo chamado Hicsos, que foram expulsos do Egito para o Norte e que pode ter preciptado uma indisposição dos egipcios e de seus governantes a povos que viviam entre eles, mas, que mantinham suas próprias características...

Em algum momento os hebreus que se multiplicaram extraordinariamente na melhor região do Egito que era a Terra de Goshen, lugar que José colocou sua família, para pastorearem seus rebanhos, foram escravizados e passaram a ser tratados de forma desumana e cruel, e quando as coisas começaram a piorar, certamente os Anciãos, os que guardavam as histórias e as promessas começaram a ser procurados, e uma brisa de esperança começou a fluir entre eles, no meio do tormento que foi aquele período...

Tal tormento foi piorando, pois além da escravidão, da obrigação dos filhos de Israel trabalharem fazendo tijolos, num serviço pesado e muito sujo, com a multiplicação de suas famílias, o Faraó, dá ordens às parteiras que matassem os filhos homens que nascessem. As parteiras não fizerm isso e o Faraó, ordenou que jogassem os filhos homens no Nilo.

A crueldade e a covardia de atacar os recém nascidos é muito conhecida na história, pois a primeira promessa, a Primeira Palavra Profética da Bíblia é que viria um do Fruto da Mulher que Esmagaria a cabeça da Serpente, e a mesma coisa que fez O Faraó, fez também Herodes, na tentativa de se impedir a manifestação do MASHIACH.

Amram, filho de Coate, filho e Levi se casa com Yocheved (Joquebede), sua tia, irmã de Coate seu pai, e gera Miriam. Este nome fala da Amargura sendo lançada fora, e talvez fale do tempo em que as coisas ficaram muito difíceis no Egito para o povo de Deus. Arão era três anos mais velho que Moisés, e enquanto o primeiro varão desta família tenha sido livrado pela parteira, Moisés, nasce no tempo em que os filhos dos hebreus são jogados no Rio Nilo como sacrifício a este deus egípcio...

Deus, O Todo Poderoso, ZOMBA DE SEUS ADVERSÁRIOS e cuidadosamente leva aquele menino, que não foi escolhido pela sorte que teve, mas, teve tal sorte pelo Plano Eterno do Nosso Deus, por isso nasceu nesta família, por isso nasceu nesta época, por isso, foi levado num cesto de juncos às mãos da filha de Faraó, conhecida na história como Bitiá ou Batiá.

Esta como não teve filhos naturais e não podia amamentar a MOSHE, nome que deu à criança que pode tanto significar (tirado das águas), como (Filho em egipcío), permitiu que a criança fosse amamentada por uma das mulheres hebréias que perderam seus filhos, e a mulher que amamentou o agora Filho da Filha do Faraó, foi Iocheved, a própria mãe de Moisés.... SÓ O ETERNO É DEUS!!!!

Moisés é alfabetizado e instruída no maior centro cultural do mundo naqueles dias... Aqueles que foi escolhido por Deus para escrever a Torah, precisava de características, instrução, informação, capacitação para obra que Deus queria realizar com ele. Assim vemos hoje artistas, empresários, cientistas, comunicadores, que jamais imaginam o Propósito Eterno que Deus tem com cada um deles, e este Deus Bendito, não teme enviar aqueles que Ele vai usar para se graduarem justamente nas escolas que eles vão combater, porque O Nosso Deus É O Senhor do Universo!

Depois de 40 anos, e de Moshe estar cheio de força e vigor, e entender que era alguém destinado para acabar com aquela injustiça praticada contra o seu povo, Moshe, se engana, achando que pode libertar o povo com a força de seus braços, e ao defender um hebreu e matar um egípcio, ele terá que descobrir que vai ser com a Força do Braço do Eterno que o povo será livre da escravidão do Egito e não com política, com persusão humana e tão pouco com poder bélico, mas, pelo BRAÇO FORTE DO ETERNO.

Moisés foge do Egito para não ser morto, e matricula-se na Escola do Espírito, o tempo em que ele viveu no Egito, agora vai viver no deserto entre os Midianitas. Os mesmos midianitas que levaram José para o Egito e lá o venderam, são aqueles que vão cuidar de Moisés, aquele que vai ser usado para arrancar todos os hebreus de lá.  Moisés buscou abrigo com Reuel (Jetro - Sacerdote de Midiã), de quem tomou a filha Tziporah para com ela se casar... Depois de décadas cuidando dos rebanhos de seu sogro tendo-se já por certo esquecido da glória que viveu no Egito e dos sonhos de ser realmente alguém especial e possível libertador de seu povo, MOSHE se dedica a buscar uma ovelha desgarrada no Monte Horebe, O Monte Sinai. Já avançado em dias, pai de dois filhos Eliéser e Guershon, Moisés não espera mais nada grandioso de sua vida, e semelhante ao que ocorreu ao Pai Abraão e com incontáveis servos seus na história, quando alguém acha que não é mais possível, quando não dá mais, quando não há mais forças para se realizar algo grandioso, aí é que entra o Nosso Deus para dizer: Agora sim vamos começar!

O Deus que anuncia O Fim desde o Início, aparece no meio de uma Sarça, um espinheiro, um arbusto fruto da maldição da Terra em consequência dos pecados do homem, e ali, no meio de um espinheiro (SINEH), no Monte do Espinheiro (SINAI), Deus fala com Moshe e se apresenta para Ele de forma Gloriosa e Inesquecível...

Duas das mais gloriosas declarações manifestadas aos homens são pronunciadas nesta hora:

"VAIOMER ELOHIM EL-MOSHE: EHIEH ASHER EHIEH" -

E disse Deus a Moisés: "Eu Serei quem Eu serei"

Não no passado, não no futuro... O ETERNO NA ETERNIDADE!!!

"VAIOMER OD ELOHIM EL-MOSHE KO TOMAR EL-BENEI ISRAEL "YHWH" ELOHEI AVOTEICHEM ELOHEI AVRAHAM, ELOHEI ITZCHAK, ELOHEI YACOV SHELAHEINY ELEICHEM ZE SHEMI LEOLAM VEZE ZICHRY LE DOR DOR"

E disse então Deus a Moisés: "Deves dizer aos filhos de Israel "HASHEM" O Deus de seus pais, O Deus de Abraão, O Deus de Isaque e O Deus de Jacó, me enviou a vocês! ESTE É O MEU NOME ETERNO e assim devo ser lembrado de geração em geração".

MOSHE foi abençoado a ponto de ser o portador desta grande bênção, fazer conhecido O Nome do Eterno. Anunciar a todos que Ele é a resposta, a esperança, a alegria, a paz, a solução, a segurança, a provisão, a cura, a vida, a eternidade.... (quão pequeno sou e como sou limitado, para expressar a GRANDIOSIDADE DO NOSSO DEUS).... "EHIEH ASHER EHIEH" - "EU SEREI QUEM EU SEREI"

A manifestação Gloriosa do Nosso Deus se deu primeiro no coração de um homem, e este foi falar ao seu povo, e no início eles não creram... No início o Faraó zombou, e disse que não deixaria o povo de Israel sair do Egiro, mas, o povo de Israel, o povo hebreu, o povo do Egito viu emergir um Reino de não vem de forma visível... Um Reino que Deus põe dentro do coração de pessoas que vão crer e por isso vão pregar, vão anunciar, vão proclamar ao Cativo: LIBERDADE, ao Ferido: CURA; ao Perdido: SALVAÇÃO!

DE TODOS OS NOMES... O mais lindo, o mais poderoso, o mais glorioso, o mais santo, o mais digno, o mais eficaz, o mais extraordináro, o mais completo, O MAIS... é O SEU!

"Ele, porém, permaneceu calado, e nada respondeu. Tornou o sumo sacerdote a interrogá-lo, perguntando-lhe: És tu o Cristo, o Filho do Deus bendito? Respondeu Jesus: Eu o sou; e vereis o Filho do homem assentado à direita do Poder e vindo com as nuvens do céu." (Mar 14:61-62)


ELE É O QUE É!

Puseram sobre ele um Manto Púrpura, O crucificaram numa cruz, e em cima dela estava escrito: "Rei dos Judeus", o Coroaram com uma Coroa de Espinhos, fruto da Maldição, e então novamente O Nosso Deus Gloriosamente falou com os seres humanos e com a Casa de Israel do meio dos espinhos... E A Sua Palavra não mudou! É A MESMA!!!!

"EU SEREI O QUE SEREI"

E AVISEM QUE EU VIM LIBERTAR O MEU POVO DA ESCRAVIDÃO E LEVÁ-LOS PARA A TERRA PROMETIDA....

Moisés mandou sacrificarem O Cordeiro, pois não havia em Moisés forças para libertar o povo da escravidão do Egito. Deus os libertou poderosamente com Braço estendido e Mão Poderosa, mas, YESHUA, Ele é O Cordeiro de Deus que tira O Pecado do Mundo, e Ele, foi suficientemente capaz de com sua entrega e morte, levar todos os nossos pecados, maldições e enfermidades, que nos separavam de Deus e nos prendiam numa vida sem esperança.

Agora pelo Seu Sangue, temos acesso ao Pai, que sacrificou Jesus, seu filho Unigênito, que transformou-se no Primogênito dentre muitos irmãos...

QUE O INÍCIO DE SHEMOT, marque o início de um tempo de Transformação em nossas vidas, que O Melhor que Deus sonhou para nós esteja agora diante de cada um de nós... Que possamos bradar:

CHEGOU A HORA DA NOSSA REDENÇÃO...

REDENÇÃO QUE JÁ SE INICIOU DENTRO DE NÓS!!!!




KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

UM GRANDE DESABAFO!



Obrigado à nossa Presidente Dilma, ao amigo do Achmadinejad e do Hugo Chavez, (nosso ex-presidente) Lula amaldiçoado da Silva, ao Governo PT destes que são os piores anos da história do Brasil, em que a corrupção, a mentira, o engano e o cinismo são publicamente conhecidos como a maneira desta corja governar. 

Obrigado a cada cristão (ou os que se dizem né?! eu não posso julgar), e que votaram na Dilma de novo e neste partido outra vez... Muitos hoje se escondem como se não fossem os responsáveis por esta turba de malfeitores ocuparem o governo de nossa Nação e cidade, mas, também àqueles que ainda declaram se manterem fiéis, porque na "verdade eles pensam nos mais desfavorecidos", como se não fosse esta uma manobra sórdida de se manterem no poder numa pseudo-democracia, igual à da Venezuela... Sabe porque obrigado?

PORQUE "TODAS AS COISAS COOPERAM PARA O BEM DAQUELES QUE AMAM A DEUS E SÃO CHAMADOS SEGUNDO O SEU PROPÓSITO" 

Eu e milhões desta nação amam a Deus de VERDADE e entendem terem sido chamados por Ele para manifestarem O Amor de Deus a esta geração. 
Amamos o que Deus ama, e com isso tudo vemos claramente alguns buscando mais ainda a Deus e se purificando ainda mais, enquanto outros se sujam mais ainda.... Era esperado isso...

Dois anos depois de ter ido à Embaixada de Israel, com um grupo de lideres cristãos nos despedir do Embaixador Israelense que nos dias em que esta mesma Presidente acusou Israel de genocídio, em meio a Guerra contra o Hamas em 2014, pois Benyamin Netaniahu o enviou o para o Chile, enviando para cá um Druzo, mostrando que falta de significancia há nesta anã diplomática nação brasileira...

Há seis meses um novo embaixador enviado ao Brasil, novamente um JUDEU ISRAELITA, é rejeitado por este governo podre, distituído de dignidade, mostrando uma rejeição não à figura deste herói, que tem sua família morando no que se chama de CISJORDÂNIA, mas, que é Terra de ISRAEL. A REJEIÇÃO é à nação Israelita, à Liberdade, à democracia, à justiça social verdadeira, ao desenvolvimento científico e tecnológico, ao livre comércio, para voltarmos ao atraso de décadas passadas....

Sabe o que vai ocorrer? Israel vai continuar a prosperar; O povo de Deus vai continuar a prosperar; mas, o fim destas pessoas que se acham INTOCÁVEIS... é certa!

Saiam do meio deles!
Não se associem a eles...
Orem por Israel, 
Peçamos perdão a Deus pelos pecados de nossa nação e pelos pecados que temos cometido contra Israel. Quem se coloca contra Israel, se coloca contra DEUS....

Em muito pouco tempo a Nação de Israel estará sozinha... 
A Igreja porque tem o mesmo destino de Israel, não pode abandoná-la.

Não é claro, a Igreja do Papa dos Católicos! Que tem dito que os judeus não precisam do MASHIACH para serem salvos; Não a Igreja que rejeita a Bíblia, a salvação pela Fé na Obra de Cristo na Cruz do Calvário. Não a igreja amiga do mundo que se faz INIMIGA DE DEUS.

A KEHILAT MASHIACH (A Congregação de Cristo), esta sim, que vai ser perseguida mesmo, será ridicularizada mesmo; será vista como um bando de extremistas e inimigos da paz mundial mesmo; mas, se rejeitaram O Nosso Rei, Aquele que veio a este mundo para resolver o problema que nos separava de Deus, O PECADO, não somos nós que seremos amados por uma sociedade que abomina Deus e tudo o que O Glorifica...

NÃO AS COISAS NÃO VÃO DE MAL A PIOR, sabe porque? Porque muitos estão esperando a manifestação visível do Mal, como se isso fosse o fim... NÃO SERÁ!!!

O Mal há sim de se manifestar e já vemos sua sombra maligna se aproximar, mas, estamos esperando a MANIFESTAÇÃO DO REI dos reis; Do MASHIACH GLORIOSO DE ISRAEL, Ele o MASHIACH BEN YOSSEF (O Filho de José - O Servo sofredor que foi vendido por seus irmãos, mas, que na verdade foi entregue pela Vontade de Deus, para justamente promover a SALVAÇÃO DE SEU POVO) ELE voltará, mas, desta vez, como O MASHIACH GLORIOSO, O MASHIACH BEN DAVID, O Messias, filho de David, que virá para Reinar e para implantar O Reino do Nosso Deus....

Os dias da nossa Redenção estão perto de nós...

Como brasileiro e servo de Deus, quero pedir perdão a Israel e ao Nosso Deus, pelo que o nosso governo tem feito, falado e manifestado contra o povo judeu e contra a Vontade do Nosso Deus. Humildemente dizemos, não são eles os culpados, somos todos nós. Que O Poder do Sangue de Jesus, venha sobre nós nos purificando de nossos pecados, e que desde a  Cadeira de maior autoridade desta nação até as pessoas mais simples, haja um VERDADEIRO ARREPENDIMENTO que permita uma mudança em nossa história, se O Sangue de Yeshua nos reconciliou com Deus, que O Sangue do Cordeiro de Deus que tira O Pecado do Mundo, possa promover uma reconciliação entre a nação brasileira que maquiavelicamente tem sido dvidica entre ricos e pobres, entre heteros e homos, entre negros e brancos, entre doutos e ignorantes, entre palmeirenses e corintianos... Somos brasileiros, somos amados por Deus... Há muitas promessas de Deus para nós... Vamos para Bíblia juntos descobrir que tesouros há nesta Terra Prometida de Deus para nós!

Amamos O Brasil;
Amamos os nossos irmãos brasileiros,
Amamos a Israel 
Amamos o povo judeu.

Queremos que assim como Deus alcançou uma parte do nosso povo, pessoas de todas as línguas e povos, tribos e nações, em especial, milhões de mulçumanos que tem sido usados como massa de manobra para as trevas e para a morte e destruição, possam conhecer O Deus de Amor, Único e Verdadeiro, e possam também experimentar todas as promessas de Deus ao povo árabe, feitas, pelo Eterno a Ishmael e seus descendentes, quando ele foi achado sobre uma Fonte de Águas...  Que cada chafariz em cada casa de mulçumanos, ou na frente dos negócios, ou nas, mesquitas ao redor do mundo ou mesmo em suas praças e cidades, possam lembrá-los e revelar a cada um deles, que YESHUA, O MASHIACH de Israel é A FONTE DE VIDA, e quem Dele beber se tornará numa fonte que jorra pra vida Eterna...

Que milhões de católicos brasileiros, não se sintam ofendidos quando falo sobre a idolatria e o engano que seus líderes tem praticado, isso tem ocorrido em todas as religiões do mundo, pois as Religiões apenas nos afastam uns dos outros e nós todos do Deus Vivo e Verdadeiro... Vamos todos juntos para A Palavra de Deus e lá nos identificaremos todos como PECADORES e logo depois como IRMÃOS, por meio de UM SÓ, O UNIGÊNITO DE DEUS, que transformou-se no Primogênito dentre muitos irmãos.

Amamos O Nosso Deus sobre todas as coisas e dizemos:

MARANATA! VEM O SENHOR!!!!!

Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

VAIECHI - E VIVEU



VAIECHI - E VIVEU

Gênesis 47: 28 a 50:26
I Re 2:1 a 12
Marcos 14:32 a 15:5

E viveu Jacó na terra do Egito dezessete anos; e foram os dias de Jacó, os anos da sua vida, cento e quarenta e sete anos. (Gen 47:28)

Se não o último, um dos últimos seres humanos a romperem a barreira de 120 anos imposto por Deus aos seres humanos nos dias de Noé, por consequencia do pecado da humanidade... Cheio de dias ainda que menos que seu pai e avô, YACOV chega ao ocaso de sua vida, depois de ter experimentado tantas situações, tornando-se o Patriarca que mais se identifica com a nossa vida, uma vida que começa mal, cheia de defeitos, mas, que é transformada pelo Deus de Jacó.
O Salmo 24 pergunta: "Quem subirá ao Monte Santo do Eterno e quem há de permanecer no Seu Santo Lugar?" A Resposta é enfática: "O que é limpo de mãos e puro de coração!" Encerrando a condição para qualquer ser humano de alcançar algo tão sublime, digno apenas do Nosso Glorioso Mashiach Yeshua, mas, o Salmo declara: "Tal é a geração daqueles que buscam a Face do Deus de Jacó!" ou seja, O Deus que transformou a vida de um "SUPLANTADOR", num Príncipe de Deus, é aquele que pode mudar nossa vida, afim de que possamos ser contatos ente os santos... Que vida gloriosa, não pela falta de erros, mas, pela transformação que YACOV, permitiu que ocorresse em sua vida....

Sabendo que seu pai estava enfermo, José trás seus dois filhos até a presença de seu pai. Todos os outros filhos sabiam da delicada situação de saúde de YACOV, mas, José toma uma atitude, e que atitude!!! Lembrando Eliseu que segue Elias, por cada lugar para onde vai o profeta, o segue a Gilgal, depois a Betel, Jericó e por fim ao Jordão sempre com a mesma frase na ponta da lingua: "Tão certo como vive O Eterno e vive a tua alma, eu não te deixarei"

Este zelo sabendo como todos os outros discípulos dos profetas que a hora de Deus recolher a Elias era chegado, fez com que Eliseu se aproximasse ainda mais de seu Pai, de quem ele logo em seguida receberia a Bênção da Primogenitura, pois foi isso que José foi buscar na casa de seu pai.

MUITO DIFERENTE DE JACÓ, José, não precisou de nenhum artifício, mesmo não sendo ele o primeiro a nascer de seu pai, José adquiriu com toda a sua história de vida, o direito de ser abençoado como primigênito, pois PRIMOGÊNITO NÃO É QUEM NASCE PRIMEIRO, É QUEM AGE COMO PRIMOGÊNITO!

YOSSEF, leva seus dois filhos: Manassés, o mais velho, e Efraim o segundo, diante de seu pai, e a porção dobrada que cabe aos primogênitos lhe é dada, quando seus dois filhos são tomados pelo Patriarca para herdarem e juntamente com Rúbem e Simeão.

Os filhos de José não foram gerados de ventres hebreus, mas, da egípcia Asenate, filha do sacerdote Potífera, logo são gentios, e Manassés nasce na época em que José decidira esquecer-se de sua família e da casa de seu pai, não achando mais ser possível revê-los. Já o segundo filho Efraim, (Frutífero, fruto duplo), nasce quando José então tem a expectativa de crescer e se multiplicar no Egito.

Havia uma bênção, uma condição, uma capacidade, uma unção dada por Deus ao Pai Abraão de tornar-se Pai de numerosas nações. Esta bênção foi compartilhada com seu filho Isaque, sendo que todos os outros filhos de Abraão com Hagar e Quetura foram enviados para longe, para que apenas Isaque fosse o herdeiro de Abraão de todas as bênçãos proferidas a seu pai. Logo a benção, a condição, a capacidade, a unção de tornar-se pai de numerosas nações, agora estava sobre os ombros de Isaque.

Este deu esta bênção que foi ratificada pelo Eterno a seu filho Jacó, e no final da vida de Israel, a pergunta é: Para quem ficará este capacidade de tornar-se Pai de Numerosas Nações?

Jacó era pai de 12 filhos e uma filha, mas, nenhum deles recebeu esta bênção, esta condição, esta capacidade, esta unção, mas, Efraim, filho de José recebe. EFRAIM, o segundo de José, passa a ter sobre sua vida e seu destino a capacidade de transformar-se em Pai de Numerosas Nações. Porque um gentio? Porque o segundo?

Jacó aprendeu desde pequeno que Deus tem misericórdia, de quem Ele quer ter misericórdia e que Os Camihos do Eterno são muito mais elevados do que os nossos.

Efraim, uma figura da Igreja que nasce misturada (judeus e logo depois não judeus), recebe a Mão de Israel sobre sua cabeça e a Bênção de transformar-se numa multidão de nações.

De Efraim surge Jeroboão que reina sobre o Reino do Norte, e que desvia a nação, colocando nas Terras de Dan e de Efraim dois bezerros de ouro dizendo: "estes são os deuses que tiraram seus antepassados do Egito e da casa da servidão"; também inaugurando Festas diferentes das Festas estabelecidas por Deus, e tais práticas, foi literalmente o que a Igreja fez, desviando-se de Jerusalém e indo para Roma, com seus ídolos detestáveis e suas festas pagãs.

Também de Efraim surge YEHOSHUA (Josué), que leva toda a nação de Israel a herdar a Terra que sob juramento O Eterno prometeu aos Patriarcas. Josué é uma figura de Yeshua (SALVAÇÃO), e a posição que a Efraim possuía atrás do Tabernáculo, olhando para o nascer do Sol, é o lugar onde hoje todos os judeus do mundo possuem como o único acesso ao que no passado foi O Templo do Nosso Deus em Jerusalém, já que  a principal porta de acesso está hoje cerrada.

Pois a Igreja que hoje crê em Yeshua, é aquela está na posição onde hoje os judeus podem vir para buscar O Eterno, O Único Lugar! E É A Igreja que possuia a Yeshua, pois é a Sua Noiva. Nos dias de Josué, a primeira tribo a herdara foi a Tribo de Judá, e logo depois a própria tribo de Efraim.

Desde 1947, Israel ganhou o direito de ser novamente uma nação livre, coisa que se cumpriu em 1948, e isso foi conquistado com muita oração. Pessoas em várias nações na década de 30 do século XX, foram despertadas  por Deus para intercederem até que os judeus novamente pudessem possuir a Terra Prometida, aleluia!!!! Isso já ocorreu, os próximos a herdrar são os da Tribo de Efraim (A Igreja), os dias da nossa redenção são chegados!!!!

Se as bênçãos proferidas a Efraim tocam hoje pessoas em todas as nações do Mundo, pois Efraim tornou-se pai de numerosas nações, as bênçãos de Yacov a José, e a Manassés ainda hoje estão cumpridas diante de nossos olhos.

YACOV declara sobre José que ele seria abençoado com as bênçãos dos Céus e com as bênçãos dos abismos sob a terra. Pois é justamente das terras de Manassés, onde hoje vem alimento e provisão em abundância para toda Israel. As terras tão férteis de Israel nos nossos dias, são fruto da Bênção de Deus, manifesta hoje na tecnologia de ponta de Israel, das chuvas que ano a ano tem marcado a Israel como um sinal de bênção do nosso Deus. Passear no norte de Israel em meio as plantações de tudo o que é tipo de coisa que se come e com grande fartura e grande variedade é caminhar em meio a BÊNÇÃO DE DEUS, entre as gerações.

Agora ali, na mesma região, Israel descobriu e tem o direito de explorar, uma das maiores reservas de Gás do Mundo, são mais de 3 TRILHÕES de metros cúbicos de gás, que faz de Israel uma Potência Energética entre as maiores do mundo.... Quem pôs este Gás Ali? Deus, e a bênção de possuir estas reservas O Eterno deu a José e seus filhos.... A BÊNÇÃO DA PRIMOGENITURA!!!!

Muitos confudem as Palavras de Bênção de Jacó, como Palavras proféticas, na verdade são Palavras pronunciadas pelo Patriarca que O Eterno vai honrar, cumprir. São Palavras dirigidas pelo Espírito Snato, pois de Deus é o querer e o realizar.

Por causa da atitude de Jacó, levar seus filhos para buscar a Bênção de Jacó, todos os seus irmãos também são juntamente abençoados

É função dos Primogênitos abrir a Madre, e foi José e a sua Atitude que abriu a Madre das Bênçãos de Israel sobre cada um de seus filhos.

Embora as palavras de Jacó foram pesadas para Rubem, Simeão e Levi, a história das tribos destes Patriarcas, mostrou que nossa atitude pode marcar o nosso destino, e mesmo que haja uma Palavra de Maldição ou de peso, é a nossa postura que vai ratificar ou reformara aquela sentença.

Inquestionavelmente Judá e José são destacados entre todas as bênçãos proferidas por Jacó, pois ali estavam encerrados duas características do MASHIACH GLORIOSO DE ISRAEL: O MASHIACH BEN YOSSEF e o MASHIACH BEN DAVID.

O Messias que tinha de vir para tratar com a questão mais importante para o ser humano, na expectativa que este possa se reaproximar de Deus... O PECADO.

Todos pecaram.

O Mashiach sofredor, O Mashiach que tinha que sofrer todas as coisas até a morte maldita da cruz e ainda ir para o Hades em nosso lugar, foi o mesmo que DEUS ressuscitou dentre os mortos, o mesmo que triunfou sobre a morte e o pecado, o mesmo que novamente assentou-se à Destra do Pai nas maiores alturas o mesmo que ainda virá, para Reinar como O Mashiach conquistador....

O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus; e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados. Pois tenho para mim que as aflições deste tempo presente não se podem comparar com a glória que em nós há de ser revelada. (Rom 8:16-18) e ainda:

Porque, se temos sido unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente também o seremos na semelhança da sua ressurreição; sabendo isto, que o nosso homem velho foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado fosse desfeito, a fim de não servirmos mais ao pecado. Pois quem está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos, sabendo que, tendo Cristo ressurgido dentre os mortos, já não morre mais; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois quanto a ter morrido, de uma vez por todas morreu para o pecado, mas quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. (Rom 6:5-11)


Por fim Bereshit, trata de um assunto, que se repete várias vezes no decorrer da vida dos Patriarcas: O Lugar do Sepultamento.

Sarah, sepultada na Caverna de Macpelah, por seu amado Avraham.
Também em Macpelah Avraham é sepultado por Itzchak e Ishmael.
Itzchak sepulta no mesmo lugar a Rivka, sua amada e é sepultado por seus dois filhos Esav e Yacov, no mesmo lugar. Por fim Yacov sepulta Lea, na Caverna dos Patriarcas, que talvez guardavam também os restos mortais de Adam e Cheva.... Antes de fechar os olhos, Yacov, faz Yossef jurar, que seria sepultado ali, junto com seus antepassados, na Terra Prometida, no terreno que Avraham adquiriu, por bom preço. Depois da morte de seu pai, e guardando a tradição da preparação do corpo para o sepultamento comum entre os egípcios, José faz um cortejo funebre dos mais imponentes de toda a história, junto com seus irmãos para honrar o último desejo de Yacov.

No dia da morte de Yossef, ele que garantiu depois da morte de seu pai, que não se vingaria pelo o que o seus irmãos o fizeram sofrer, obriga seus irmãos a jurarem, como ele fez com seu pai, que guardariam a promessa entre suas gerações, que no momento em que Deus os visitasse no Egito, levando-os de volta para a Terra Prometida que os ossos de José não ficariam naquele lugar, mas, seriam levados para a terra de seus antepassados...

400 anos vão se passar, mas, um dia os ossos de José foram colocados até os dias de hoje, na Terra de Efraim, possessão de Josué.
No ano de 2015, numa escalada de violência em Israel palestinos atacaram o Túmulo de José, e o incendiaram... A própria Autoridade Palestina rejeitou tal ação e os judeus novamente restauraram o local onde os ossos de José foram depositados...

Jesus, quando entrega seu espírito ao Pai, poucas horas antes de PÊSSACH, pois Ele era O Cordeiro Pascal, não sabia, não se preocupou onde seu corpo seria sepultado. Havia a profecia que entre os ricos seria sepultado, mas, a maior de todas as profecias, de que Seu Corpo não veria a Corrupção. Ele mesmo disse aos seus discípulos que no terceiro dia Ressuscitaria dentre os mortos, como o Sinal de Jonas; que O Templo seria destruído e depois de três dias reconstruído, e tudo isso literalmente se cumpre quando na manhã do primeiro dia da Semana Yeshua ressurge dentre os mortos.... BENDITO SEJA O SEU GLORIOSO NOME!!!!

Todos aqueles morreram na expectativa da Redenção, pois nós vivemos na Manifestação Plena desta Glória...

Assim como os Patriarcas fecharam os olhos na expectativa que seriam resgatados do Egito, durante dois mil anos, nossos pais tem fechado os seus olhos na Bendita Esperança da Vinda Gloriosa do Nosso Mashiach, assim como os anjos declaram no dia da sua volta aos céus: "Porque vocês estão olhando para os céus, da mesma maneira que Ele foi, Ele voltará!" - YESHUA foi envolto em Glória, pois em Glória Ele voltará para Reinar!

Quanto a nós, nos cabe agir como os primogênitos de Deus em nossa geração, ser os instrumentos através dos quais milhões hão de possuir a Terra Prometida; Ser os responsáveis para que milhares de milhares possam ser abençoados.... Amar a Deus de tal forma que Ele venha por nossa causa, pela nossa adoração, pela nossa dedicação a Ele, e então incontáveis pessoas juntamente conosco possam ser salvos e abençoados.

MARANATA VEM O SENHOR!!!!



KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Alguém que precisa de Deus, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

VAYIGÁSH - E Aproximou-se




VAYIGÁSH - E Aproximou-se

Gênesis 44: 18 a 47:27
Ezequiel 37:15 a 28
Marcos 14:32 a 15:5

A Palavra do Nosso Deus é mais doce do que o mel e esta Palavra, esta Torah é uma pessoa, é YESHUA, O NOSSO GLORIOSO MASHIACH!

Tal qual foi a noite em que Jesus foi traído, em que Ele orando ao Pai, fala da mistura que há entre Ele e o Pai, que são UM. Fala do Espírito do Pai. Pede ao Pai, por seus discípulos, para que onde Ele esteja, estejam juntamente com Ele. Não os chama mais de servos, mas, de amigos.... E há uma mistura, há uma proximidade, uma simbiose entre Yeshua, O Pai, O Ruach, Ele e seus discípulos, e logo mais... Poucas horas depois, os mesmos discípulos, iam abandoná-lo, traí-lo, iam dormir, não permaneceriam com Ele no momento mais difícil de sua vida terrena e da sua vida eterna...
Tanto amor, contrastado com tanta desolação, fruto do pecado. Inquestionavelmente lembramos do dia em que José foi vendido por seus irmãos, imaginamos que palavras José clamou a eles, para que não fizessem aquela loucura, mas, Yeshua, como uma ovelha muda, não abriu a boca, advertiu-os que ali estavam aqueles que o prenderiam...

Que diferente do dia em que Yeshua, os chamou para serem seus discípulos, que diferente quando poucos anos atrás, tudo estava indo bem.... Milagres, curas, multiplicação de pães... Jesus advertiu-os que era necessário que O Mashiach padecesse todas aquelas coisas, e fosse entregue aos sacerdotes e fosse morto, mas, lhes era muito difícil juntar os ensinos de Jesus, suas advertências às coisas que passaram a acontecer diante de seus olhos....

Poucos dias antes disso, Jesus chorou ao ver Jerusalém e lhes garantiu, que nunca mais o veriam, até que todo Israel dissesse: "BARUCH HABA BESHEM ADONAI".... Haverá um dia, em que JUDÁ, e os moradores de Jerusalém, chorarão como quem chora pelo Primogênito... Verão a quem transpassaram... Haverá um dia em que JUDÁ se "VAYIGASH" APROXIMARÁ de Yeshua, e este se fará conhecido de seus irmãos, e a desolação que está planejada para destruir a Israel será impedida e TODO ISRAEL SERÁ SALVO!!!!!

Esta Parashá VAYIGASH, fala de relacioanmentos.... A Cura, a restauração, a reaproximação, a paz, daqueles que no passado se feriram, mas, que foram restaurados, reaproximados, em quem se fez SHALOM, por meio daquele que Faz tudo em todos, a saber: O ETERNO, BENDITO SEJA O SEU GLORIOSO NOME!!!!!

Judah que anos atrás, não permite que seus irmãos matem a José e sugere que o vendam como escravo. É o mesmo Judah, de quem viria David, que fazendo aliança com Jonatas, que veio de Benjamim, teria esta Aliança selada e confirmada a ponto das tribos se dividirem, mas, Judah que ofereceu sua vida por seu irmão mais moço, Benjamim, tivesse o futuro e as suas descendências habitando juntas para sempre. De Judah, veio O Mashiach, conforme a Bênção de Israel, mas, de Benjamim, o Apóstolo dos gentios. Destinos unidos...
A tribo de Judah estava à frente do MISHKAN (O Tabernáculo), na parte de trás, estava EFRAIM VEMANASHE as tribos de Efraim e Manassés... O que as separava? Nada as separava, estavam unidas ali, os filhos de José, e Judah, pelo SANTUÁRIO do Eterno que estava entre eles...
Do meio dos Efraimitas, descendentes de José, surge YEHOSHUA (Josué), aquele que fez o povo herdar a Terrra que sob Juramento O Eterno prometeu aos descendentes de Israel, mas, a primeira tribo a fazê-lo foi Judah, logo depois Efraim... Unidos pelo Tabernáculo de Deus entre os homens!

Estes dois não sendo primogênitos, herdaram o que não imaginavam, o que não lhes cabia, o que não procuraram.... Judah, o quarto filho de Jacó, torna-se aquele por quem viria O Mashiach! "Judah, teus irmãos te louvarão", foi a bênção de Jacó a seu filho. "O Cetro não se arredará de Judah até que venha Shiloh" - Promessas messiâncias, para o quarto filho de Jacó. Rubem perdeu a primogenitura, pois subiu na cama de seu pai, para possuir uma de suas concubinas; Simeão e Levi, também a perderam pois pecaram, desonrando o nome de Jacó, que havia jurado a Shechem. Judah o quarto, recebe a honra, que foi desprezada por seus irmãos.
Efraim, o segundo de José, recebe a Mão Direita de seu avô Jacó sobre sua cabeça, lhe transferindo o direito de transformar-se numa multidão de povos, coisa que estava sobre Israel, e que fora de Isaque e de Avraham Avinu,

Judah, de quem todos os descendentes de Israel tomaram o nome, desde a dispersão da Babilônia até os dias de hoje; Efraim, filho misturado entre José e uma egípcia, um fruto duplo, figura da Igreja, que nasceu com judeus e não judeus juntos... Duas nações, um só povo, uma só nação... A parede da separação entre eles caiu... Entre eles, O TABERNÁCULO DE DEUS, que não os separa, os UNE.

Judah aproxima-se de José, e pede por seu irmão Benjamim, vendo a mudança, José revela-se a seus irmãos. O Arrependimento de Judah e de seus irmãos, não é declarado é vivido, eles tomam uma atitude em defesa de Benjamim, que demonstram o quebrantamento por aquilo que fizeram contra José.

É talvez muito difícil entender a ligação que há entre amar a Deus que a gente não vê, demonstrando este amor, à pessoas que estão ao nosso redor. O próximo é o que permite a expressão do Amor a Deus ser realmente provada.

Assim como José se revelou, se fez conhecido dos seus irmãos, haverá um dia em que Yeshua, mostrará as feridas que ele sofreu quando estava na casa de seus amigos, momento em que Ele mostrará que sim foi vendido por seus irmãos, mas, que isso veio da parte de Deus, que teve prazer em moê-lo e ferí-lo, para que houvesse provisão de cura, restauração e redenção para a Casa de Israel, e Luz para os não-judeus.

Enquanto José alegra-se por rever seu Pai, por conhecer seu irmão caçula, por se reconciliar com seus irmãos que o venderam, vemos Jesus, no início do seu penoso trabalho, levando sobre si, os nossos pecados, as nossas maldições, as nossas enfermidades, as nossas dores, e padecendo tudo isso, por um propósito, sermos novamente ligados ao Todo Poderoso...

Na Cruz do Calvário, juntaram-se os Céus e a Terra em Jesus; juntou-se o oriente e o ocidente, o passado e o futuro, os judeus e os não-judeus.... Deus reconciliou consigo o mundo, fazendo com que os nossos pecados todos recaissem sobre YESHUA, O Nosso Mashiach Glorioso, que veio para morrer, veio para sofrer, veio para nos restaurar e por tudo isso era NECESSÁRIO QUE ELE SOFRESSE.

O Apóstolo Paulo ao escrever aos Efésios, fala de um dos Segredos ocultos no coração do Pai, que era judeus e não-judeus sendo reunificados como um só povo, como duas varas que foram unificadas na mão de alguém, e que permanecem unidas pela mão que as juntou.

Os judeus, expressão que se refere a todos os descendentes de Abraão que são conhecidos nos nossos dias, com excessão aos Cohanim e Leviim, (que também chamados de judeus hoje, são tidos como de famílias sacerdotais e levíticas), e isso é o cumprimento da Palavra de Bênção a Judah proferida por Jacó: "Judah, teus irmãos te louvarão".
Efraim, filho de José herdeiro da promessa, uma das figuras bíblicas mais claras a respeito da Igreja, que nasceria com judeus e não judeus...

Assim como Judah aproximou-se de José; ainda os judeus se aproximarão da Igreja. Esta não é uma obra de homens, dependente de atitudes humanas, mas, uma obra do Espírito Santo que já está em andamento... São muitos milhares de cristãos ao redor do mundo que tem sido reconhecidos como amigos de Israel. Diferentemente do que recentemente O Papa dos católicos fez, declarando a proibição dos católicos em evangelizar os judeus, declarando que eles não precisam de Yeshua, e de alguns seguimentos evangélicos assumirem um Pacto de jamais nem eles e nem seus descendentes evangelizarem judeus, coisa que para os religiosos de Israel é notável, e por isso celebrado com muitos abraços, nós cremos que não há Salvação em nenhum outro nome, e Deus há de proporcionar este momento em que uns se aproximarão dos outros, e haverá UM SÓ POVO, como há UM SÓ DEUS.

No ano de 2014, no meio da Invasão de Israel à faixa de Gaza, por conta dos milhares de foguetes que os palestinos passaram a jogar em Israel, matando inocentes, houve um dia em que num congresso de Batalha Espiritual em São Paulo, se levantou um clamor de 12 horas pelo povo judeu e pelo exército de Israel. Naquele dia, houve um cessar fogo. O primeiro desde o início daquela guerra. Um cessar fogo de 12 horas.... Enquanto oramos houve paz.
Neste dia, como uma atitude profética, como Deus pediu a Ezequiel, eu tomei duas varas e numa escrevi: Para Efraim, vara de José e seus companheiros, e na outra vara escrevi: Para Judá e seus companheiros, e juntei as duas varas em minhas mãos para profetizar à nossa geração, que somos nós os filhos dos profetas que profetizaram a respeito de coisas que nós veríamos e vamos ver, nós e nossos filhos.... O Rei dos reis reinando Glorioso em Jerusalém sobre todas as nações da Terra, e nós seu povo os Judeus e a Igreja (pessoas de todos os povos e raças e tribos e linguas e nações), juntos diante do Trono da Graça do Nosso Deus, prestanto Culto ao que é Digno, pelos séculos dos séculos, Amém!


KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Alguém que precisa de Deus, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

MIKETZ - AO FINAL




MIKETZ - AO FINAL

Gênesis 41: 1 a 44:17
I Reis. 3:15 a 4:1
Marcos 13:1 a 14:31

"Ao final de dois anos completos, Faraó teve um sonho..." (Gen 41:1) 



MIKETZ - "Ao final", "ao cabo" - O quão profundo pode ser este poço? Um menino sonhador, o mais novo dentre todos, porém o mais amado. Atormentado por seus irmãos, amado por seu pai, vendido como escravo, sacado de seu lar, para a incerteza do futuro; vai para o Egito e conhece a riqueza, a arquitetura, os deuses dos egípcios, e tornou-se um servo, ele que não fazia trabalhos braçais na casa de seu pai, agora limpava o chão da casa de Potifar. Um lindo jovem, sadio, de ótima formação, despertou a lascívia da mulher daquele homem tão importante... O que o fez resistir? Será que era a esperança de que se fizesse tudo certo, o Deus de seus antepassados ainda poderia se lembrar dele? Mas, talvez o tivesse esquecido, as promessas fossem coisas de sua cabeça, afinal como alguém pode ir tão baixo... Como alguém se manteve íntegro, mesmo quando ninguém o estava olhando... Traído, vendido, agora acusado injustamente e preso...
Não sabemos quanto tempo José ficou preso, e preso ele tinha sobre a sua vida a Graça de Deus. Houve Graça de Deus em José, diante do carcereiro, que teve em José alguém que podia confiar. José transformou-se num lider naquele lugar, e passou a cuidar de todas as coisas... José traído, vendido, decidiu fazer daquele lugar, um lugar melhor... Um belo dia dois dor presos tiveram sonhos.
Quem sonha, aprende a interpretar sonhos, havia sobre José, O Espírito de Deus, O Deus dos espíritos dos profetas era com ele, e José traz interpretação ao copeiro e ao padeiro do Faraó... Um haveria de morrer e o outro de ser restaurado em seu ofício... Mas, quando estes sonhos se cumprem... JOSÉ É ESQUECIDO...

De todos os golpes, me parece que por incrível que pareça, este pode ter sido o mais dolorido... José pediu ao Copeiro, que quando fosse solto e restaurado em seu ofício diante do Faraó, se lembrasse dele, talvez pedisse ao Faraó em seu favor... Mas, depois de passadas algumas, horas naquele dia; depois de passarem alguns dias naquela semana, depois de passadas algumas semanas daquele mês, depois de um, dois três meses, que aquela interpretação encheu o coração do Copeiro de esperança, esperança que cumpriu-se cabalmente... A esperança de José aparentemente desapareceu...

A Bíblia não cita nada que possa ter ocorrido naqueles dois anos... Eles simplesmente passaram.
Se passaram dois anos, 24 meses, Mais de setecentos dias, quase dezoito mil horas... Ninguém consegur contar... ninguém acredita que ainda algo pode acontecer... Esqueceram de José... Será que José, se esqueceu dos sonhos?

Na vida de todas as pessoas há situações em que achamos que Deus se esqueceu de nós. Cuidamos de buscar um plano acessório, porque o principal morreu. Deve ter morrido, porque já faz tanto tempo... Será que eu ouvi bem? Será que aquela Palavra era da parte de Deus mesmo? Porque a Palavra que não se cumpre não veio da Boca de Deus, não é? Já que eu não vou viver mais aquilo que eu tanto cri, o que eu tanto esperei, talvez tenha que mudar de planos e ficar por aqui mesmo e cuidar de fazer minha vida melhor, aqui mesmo nesta prisão... Lugares assim, quando os sonhos morrem, invariavelmente são prisões... Prisões reais como a de José, imaginárias como de tantas pessoas, prisões.

"Depois de dois dias nos ressuscitará e no terceiro dia viveremos Diante Dele, e a sua vinda como a Alva é certa!" -  Jesus, não passou dois dias naquela sepultura, Ele foi para o Hades em nosso lugar. Todos aqueles a quem Yeshua viu cairem por causa da rebelião de Satanás, agora por causa do nosso pecado intimidaram a Yeshua no mais profundo abismo...

Mas, O Pai O RESSUSCITOU DENTRE OS MORTOS...

Ao final de dois anos, depois daquele tempo todo, o Faraó teve um sonho, e depois outro sonho, sonhos perturbadores; sonhos que ele não conseguia esquecer...

Nós nunca saberemos o que Deus está por fazer, de que forma Ele vai nos livrar, abrir portas, nos inserir no tempo da promessa, nunca...

Rom.: 11:33 "Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!" 


Um presidiário ser levado na presença de um Presidente da República e sair de lá Primeiro Ministro? Coisas assim... Impossíveis! Improváveis! Inimagináveis! Do dia para a noite, as promessas de Deus podem se cumprir em sua vida, você está pronto pra este dia?


"Os dois sonhos representam a mesma coisa, porque DEUS CERTAMENTE O FARÁ E TEM PRESSA EM REALIZÁ-LO" - Esta foi a orientação que José deu ao Faraó, sobre o fato dos dois sonhos significarem a mesma coisa... Temos aí um princípio, muito conhecido na Bíblia, exemplificado pela expressão: "EMET VEEMET" - EM VERDADE EM VERDADE TE DIGO... Jesus quando queria que todos os seus discípulos e as pessoas gravassem algo que poderia mudar suas vidas, O Mestre usava esta expressão... Deus certamente vai fazer tal coisa e tem pressa em realizá-la.

José traz ao Faraó uma estratégia, para um terrível tempo de crise que viria, mas, que seria antecipado por um tempo de muita prosperidade...

A vida de José era a estratégia para este tempo que estava por vir. Havia um depósito na vida de José para todo o tempo de provação e tentação e crise e esquecimento, por causa do propósito que havia de Deus para cumprir-se em sua vida.

O Nome de José apontava para isso: "YOSSEF - Deus ainda te acrescentará", há ainda algo para ser realizado... Os celeiros que foram constuídos para guardar a quinta parte de toda a prosperidade do Egito estavam absolutamente abarrotadas quando se iniciou a seca, que devastou o mundo...

Aquele tempo de crise afetou o Egito, mas, afetou também a Terra Prometida.  Lá onde estava O Pai Israel, e seus filhos, havia uma terrível crise, e diferente do que houve com Faraó, eles viveram uma grande prosperidade, mas, não se prepararam para os tempos de crise...

Os irmãos de José pecaram contra seu próprio sangue; Parecia não haver fim para os sofrimentos de Jacó, agora no fim da vida, via seus rebanhos morrerem de fome pela seca tão grande e via a sua família correr riscos. Era apenas o segundo ano de seca, e já não tinham mais nada... Sabendo da prosperidade do Egito, Israel envia seus filhos para adquirirem alimentos... Deus impede que seu pai Isaque desça para O Egito, num tempo semelhante de seca; Deus traz Abraão de volta do Egito depois que ele desce para lá colocando em risco O Plano da Redenção, mas, O Próprio Deus, conduz toda a vida de José para ser ele a Resposta para este tempo que haveria de vir...

DE NOVO: "INSONDÁVEIS SÃO OS TEUS JUÍZOS!"

I Cor. 2:8 - "sabedoria essa que nenhum dos poderosos deste século conheceu; porque, se a tivessem conhecido, jamais teriam crucificado o Senhor da glória;"

Se Satanás soubesse que quando ele achava que estava ganhando de Jesus, estava sendo exposto à vergonha; se ele imaginasse que depois de ter tentado matar Jesus através de Herodes, na morte das crianças até dois anos de idade; de ter tentado matar Jesus, lançando O Mestre de um alto monte em Nazaré; de ter por tantas vezes levantado os religiosos para o apedrejarem, sem jamais ter conseguido, agora que aparentemente Jesus tinha sido vencido, ali, crucificado de mãos e pés, para que não pudesse subjugá-lo e lhe esmagar a cabeça, como dizia a Primeira Profecia...

Se Satanás, imaginasse que a Morte Injusta do MASHIACH, traria a Justiça de Deus para todos os que Nele cressem? Toda a Ira de Deus caiu sobre Jesus!  "INSONDÁVEIS SÃO OS TEUS JUÍZOS!"

Passaram dois dias e ninguém mais esperava algo de Jesus... Ele foi terrívelmente ferido, e todos o viram morto... Como pode haver esperança? Mas, "MIKETZ" Ao final - de dois dias, Jesus Cristo ressuscitou! Nas primeiras horas da manhã do Terceiro Dia, O Pai ressuscitou Yeshua.

Ele que ouviu do Pai: "Assenta-te do meu lado até que Eu ponha todos os teus inimigos no estrado de teus pés", também ouviu: "Pede-me e dar-te-ei as nações por herança e as extremidades da Terra por tua possessão"... Naquele dia Jesus pediu ao Pai por nós e nossas família; por nossas famílias e por nosso povo; por nosso povo e por nossa nação... Ele sofreu tudo aquilo, ninguém faz conta dele, era um aflito, um ferido de Deus e oprimido... foi moído por nossos pecados, transpassado por nossas iniquidades, O castigo que tornou-se a nossa paz, estava sobre Ele, e pelas feridas que fizeram em seu Corpo, nós fomos sarados... DÁ VONTADE DE GRITAR!!!!!

Quem jamais imaginou tal coisa? Quem deu conselhos ao Eterno para que Ele tenha que pagar ou agradecer qualquer de suas direções? ABA, DO SENHOR, PELO SENHOR E PARA O SENHOR SÃO TODAS AS COISAS... Cada dia te adoro mais!!!! Não há DEUS além de Ti!!!!

Quando José reconhece seus irmãos sai a chorar percebendo que havia arrependimento no coração deles, pelo que lhe fizeram, vendendo-o como escravo. Ah Yeshua está a destra do Pai, dizendo: Pai perdoa-lhes os pecados! Quando nos humilhamos, quando reconhecemos que foram os nossos pecados que crucificaram Jesus, quando percebemos que nós o vendemos, que nós o entregamos à morte, que nós o transpassamos... O Clamor de Jesus, O Nosso maior Intercessor é a porta para que a Misericórdia do Pai, nos alcance...

José vai reconhecer ainda que foi a Vontade do Eterno que lhe fez passar por tudo aquilo, mas, que havia valido à pena, pois por isso houve livramento para toda a Casa de Israel, para a semente de Isaque e de Abraão e para os planos Eternos do Mashiach...

Yeshua verá o fruto do seu penoso trabalho e se alegrará dele!

O Sonhador Yeshua, apontou coisas que hão de vir algumas delas estão diante dos nossos olhos. Dias de crise, dias de trevas, dias de dor, dias de necessidade... Mas, Ele, YESHUA, é O Amém de Deus...

Enquanto Yeshua não cumprir o seu propósito; enquanto sua palavras todas não se cumprirem, ainda há coisas por vir... Depois de dois anos de seca, José revela-se a seus irmãos...

José entende que MIKETZ - "Ao final" de um período de trevas, de frio, depois da noite, depois do plantio vem invariavelmente A Luz, A Primavera, O Dia, a Colheita...

DEUS DA MINHA VIDA E DA MINHA SALVAÇÃO...

"INSONDÁVEIS SÃO OS TEUS JUÍZOS!"



KI MITZION TETZSEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião sairá a Lei e a Palavra do Eterno de Jerusalém!)


Alguém que precisa de Deus, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem