sábado, 3 de dezembro de 2016

O TEMPO ESTÁ CUMPRIDO

(estas são as ruínas de uma sinagoga construída em Kfar Nahum, sobre a antiga Sinagoga onde Yeshua ensinou e onde ele libertou um homem possesso de espírito imundo, dando início ao seu ministério de curas e libertações)


O TEMPO ESTÁ CUMPRIDO
O MINISTÉRIO DE JESUS EM KFAR NAHUM

Marcos 1:15 e 21 a 39 / Lucas 4: 31 a 44 / Mateus 8: 14 a 17 
Isaías: 9: 1 a 7
Gênesis: 15: 1 a 21 


Marcos 1: 15 - "dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no Evangelho. "

Yeshua deixa o pequeno vilarejo de Netzaret (Nazaré) com cerca de 500 habitantes,  e vai para Kfar Nahum (Cafarnaum), cidade às margens do YAM KNERET (Mar da Galiléia), do lado Norte, divisa entre as Tetrarquias de Herodes Agripa e Herodes Filipe. Local movimentado já que todos os que cruzavam de um lado para o outro tinham de pagar como que um imposto alfandegário. Por ali passava O Caminho do Mar, passagem que desde os primórdios permitia o fluxo de comerciantes e de exércitos entre Egito e as regiões dos rios Eufrates e Tigre.

Neste lugar Yeshua vem morar depois do início de seu ministério. Seguindo no Caminho aberto por João Batista (Yohanam), Yeshua, também chama as pessoas ao ARREPENDIMENTO, advertindo-as que O TEMPO DE DEUS tinha se cumprido e que O REINO DE DEUS estava próximo. 

Yeshua que já havia mostrado um sinal miraculoso, embora, poucas pessoas soubessem que Ele havia transformado água em vinho. O Carpinteiro, Ben Yossef ( filho de José) era um total desconhecido naquela cidade, e certamente começou a pregar o Evangelho, ensinando na Sinagoga que ele passou a frequentar ali em Kfar Naum. O seu ensino deixou todas as pessoas estarrecidas, porque Ele falava como quem tinha autoridade.

Certamente havia uma grande diferença do seu ensino comparado com os líderes religiosos, pois Yeshua trazia a realidade da Torah diante daquela geração, que percebia o quão longe estavam da Vontade de Deus e da Justificação de seus pecados, visto, ninguém conseguir viver segundo A Vontade de Deus. 

O Chamado ao Arrependimento tinha sentido então, e assim como em Netzaret, todos ficaram de olhos fixos no que Yeshua falava e fazia, em Kfar Nahum, todos se maravilhavam com seu ensino...

Mas, subitamente algo que nunca ocorrera antes se deu:

A narração não nos mostra surpresa na manifestação demoníaca, mas, absoluto espanto pelo fato de Yeshua ter repreendido aquele espírito maligno, e o demônio ter se sujeitado a Ele e saído da pessoa aprisionada. A Religião, os mestres e líderes religiosos nunca demonstraram tal poder ou autoridade.

Percebemos que não era incomum este tipo de manifestação, os loucos, os andarilhos, os perturbados, pessoas que falavam sozinhas e andavam maltrapilhas, talvez fossem muito comuns em toda Israel, mas, nunca até então alguém tinha visto um Poder Real para que tais pessoas fossem livres destas cadeias.

Aquele demônio reconhece quem Yeshua é, reconhece que Ele é O Santo de Deus, mas, O MASHIACH, O Ungido de Deus, lhe ordena que se cale e saia daquele pobre homem. 

Nunca ninguém libertara um possesso de espíritos imundos, e este Poder manifesto vai muito além da pregação acerca do Arrependimento como João também pregava. Que doutrina nova é esta?

Que ensino, que novidade era esta? Alguém com autoridade sobre demônios? Na verdade a mesma pregação de YOHANAM, com  a Autoridade do "Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo", faz o mal se manifestar: "veio a perder-nos?" - perguntou o demônio a Yeshua.

A Vitória de Yeshua contra o próprio HASATAN (Satanás), no deserto, se espalhou rapidamente no mundo espiritual da maldade.

Este sinal impressionante certamente fez com que todas aquelas pessoas que viram o homem ser livre, ao sairem da Sinagoga, fossem anunciando em todos os lugares o que tinha ocorrido.

Yeshua e seus discípulos saem daquela Sinagoga e entram poucos metros à frente na casa de Pedro, onde sua sogra encontrava-se enferma, com febre, e Yeshua tomando-a pela mão a curou, pois a febre simplesmente sumiu. Na tarde daquele dia a sogra de Pedro passa a servi-los, certamente com grande alegria.

Num Shabat a distância que se permitia andar era no máximo 960 metros (quase um quilômetro), mas, o que Yeshua fez por aquele homem possesso de espírito maligno, libertando-o, e agora a cura da sogra de Pedro, espalhou-se como fogo na palha. Quando terminou aquele Shabat, a cidade inteira de Kfar Nahum, estava à porta da casa de Simão. Eles trouxeram os enfermos e muitos endemoninhados, possessos de espíritos malignos e Yeshua lhes impondo as mãos os curou a todos e libertou aquelas pessoas também.

O que em Caná foi feito sem muita visibilidade, agora, neste Shabat, tornou-se conhecido de todos. A fama de Yeshua correu rápido em todos os lugares. E é preciso entender porque isto ocorreu: Porque jamais alguém libertara um cativo do Diabo antes. O Poder que Yeshua manifestou ia além das Palavras. Diferente do confronto profético de Yohanam, Yeshua, sim confrontava as pessoas para voltarem-se para Deus, abandonando os seus maus caminhos, mas, passou a curar e a libertar as pessoas, coisas que nunca se viu ou ouviu alguém fazer antes...

Mais uma vez, a revelação que Yeshua fez na cidade onde crescera, Netzaret, acerca de ser Ele o cumprimento da Palavra profética de Isaías (capítulo 61), fica clara, pois, O Espírito do Eterno estava sobre Ele para (entre outras coisas), por em Liberdade os cativos, e curar os oprimidos, só O MASHIACH (O UNGIDO de Deus), Aquele que tinha sobre si O Espírito Santo poderia fazer tais sinais miraculosos, e Yeshua passou a realizar tais sinais.

Não eram só os sinais extraordinários que Yeshua passou a manifestar, mas, a vida Dele era uma Exaltação ao Eterno! Os demônios reconheciam ser Ele, O Mashiach, mas, Yeshua os ordenava que se calassem e saíssem daquelas vítimas, presas do Diabo.

Meu Deus, que diferença do CARÁTER de Yeshua, do caráter de muitas pessoas que são usadas por Deus para curar enfermos e expulsar demônios, nos dias de hoje? Alguns casos inclusive são mentiras, mas, há tanta divulgação nas mídias, há tanta propaganda com testemunhos falsos de curas, e casos de endemoninhamento que são inventados, para que se dê ênfase ao poder de um homem, ou de uma instituição... Quantos anunciam: venham para cá, porque aqui, os milagres acontecem? Quantos induzem pessoas a darem muito dinheiro já que ali, as curas e libertações se dão. Tão diferentes de Yeshua.

O Mashiach, não precisava de marketing, publicidade, pelo contrário, o reconhecimento público de quem Ele realmente era deveria vir no tempo em que O Eterno havia proposto, porque a obra que Yeshua viera realizar, não era de sentar-se no Trono de David ainda, Ele veio como YESHUA BEN YOSSEF, o filho de José, como o filho de YAKOV (Jacó), que foi vendido por seus irmãos, mas, no futuro tornou-se a Esperança e Força de toda a Casa de Israel, Yeshua, veio como "O Cordeiro que tira o pecado do mundo", Ele veio para sofrer.

José, filho de Jacó e Raquel, contou para todos os seus irmãos, os sonhos que Deus lhe dera, e seus irmãos o odiaram. Yeshua, ordenava que os demônios se calassem, e dizia quando operava curas miraculosas: "não diga a ninguém que isso ocorreu". Tal qual o sinal da água que transformou-se em vinho, Yeshua, não fez questão ou esforço, para que as pessoas soubessem o que tinha realizado. Ele fez aquilo por amor. Amor aos noivos, àquela família anfitriã, da festa. Yeshua libertou aquele homem, por amor, para que aquela possessão fosse quebrada. 

O Mestre curou a sogra de Pedro por amor, e imediatamente vemos o caráter daquela senhora, que passou a servi-los com tanta dedicação. 

Yeshua, sendo DEUS, O Criador do Universo, (sem Ele, nada do que foi feito se fez), se vê numa pequena cidade com menos de duas mil pessoas, e então uma multidão de doentes e cativos são trazidos a Ele... O Espírito do Eterno estava sobre Ele para...

Ele veio para isso! Deus não criou os seres humanos para a morte, nem para as enfermidades, nem para as prisões demoníacas, mas, os criou para a Sua Glória, A Glória do Deus Vivo, e quando então as pessoas viram em Yeshua a resposta para suas angústias, dores, males, prisões, simplesmente O MASHIACH, POR AMOR, os libertou e curou.

Os milagres não eram para mostrar quem Ele era. Porque Ele é O MASHIACH. 

Os milagres, as curas, as libertações, se manifestaram e se manifestam, já que tendo percorrido uma distância tão absolutamente incompreensível para nós, seres humanos, deixando A Glória que tinha junto do Pai, Yeshua veio a este mundo.

Esta distância dos Céus à Terra foi  tão maior que a distância de Yeshua, sendo um homem, tocar num leproso, se deixar tocar por uma prostituta, impor as mãos sobre enfermos e ordenar que os demônios saíssem, pois, vendo a Criação de Deus, aqueles que foram feitos à Sua Imagem e conforme a Sua Semelhança, estivessem tão escravizados por conta do pecado. 

Yeshua teve COMPAIXÃO deles. 

Ele sabia quem era, veio para isso, O Espírito do Eterno estava sobre Ele por esta razão e então pessoas desesperadas o buscam, porque ouviram falar que  A Esperança estava ali...

Naquela mesma noite, ainda na alta madrugada, Yeshua sai para orar num dos montes, sozinho. A Comunhão com O Pai era o seu maior alimento e Nele estava o seu descanso e refúgio. Simão e os outros discípulos o procuram e ao acharem Yeshua logo relatam que as multidões o buscavam, em outras palavras: QUE SUCESSO HEIN!!!

Mas, Yeshua lhes diz que era necessário que Ele fosse PREGAR em outros lugares, dizendo aos seus discípulos: "pois, para isso é que Eu vim". Ele poderia ter ficado em Kfar Nahum pelo sucesso alcançado, mas, Ele veio para Salvar O Mundo.

Esta palavra é muito importante neste momento, já que sabemos todos que Yeshua veio como O Cordeiro de Deus, que seria sacrificado por todos nós, porém, este momento do Ministério de Yeshua, ainda se manifestaria no tempo certo. 

Havia outras coisas que Ele precisava fazer, sem perder o foco maior de sua Missão, e sem se deter pelo aparente Sucesso alcançado no que ia fazendo no decorrer do Ministério que O Pai lhe havia confiado.

Yeshua é O Nosso Modelo em todas as coisas, e sua humildade, desprendimento, objetividade e obediência ao Pai nos constrange.

Isaque, o filho de Avraham Avinu, uma das figuras do MASHIACH que haveria de vir, foi um exemplo de obediência ao Pai.

Assim como quando Avraham o levou para o sacrifício, e este calado permitiu ser amarrado por seu pai, um ancião de 135 anos de idade. Isaque, é uma figura que nos ensina a ser filhos de Deus.

Quando ele intencionou descer para o Egito, por conta da grande fome que estava se abatendo sobre a Terra Prometida, O Eterno lhe apareceu e lhe disse: "Não desças ao Egito. Fica na Terra." 

Isaque ficou! Só isso. Obedeceu.... E naquele mesmo ano, Isaque plantou e colheu a cem por um...

Obedecer O Pai; 
Aprender a ser Filho de Deus; 
Confiar Nele. São as lições mais importantes de nossas vidas... 

A TORAH vai de Bereshit (Gênesis) a Apocalipse... Aprenda com O Unigênito do Pai, que transformou-se no Primogênito dentre muitos irmãos. 


Yeshua 
A Palavra que se fez carne e habitou entre nós



KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião virá a Lei e a
Palavra do Eterno de Jerusalém!)

LEIA TAMBÉM O COMENTÁRIO DA PARASHAT HASHAVUA (A Porção da semana): TOLEDOT (Click aqui)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

GALILÉIA DOS GENTIOS - A LUZ BRILHOU



GALILÉIA DOS GENTIOS - A LUZ BRILHOU
PRIMEIROS DISCÍPULOS E PRIMEIRO MILAGRE

João 1:35 a 2:12 e João: 3:22 a 36/ Mateus 4:12 a 22/ Marcos 1:14 a 20 
Isaías: 9: 1 a 7
Gênesis: 15: 1 a 21 


João 1: 35 a 37 - "No dia seguinte, estava João outra vez na companhia de dois dos seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: 'Eis O Cordeiro de Deus! Os dois discípulos, ouvindo-o dizer isto, seguiram Jesus."


Não é fácil identificar com clareza passo a passo, como as coisas se deram nos primeiros dias do Ministério de Yeshua, visto que os Evangelhos não foram escritos com um texto documentário, mas, para revelar Quem é O Mashiach e de que maneira Ele nos comprou com o preço do seu Sangue, para a Remissão de nossos pecados.

Pela descrição de João parece que um dos discípulos de Yeshua, que tinha sido discípulo de João, O Batista, ouvindo o testemunho de seu Mestre, segue a Yeshua. Tenho certeza que qualquer um de nós faria o mesmo! 
Yohanam (João), já tinha declarado que não era o Mashiach, mas, aquele que viria depois dele, sim, Aquele que batizasse com O Espírito Santo e com Fogo, este era a quem todos esperavam.

Por conta disto, aparentemente Yeshua ainda sozinho, recebe a André e mais alguém no local onde vivia. Se Shimeon (Simão), irmão de André, estava na mesma região, porque teria ido até João para também ser batizado, não sabemos, mas, o fato é que Yeshua, conhece estes dois irmãos que serão membros do seu time, e O Segundo Adão, não tarda em usar a prerrogativa que O Eterno deu ao homem: Nomear para se marcar destinos!

Pois o que parece até uma brincadeira, como se Yeshua tivesse o hábito de colocar apelidos em pessoas, na verdade Ele estava marcando o destino daquele que seria o seu mais famoso discípulo: "Kefas" (Pedro - Petrus - Pedra ou Pedregulho).

Há uma grande lição neste primeiro encontro de Yeshua com seus futuros discípulos! André, discípulo de João, tendo ouvido o testemunho acerca do Cordeiro de Deus, na boca de seu próprio Mestre, segue a Yeshua, e depois de passar a noite com Ele, reconhece ser, Aquele que foi batizado por Yohanam, e sobre quem repousou O Espírito Santo, O MASHIACH, Aquele a quem todos esperavam, e ao descobrir isso, a PRIMEIRA PESSOA, com quem André foi falar, contar a novidade, foi seu irmão: SHIMEON (Simão Pedro).

André não sabia que pouquíssimo se falaria dele no futuro. Que as pessoas não teriam muito a dimensão do que realmente ele fez para o Reino de Deus, depois que O Espírito Santo veio sobre aquelas 120 pessoas... André se tornaria conhecido, como o irmão de Pedro, só isso!

Quando você conhece um grande tesouro, guarda só para você, ou compartilha com quem você ama? NÃO TENHA PRESSA EM RESPONDER...

André, a despeito dos irmãos que se matavam e se odiavam nos escritos da TANACH (Livros que compreendem a Torah, os livros históricos e os escritos proféticos e poéticos), como Caim e Abel; Esaú e Jacó, Eliabe e David. André vai contar para o seu irmão que encontrou O MASHIACH! Isso é lindo demais...

Há tanto orgulho, tanta vaidade, tanto desejo de tornar-se mais famoso do que cumprir o que Deus espera de nós, mas, esta lição o primeiro discípulo de Jesus deixará para sempre marcado em nosso coração: O que importa é que A Vontade de Deus seja feita... Que possamos promover encontros, que possamos ser pessoas que vão apresentar pessoas a Jesus Cristo, que se tornarão tão conhecidas, e farão coisas tão tremendas, que serão conhecidas pela Eternidade... Se alguém perguntar um dia: "Porque aquela pessoa, não fez ela mesma tais coisas grandiosas?", que você possa responder, que seremos Galardoados por Deus, não pelo que fizemos, mas, pelo que fizemos SEGUNDO A VONTADE DE DEUS! 

Portanto o André que está em mim, chama O Pedro que está em ti para conhecer A YESHUA. Talvez O Eterno tenha me chamado para ser alguém que vai apresentar pessoas a Ele. Só isso! Quero glorificar a Deus então em meu chamado! Vamos lá! VOCÊ VAI AMAR CONHECÊ-LO! É Aquele a quem todos nós estávamos esperando...

Nos parece que estes dois irmãos, depois na Galiléia, em KFAR NAHUM (Cafarnaum), são vistos por Yeshua, que os reencontrou e imediatamente os chamou.

Logo depois também Yeshua viu a Yakov (Tiago) e Yohanam (João), filhos de Zavdi (Zebedeu), também pescadores como  Kefas e Andrai (André), e também os chamou. Estes Tiago e João, que trabalhavam com seu pai e com outros empregados, deixaram tudo e seguiram a Yeshua.

O time está se formando e Yeshua "encontra" Felipe. 
Esta palavra (entre aspas), nos dá uma ideia, no texto original, de que O Mestre "descobriu", como se estivesse procurando a Felipe. Este semelhantemente ao que fez André, vai correndo contar para seu amigo Natanael BARTOLEMAI (Bartolomeu ou filho de Tolemai), e este passa a ser conhecido como Bartolomeu, "Um verdadeiro israelita, em quem não há dolo (engano)".

Yeshua diz para Natanael Bartolomeu, que morava em Caná, que o viu embaixo da figueira, antes mesmo de Felipe o encontrar. Este que tinha dito a seu amigo: "Pode sair alguma coisa boa de Nazaré?" 

Talvez Yeshua destacou a sinceridade ácida dos israelitas, mas, fica claro que Ele o quis. Não houve decepção, O Mestre o quis em seu time, e a Palavra de conhecimento que lhe entrega, impacta Natanael, e O Nosso Redentor lhe assegura que coisas muito maiores ele ainda veria. Lembrando a Escada que o Patriarca Yakov viu, que ligava os Céus à Terra, por onde anjos subiam e desciam, talvez Yeshua tenha apontado o tempo incrível que Natanael participaria, logo depois que Yeshua voltou as Céus, quando O Espírito Santo se derramou em Pentecostes.

André, Pedro, Tiago, João, Felipe e Natanael. Metade do time já está formado... É muito provável que estes tenham visto como tudo começou...

CASAMENTO EM CANÁ DA GALILÉIA!

Yeshua amava festas! Ele juntamente com sua mãe, irmãos e irmãs foram para este casamento, e seus discípulos também foram. Nos parece ser um casamento importante de pessoas ricas, pois pessoas de outras cidades foram até Caná para tal celebração.
Não dá pra saber se foi pelo excesso de convidados, ou de "bicos", dentre os quais talvez alguns dos discípulos de Jesus, mas, em algum momento acabou o vinho da Festa...

Miriam, mãe de Yeshua, como qualquer mãe, qualquer mulher preocupada com os noivos, com a família que celebrava a festa, amigos por certo, para que não se constrangessem, procura Yeshua e diz a ele, algo informal, coisa de mãe pra filho, e O Mestre no mais sincera e ácida resposta israelense (a exemplo de Natanael), lhe responde: "o que tenho eu contigo mulher? Ainda não chegou a minha hora!"

Yeshua não desrespeitou sua mãe, agora como adulto, arrimo de família, sem as prisões almáticas dos latinos, dá atenção ao pedido de sua mãe, embora deixe claro que é a Vontade do Pai, que vai dirigi-lo por toda a sua vida e ministério.

Miriam sabiamente, como as santas matriarcas, orienta que os criados que serviam na Festa fizessem exatamente tudo o que Yeshua dissesse.

Bem ali haviam 6 "TALHAS DE PEDRAS PARA A PURIFICAÇÃO DOS JUDEUS" - Os judeus tinham estruturas para banhos de purificação desde os dias da Torah, são as Mikvês. Estruturas que retêm as águas das chuvas. O Rio Jordão, local onde Yohanam batizava, é um Mikvê natural, e embora seja difícil entender o que eram as tais "Talhas de Pedra), já que ainda hoje não se acham tais estruturas com facilidade em Israel, (a não ser na própria cidade de Caná, onde no local onde aparentemente este primeiro milagre ocorreu, há um recipiente de pedra que se entende ser do tipo narrado em João).

Yeshua ordena que estes recipientes fossem cheios. Os servos O obedeceram, enchendo-os totalmente. De lá O Mestre ordena que seja apresentado ao Mestre de Cerimônia o líquido colhido e este admira-se e honra o noivo dizendo que geralmente se oferece primeiro aos convidados o vinho de melhor qualidade e depois vinhos inferiores, mas, este noivo, ofereceu o melhor vinho já no final da festa.

Quantas lições, para os seus discípulos recém arregimentados; para nós, para todas as gerações...

Se os recipientes eram Micvês, locais usados para os batismos, Yeshua que havia acabado de se batizar, transformou Água em Vinho, mostrando que Água é usada para limpar o Corpo, mas, Purificação, só pode ser realizada com Sangue, simbolizado pelo Vinho, O Sangue do Cordeiro Santo. O primeiro milagre realizado por Yeshua talvez então aponte para O MAIOR MILAGRE que Deus realiza na vida de um ser humano: Perdoar-lhe os pecados e limpar-lhe de toda iniquidade!

Da mesma forma, se os recipientes eram apenas para purificar as mãos, embora não vejamos outras estruturas assim nas Escrituras, O Primeiro Milagre de Yeshua é realizado num ambiente de Festa, em estruturas usadas para Purificação (razão talvez pela qual os criados não disseram de onde fora tirado o vinho servido).

O Vinho também celebra a Alegria, e acabar o vinho num casamento além de ser uma vergonha para o noivo ainda aponta para o fim da Alegria nesta data tão inesquecível.

Pois o mesmo Yeshua que realizou este milagre naquele casamento está pronto a manifestar a mesma misericórdia em casamentos que viraram água, restaurando a Alegria, a Pureza e a Honra. FAÇAM TUDO O QUE ELE MANDAR, é o conselho de Miriam, que ainda hoje serve perfeitamente para qualquer um de nós.

Desta maneira se iniciou O Ministério de Milagres de Yeshua, que voltou dos montes da Judéia, onde foi tentado por Satanás, NO PODER DO ESPÍRITO SANTO.

Quando se iniciou este tempo de Milagres do Ministério de Yeshua, precisamos perceber que ele jamais terminou, já que Ele Vivo está e ainda hoje opera milagres nas vidas de todos os que Nele confiam. Portanto, entenda que o primeiro e maior Milagre que Yeshua pode realizar em tua vida é a Salvação e a Purificação do nosso coração dos pecados que cometemos... Quando ESTE TEMPO DE MILAGRES SE INICIA, entenda: ELE NUNCA MAIS VAI ACABAR...

A Galiléia dos Gentios para que se cumprisse a Profecia de Isaias, começa a ser acesa pela Luz do MASHIACH, região entenebrecida, viu tamanha Glória! O Ministério de Milagres e sinais que Yeshua realiza ali nas cidades ao redor do YAM KNERET (Mar da Galiléia), se fossem ser contados um a um, como disse João, o discípulo amado, o Mundo inteiro não poderiam conter os livros que poderiam ser escritos.

Um dia O Pai da Fé, entristecido por ainda não ter filhos naturais, embora a promessa sobrenatural lhe tivesse sido feita. Avraham Avinu (nosso Pai Abraão), chega a pensar numa situação natural de que o herdeiro de seus bens seria o seu servo Eliezer. Ele estava preso em sua miséria humana, pela esterilidade de sua esposa e por sua idade avançada, e naquele dia O Eterno o chama para fora de sua tenda, e o põe a contemplar o céu.

Abraão vendo aquele mar de estrelas, ouve do Eterno: "conta as estrelas! Se é que podes... assim há de ser a tua descendência".  

Avraham quando recebe Isaque em seus braços, O Filho da Promessa, ainda que tenha se alegrado, ainda assim, não conseguia realmente contemplar O Tamanho do Milagre que O Eterno lhe fazia, pois, através de Yeshua milhões de pessoas seriam geradas, como as estrelas do céu, filhos para Avraham.

Gálatas 3: 29 - "E, se sois de Cristo, também, sois descendentes de Abraão e herdeiros segundo a promessa."

Talvez o pai do noivo, naquele casamento em Caná, envergonhado pelo fim do vinho, não tivesse ideia do que estava por suceder, que faria daquele casamento e da honra manifesta naquelas Bodas, o casamento mais falado e lembrado em todo o mundo... Assim é Deus para conosco...

Da vergonha Ele nos arranca para nos dar Porção de Primogenitura, Dupla honra.

Quando Avraham Avinu, questiona o Eterno sobre como terá certeza que tal promessa se cumpriria, O Todo Poderoso, ordena que O Seu Amigo, sacrificasse uma Novilha, um cordeiro e uma cabra, juntamente com duas rolinhas. O Pai da Fé sacrifica os animais e os parte ao meio, mas, não sacrifica as aves. Então um Fogareiro fumegante e uma Tocha acesa passaram entres aqueles animais partidos, e neste dia Deus promete a Abraão, que entregaria 10 nações, dos povos que habitavam a Terra Prometida nas mãos de seus descendentes. Quando as dez nações são citadas, Deus demonstrava que todas as nações seriam entregues nas mãos de seus filhos, pois 10 representa o todo.

Quando a Água para Purificação, foi transformada em Vinho,  O MAIOR E PRIMEIRO MILAGRE que O Eterno quer realizar em nossa vida é feito, todo o mais que for necessário também se manifestará. O que nos cabe? CRER!!!!

O que devemos fazer? Tudo o que O Mestre nos orientar! Quem é a Garantia desta Aliança? ELE MESMO! O FOGAREIRO FUMEGANTE e a TOCHA ACESA, estão selando esta Aliança entre nós e O Eterno, através de YESHUA HAMASHIACH.


O TEMPO DE CANTAR CHEGOU!!!


Curiosidades sobre os Apóstolos:

André - Pregou na Ásia menor e na região costeira ao Mar Negro, chegando até o Rio Volga e a Kiev. A tradição dá conta que ele tenha iniciado a Igreja em Bizâncio, cidade na divisa entre a Europa e a Ásia menor, que no futuro chamou-se Constantinpla e hoje Istambul, na atual Turquia. André morreu crucificado na Acaia, região ocidental da Grécia, embora os textos mais antigos dão conta que ele teria sido amarrado e não pregado e uma cruz. Também é bastante comum a tradição que André tenha sido crucificado numa Cruz em forma de X, embora não há documentos históricos que comprovem tais fatos.

Tiago - Filho de Zebedeu e Salomé, irmão de João, Yakov, era um dos discípulos mais íntimos de Yeshua, tendo sido testemunha ocular da ressurreição de Talita, da Transfiguração e do sofrimento de Yeshua no Monte das Oliveiras, que pedia para que ele Pedro e seu irmão permanecessem acordados. Chamado junto com seu irmão, por Yeshua de BNEI RANESH (BOANERGES) - Filhos do Trovão. YAKOV, pela tradição pregou na Europa Ocidental logo depois de Pentecostes, chegando até a Espanha, e voltando à Judéia onde foi martirizado no ano 44 da Era comum, não há clara clara concordância de que maneira foi morto. Certamente não é ele, mas, um impostor que está em Santiago de Compostela na Espanha, mito que gera peregrinos de vários lugares do mundo, para um local cheio de idolatria.

Felipe - Pregou o Evangelho do Reino em Israel, na Grécia e na região da Turquia, onde estavam as 7 igrejas da Ásia menor. Foi crucificado e depois apedrejado no ano 80 da Era Comum na região da Frígia (também na Ásia menor, região do seu apostolado).

Natanael - Desenvolveu seu apostolado na Índia, talvez apoiando Tomé, e segui até o local onde foi martirizado tendo sua pela arrancada (foi esfolado), na região entre o Mar Negro e o Már Cáspio, no Cáucaso, na atual cidade de Derbent da Província Russa do Daguestam.

Pedro e João, você sabe!




KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião virá a Lei e a
Palavra do Eterno de Jerusalém!)

LEIA TAMBÉM O COMENTÁRIO DA PARASHAT HASHAVUA (A Porção da semana): CHAYIÊ SARAH (Clique aqui) 


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem

sábado, 19 de novembro de 2016

LEVADO PELO ESPÍRITO





LEVADO PELO ESPÍRITO

Mt.: 4: 1 a 11 / Lc. 4: 1 a 30 / Mc. 1: 12 e 13
Isaías: 61
Gênesis: 11: 27 a 13: 4 


Mateus 4: 1 - "A seguir, foi Yeshua levado pelo Espírito (RUACH), ao deserto, para ser tentado pelo diabo." 

Yeshua cheio do Espírito Santo, do RUACH HAKODESH, é levado, conduzido, pelo Espírito ao deserto. É natural se pensar no Espírito Santo te conduzir à uma experiência mais profunda com Deus, a viver e compreender mais profundamente O Coração do Pai, e esta viagem certamente nos levará sempre a um confronto: A DESCONFORMIDADE entre O Reino dos Céus onde Governa O Nosso Deus com esta Terra, com o Mundo Natural em que o ser humano, que deveria governar em Nome do Eterno cedeu seu domínio à Satanás e a toda deformação, que nos afastou da Perfeita Vontade do Pai.

Yeshua a exemplo de Moisés, a exemplo de Elias, consagra-se, separa-se. A exemplo de Israel que foi conduzido pela Nuvem, vai para o deserto. BEMIDBAR (NO DESERTO), é o lugar onde Deus fala. Tudo nos é tirado, não há nada no deserto a não ser pedras, areia, sol escaldante e escassez. Falta água, não há alimentos... Toda a provisão que Deus deu ao ser humano quando o criou, colocando-o no Jardim que plantara no Éden, parece faltar no deserto. 

Já que tendo nos dado tudo, não valorizamos o mais importante que era a visitação de Deus, Sua Presença, parece que Deus, por vezes nos tira, ou nos conduz ao vazio, à falta, para que possamos apenas tê-lo, vê-lo.

Quando tudo nos é tirado, parece que estamos mais suscetíveis a ouvir O Criador, e Yeshua foi levado pelo Espírito à esta dimensão, realidade, condição.

Um grande mistério para todos é: Yeshua sabia quem ele era? Ou isso foi sendo revelado a ele? As palavras do anjo Gabriel; as experiências com os pastores, com os magos, certamente contadas e repetidas a Jesus por seus pais, foram moldando seus passos. O caráter e santidade em sua vida, característica única do "Segundo Adão", do MASHIACH, seu temor por Deus, sua obediência à Torah de uma forma natural, seu amor verdadeiro aos pais e à vida, e às pessoas, certamente o distinguiu dos demais, porém, certamente nestes 40 dias no deserto, depois do Pai ter publicamente o chamado: FILHO, e lhe ter dito: ESTE É AQUELE QUE ME DÁ ALEGRIA, O Eterno, revelou-se a Yeshua de uma forma particular. 

Ali, levado pelo Espírito, no deserto, BEMIDBAR, Yeshua em sua humanidade tenha se encontrado com a Eternidade.

No deserto, O Eterno entregou a Torah a Moisés. No deserto A Torah que se fez carne e habitou entre nós, encontrou-se com O Eterno, consigo mesmo e com o seu propósito.

Moisés ficou 40 dias na Presença do Pai, e recebeu as tábuas da Lei; quebrou-as, com ira pelos pecados do povo. Teve de esculpir novas tábuas de pedra, para que durante mais 40 dias recebesse novamente as 10 Palavras do Eterno.

Elias caminhou 40 dias, até Horebe, mas, lá chegando, meteu-se numa caverna! Estava no Lugar certo, mas, com a disposição errada de coração. Deus precisou ralhar com ele, mostrando que ele não era o único, mas, havia ainda 7 mil, com quem Deus contava.

O povo de Israel, viveu 40 anos no deserto, porque aquela geração de incrédulos, ainda que vivesse 40 mil anos, não se converteria. Mas, a nova geração que nasceu no deserto foi habilitada para crer e entrar, para possuir a Terra Prometida.

Para Yeshua, bastou 40 dias. 

Terminados, os 40 dias, Satanás aparece, para o tentar.

Quando Avraham Avinu, (o nosso pai Abraão), é levado por Deus, até a Terra que O Eterno lhe mostraria, sabemos que a jornada não foi tão simples assim, sendo que de Ur dos Caldeus, de onde Deus o chamou, Avram (Abrão), faz um "pit-stop" em Haran, levando seu pai Terah consigo, e lá este acaba morrendo. Também Ló seu sobrinho é levado, sua "mala sem alça", embora O Eterno lhe tenha dito: "sai da tua Terra, da tua PARENTELA e da casa do teu pai e VAI PARA A TERRA QUE VOU TE MOSTRAR". 

O Pai da Fé, estava ainda aprendendo, e demonstrando que nossa cabeça dura e tardia para obedecer, diferente da MENTE DE CRISTO, que nos é dada pelo Espírito quando entregamos nossa vida a YESHUA, é um legado humano que temos que rejeitar!

Quando levado por Deus, conduzido por Deus, Avram, chega na Terra da Promessa, toda a terra está completamente tomada por povos descendentes de KNAAM (Canaã), o filho amaldiçoado de HAM (Cam), pelo pecado que este cometeu contra o seu pai NOACH (Noé).

Ante esta decepção, esta resistência, cuidadosamente preparada por Satanás, tentando esconder O Propósito de Deus dos olhos de Abraão, de que aquela Terra, tinha dono. O Propósito do Eterno de que, daquele lugar um dia YESHUA reinasse sobre todas as nações da Terra, local de onde O Universo fora criado, local de onde O Eterno tomou o barro para fazer o homem, fora ofuscado pela multidão de posseiros que estavam naquela Terra.

Abraão diferente de Yeshua, não conseguiu observar, neste seu "deserto", a firmeza da condução do Eterno que nunca erra o caminho, ou é pego de surpresa. Infelizmente, Avram, não permanece na Terra e continua a andar indo até o Sul, e seguindo até O Egito, lá quase põe a perder O Plano da Redenção, entregando sua esposa ao Faraó.

Estes encontros com os descendentes de HAM (Cam), Knaam (Canaã) e Mitzraim (Egito), e seus descendentes, os Faraós, talvez tenha significado para Avraham, o mesmo tipo de tentação que Yeshua sofreu de Satanás... Um jeito mais fácil de obter o que O Eterno tinha para sua vida...

O Pai da Fé, por misericórdia do Eterno, e porque Deus tomou a iniciativa, pois assim disse O SENHOR: "FAREI DE TI", demonstrando que O Próprio Deus é quem tomara a firme decisão e atitudes necessárias de FAZER de ABRAÃO, um Pai de Nações, O Pai da Fé. Abraão foi livre e conduzido de volta à Terra Prometida, numa condição de arrependimento, coisa que Yeshua não precisou, pois Ele mesmo tentado pelo Diabo, permaneceu firme em Deus!

A PALAVRA SE FEZ CARNE

Não há em toda a Torah, texto mais conhecido e repetido, e dentro do coração de todos que: "SHEMA ISRAEL, ADONAI ELOHEINU, ADONAI ECHAD" (Ouvi Israel, O Eterno, Nosso Deus é Um), pois o texto que se segue em Devarim (Deuteronômio), é justamente de onde Yeshua saca as três poderosas respostas para destruir todo o argumento diabólico de Satanás, depois da fragilidade física, seguida àquela experiência tão gloriosa com O Pai, naqueles 40 dias.

Satanás, tenta Jesus em seu físico, semelhantemente o que fizera com Eva, quando a tenta para que comesse do fruto proibido que parecia ser "bom ao paladar" ou "bom para se comer", O Tentador diz a Yeshua: "Se és Filho de Deus?". 

O Pai disse quem Yeshua era, Ele não tinha que provar nada a ninguém, e muito menos a Satanás. Conhecer a Vontade de Deus, sempre nos levará a dois caminhos: A Obediência que nos dará Vida Eterna e atrairá sobre nós as Bênçãos de Deus, ou a Rebeldia, que nos levará à morte e atrairá sobre nós as Maldições.

Desta vez, Satanás, não encontrou a mau instruída Eva, mas, O MASHIACH, que lhe responde segundo A TORAH: "nem só de pão viverá o homem, mas, de toda a PALAVRA que procede da Boca de Deus"

A Torah ganha vida, sentido, cumprimento em YESHUA, Ele a usa como uma espada cortante e destrói o argumento de Satanás. Ele era o filho de Deus, Ele poderia ter sim usado seu poder para transformar pedras em pães, mas, YESHUA era TOTALMENTE DEPENDENTE DO PAI, e confiou a Ele sua provisão, como era no Éden, em que tudo o que o homem poderia precisar lhe estava à disposição, dado por Deus. A Mentira de Satanás, não foi recebida por Yeshua.

Um dia Yeshua ensinaria seus discípulos a orar, e através deles, a nós todos. Devemos orar constantemente entre outras coisas: "Pai, dá-nos o nosso pão de cada dia, hoje". 

É certo que Yeshua não está falando de Pão, feito de farinha e água de qualquer tipo que este mundo conheça, mas, "O Pão nosso de cada dia", fala das necessidades mais básicas e elementares que temos nesta vida, e a Provisão para todas elas está em Deus, novamente, como era no Éden, assim está em Deus, através do MASHIACH, as nossas necessidades supridas, MAS...

NÃO É DE NECESSIDADES SUPRIDAS QUE O HOMEM VIVERÁ! E se Deus não suprir? E se nisso estiver a tentação de Satanás, e se em momentos de deserto, em que Deus quer nos levar a uma experiência profunda com Ele, Satanás, te tentar dizendo: "tá vendo! dá teu jeito, pois Deus não vai te suprir agora não, Ele se esqueceu de você e se você não tomar uma atitude, você e sua família vão perecer... Vai, faz um assalto! Furta! Usa o cartão de crédito! Pede dinheiro emprestado! Vai! Se você não fizer nada, ninguém vai fazer nada por você...

Vamos, use A PALAVRA. A Palavra que se fez carne e habitou entre nós, agora vive em teu coração, através do Espírito Santo... Repita o que Yeshua disse ao Diabo: "Olha aqui Satanás do Inferno, não SÓ DE NECESSIDADE SUPRIDAS, VIVEREI EU, MAS, DE TODA A PALAVRA QUE PROCEDE DA BOCA DO MEU DEUS!". Yeshua venceu. Nós venceremos Nele!

O Salmo 91

Desde a tentação no Jardim, Satanás usa o mesmo expediente para nos levar ao pecado, ele DISTORCE A PALAVRA DE DEUS. Assim como ele disse que não era "bem assim", o que Deus tinha dito, com respeito ao Fruto proibido, Satanás, leva Yeshua ao Pináculo do Templo. Um lugar muito alto, que poderemos comparar ao Topo da Religião. E de lá de cima, Satanás usa as palavras do Salmo 91 que diz: "O Eterno dará ordem aos seus anjos para o guardar". E então o Vil Tentador diz: "Se és filho de Deus, atira-te abaixo".

Quantos homens de Deus foram enganados justamente aqui. Quantos ungidos, quantas pessoas realmente cheias do Propósito do Eterno para suas vidas se lançaram a iniciar ministérios, fazer coisas, que jamais Deus lhes tinha pedido. Você não é "ungido", você não é pastor também? Você não sabe fazer? Você precisa ficar esperando ordem para tudo? 
"VAMOS SE LANCE! INICIE! SE DER ERRADO DEUS PERDOA" - Deus há amparar sua Rebeldia com MISERICÓRDIA! NÃ NÃ NÃO!!!

"A soberba precede a ruína" assim como "a humildade precede a honra". No dia que você "se achar", o próximo passo é a tua destruição. NÃO SE LANCE! NÃO FAÇA ISSO!

YESHUA, deu um pulo atrás, imagino eu, e disse: "também está escrito Satanás: NÃO TENTARÁS O ETERNO TEU DEUS! ALELUIA!!!!

O Apóstolo Paulo escrevendo aos corintos, como um pai que sonha entregar a sua filha virgem, a um homem só, a saber: A YESHUA HAMASHIACH, nos instrui dizendo e pedindo: "Suportem um pouco mais a minha loucura, me suportem, pois quero apresentar vocês a um marido apenas, a saber a Yeshua, pois temo que como Eva foi tentada e caiu, vocês da mesma forma, não permaneçam em Deus." O que temia Paulo? A facilidade com que Satanás distorce a Palavra de Deus, e que fala "meias-verdades", que são facilmente absorvidas por nós, já que há verdades, porém desprezando as mentiras, nos lançamos a nós mesmos, no pecado e atraímos sobre nós todo tipo de maldição... Pule para trás! Dependa de Deus... Confie em Deus! VOCÊ É UM FILHO DE DEUS, através de YESHUA.

A GUERRA É PELA A ADORAÇÃO

Satanás diante da firme resistência de Yeshua, "perde a compostura", se é que O Mal tem alguma? 

O Tentador chega ao nível tão baixo de propor que Yeshua, que certamente teria de lidar com a inconstância do ser humano, com a maldade, com a soberba, ganância, tudo fruto da deformação do pecado que a mordida da serpente trouxe aos seres humanos, que Yeshua, encurtasse o caminho, e que tivesse um trabalho menos árduo.

Satanás que caiu quando quis ser adorado. Ele que era O Líder a Adoração celestial, ao Eterno. Ele que como vemos hoje os ministros de adoração, que cantam e tocam e estão muitas vezes dirigindo os santos de Deus para adorarem O Pai, se confundem achando que as pessoas estão chorando, sendo tocadas pelos acordes musicais, pelos solos de guitarra, pelas vozes tão bonitas, pelas letras tão bem elaboradas, mas, não! O que estão fazendo é entregarem-se a Deus. 

Porém, não é incomum, que tentados a cair aonde Satanás caiu, que os adoradores chamem para si, para o que fazem a atenção, roubando de Deus a adoração...

Satanás que conseguiu atrair um terço das estrelas de Deus, desesperado por poder colocar o seu trono acima do Trono do Eterno, pede a LOUCURA de que YESHUA, se prostre e o adore, porque "tudo o que ele possui poderia lhe dar"...

Por incrível que pareça, Satanás dá tudo o que tem, ainda hoje, para aqueles que prostrados o adorarem!!! O que ele tem? NADA! Na verdade, uma passagem para o inferno... Mas, como ele é o Principe deste Século, ainda consegue enganar, cegar, roubar a consciência de tantas pessoas, que acham que o dinheiro, as facilidades, o luxo, os prazeres, podem ser conduzidos para além de 70 ou 80 anos de vida... O Pai da Mentira, tenta Yeshua dizendo: "Todos os reinos deste mundo são meus, e eu te darei, se prostrado me adorares". Em outras palavras: Para que sofrer? Para que ir para a Cruz? Para que? Me adore que eu te dou tudo!

Mas, Yeshua lhe respondeu: "Satanás, "KAKATUV" (ESTÁ ESCRITO), "Só ao Eterno teu Deus adorarás e só a Ele servirás (lhe darás culto)"... H A L L E L U Y A H ! ! ! ! !

Quando Verdadeira Adoração é dirigida ao ÚNICO QUE É DIGNO, O Mal tem que fugir, ele não suporta, pois ele sabe de onde caiu.

Quando Satanás deixa a Yeshua, os anjos passam a servi-lo. Há coisa mais linda que essa? O Pai, olhando O SEU FILHO AMADO, EM QUEM ELE TEM PRAZER, vencer o poder de Satanás pela TORAH, e talvez impedindo que os trilhões de anjos que O Servem de intervirem naquele confronto, pois YESHUA é O Campeão do Pai, e é suficientemente capaz de destruir O Mal em todo o campo de batalha que se enfrentarem. 

Os anjos serviram a Yeshua, e talvez, como no dia do seu nascimento, que vontade devem terem sentido, se é que não romperam em cânticos, adorando a Yeshua, por tão tremenda vitória.

NO PODER DO ESPÍRITO

Se Yeshua foi conduzido, levado para o deserto pelo Espírito, agora ele volta do deserto NO PODER DO ESPÍRITO SANTO, estava agora então apto a iniciar o Seu Ministério, a Manifestar O Pai de forma visível neste mundo e para onde foi em primeiro lugar?

Para casa, para Nazaré, onde havia crescido, onde estavam sua mãe, irmãos e irmãs, e certamente na Sinagoga onde frequentou durante toda a vida, mais uma vez, chega, sem contar tudo o que recentemente havia experimentado com Deus, desde que fora até Yohanam (João Batista), para ser por ele batizado...

Yeshua logo foi chamado à Bimah (Mesa onde a Torah é aberta), e então lhe deram o Rolo do Profeta Yshaiahu (Isaías), e Yeshua procura o texto que está no Capítulo 61.

"RUACH ADONAI HASHEM ALAI YAAN MASHECH HASHEM OTI LEVASSER ANAVIM SHELACHANI LACHAVSH LENISHVREI LEV LIKRO LISHVUIM DROR VELASSURIM PIKACH KOACH LIKRO SHENAT RATZON LEHASHEM..."

"O Espírito do Senhor 'ETERNO' está sobre mim, porque O ETERNO me ungiu para pregar boas novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados e anunciar O Ano Aceitável do Eterno..."

Quando Lucas vai contar o que ocorreu naquele memorável dia, ele dá uma interpretação à leitura que Yeshua faz, explicando o que são ou quem são os "quebrantados" e "os cativos e algemados", veja como ele escreve:

"O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos e apregoar O Ano Aceitável do Senhor."

O Texto de Isaías segue, falando do Ano do Jubileu, O ANO ACEITÁVEL (RATZON) - O ANO DO PRAZER, DA VONTADE, DO FAVOR, DO ETERNO, época em que a Vontade do Criador dos Céus, se manifestará sobre a Terra. 

Sem dúvida alguma, este período fala do Governo do MASHIACH nesta Terra, mas, é curioso que a profecia de Isaías, cita as duas fases da Manifestação do MASHIACH, quando ele veio como BEN YOSSEF (Filho de José), O servo sofredor, e quando virá BEN DAVID (Filho de David), Poderoso e para Reinar.

Quando Lucas descreve este momento em que Yeshua estava lendo, ele destaca o fato do Mestre ter fechado o Rolo, coisa que trouxe os olhos de todos sobre Si, sendo que logo em seguida ele sentou-se numa cadeira e disse: "Hoje se cumpriu as palavras que acabaram de ouvir".

O "Fechar O Rolo", separa os tempos do Ministério do MASHIACH, em que em primeiro lugar,  veio trazer Salvação aos seres humanos, restauração, libertação, cura, enfim: Esperança. Do tempo em que virá como Juiz e Rei, para Julgar e Reinar, restabelecendo todas as coisas. O Tempo da Restauração de todas as coisas.

YESHUA, que tinha sido Cheio da Plenitude do Espírito; que conduzido pelo RUACH ao deserto volta NO PODER DO ESPÍRITO, mostra segundo A Profecia ser Ele O Cumprimento desta e de todas as Profecias!

O Inicio do seu Ministério se dá, com a Revelação clara de quem Ele é e do que Ele faria. 

Yeshua toma a CÁTEDRA (cadeira), de AUTORIDADE, para anunciar a Satanás, aos homens, aos Céus: que chegou para Estabelecer O Reino de Deus entre os homens, chegou para ficar e para restaurar O Trono de Davi, O Tabernáculo caído de Davi, pondo O Trono de Deus entre os homens!

A resistência satânica cada vez mais intensificou-se. Satanás que através de Herodes tentou matar o "Rei dos Judeus", quando ainda um bebê, agora sabendo que Yeshua é O MASHIACH, tenta mais uma vez, como outras tantas em sua vida, não sabendo qual e como era O Plano da Redenção de Deus, já que as Profecias eram e são um Código fechado de revelação apenas através do Espírito Santo, no decorrer dos anos e dos dias... 

A multidão, os religiosos impulsionados por Satanás tentam jogar Yeshua de um Alto Monte em Nazaré, mas, surpreendentemente Yeshua desaparece do meio deles todos... Ninguém podia matá-lo, Ele no tempo certo se daria por Amor a todos nós.


BARUCH HU YESHUA HAMASHIACH!

Assim como Avraham desceu para O Egito, mas, voltou de lá e retomou o que Deus tinha proposto para sua vida, Subindo de novo para O Lugar do Encontro. Ser conduzido, levado pelo Espírito Santo, nos permitirá nos encontrar ou ser reconduzidos para O Centro da Vontade de Deus, como Yeshua viveu, para que mesmo em nossos erros pudéssemos ser perdoados e restaurados... 

Se deixe então ser levado pelo Espírito. Busque A Presença de Deus, e seja batizado com O Espírito Santo e com Fogo, pois O Cordeiro de Deus que tira o pecado do Mundo é o mesmo que enviou para nós O Seu Espírito.


A ELE SEJA A GLÓRIA ETERNAMENTE˜! AMÉM.


KI MITZION TETZEH TORAH
U´DEVAR ADONAI MIYERUSHALAIM!
(Porque de Sião virá a Lei e a
Palavra do Eterno de Jerusalém!)

LEIA TAMBÉM O COMENTÁRIO DA PARASHAT HASHAVUA (A Porção da semana): VAYERÁ (Click aqui)


Paulo de Tarso, Apóstolo
Igreja Apostólica Betlehem